IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2019-04-04T14:00:48-03:00
Estadão Conteúdo
Na equipe de Guedes

Novo presidente da Caixa “vira o volante” e diz que banco focará em pequenos empréstimos e crédito imobiliário

Pedro Guimarães se mostrou alinhado com Paulo Guedes ao dizer que a Caixa não pode manter o foco em grandes empresas

2 de janeiro de 2019
19:28 - atualizado às 14:00
Caixa Econômica Federal
Novo presidente da Caixa promete novos rumos para o banco - Imagem: Itaci Batista/Estadão Conteúdo

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse que o banco passará a ter como foco os pequenos tomadores de empréstimos e ampliará a sua vocação para atuar no crédito imobiliário. Alinhado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, ele disse que o banco público não pode continuar a ter uma parte importante de sua carteira destinada para as grandes empresas.

"Concordo 100% com Guedes quando ele fala em desestatizar o crédito. Até que ponto a Caixa pode ter mais de R$ 100 bilhões emprestados para grandes companhias que têm acesso ao crédito privado, inclusive internacional? Nosso foco será nos pequenos", enfatizou.

Guimarães lembrou que a Caixa tem mais de 94 milhões de CPFs - considerando quem recebe benefícios pagos no banco estatal -, mas apontou que 78 milhões desses potenciais clientes não adquirem produtos da instituição. "Vamos aproveitar as vantagens competitivas da Caixa", acrescentou.

O banqueiro ainda fez questão de citar a sua amizade pessoal com o novo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, para dizer que os bancos atuarão em conjunto e buscarão reduzir custos por meio de parcerias em compras e no desenvolvimento tecnológico.

"A Caixa terá forte atuação no crédito imobiliário e o BB no agrícola. Não sei se já houve um alinhamento de ideias tão grande entre os bancos antes. Não haverá uma competição deletéria entre Caixa e BB, e sim uma atuação complementar", afirmou.

Questionado se isso não poderia gerar preocupações da parte do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Guimarães respondeu que essa atuação conjunta não acontecerá nas questões mais específicas. "Vamos manter a competição natural, não haverá conluio", completou.

Apesar da sua nomeação já ter sido publicada no Diário Oficial da União, a cerimônia de transferência de cargo acontecerá no Palácio do Planalto na próxima segunda-feira (7), quando Rubem Novaes assumirá o BB e Joaquim Levy o BNDES. "Já faremos anúncios importantes na segunda-feira", prometeu.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

LOTERIAS

Lotofácil tem 4 ganhadores, sendo 2 em uma mesma lotérica (de novo)

31 de janeiro de 2023 - 5:51

Enquanto a Lotofácil segue fazendo a alegria dos apostadores, Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada

DIA 30

“Vocês fizeram falta, caro Lula” — a conversa com Olaf Scholz, o ministro alemão, que teve até recado duro para a China

30 de janeiro de 2023 - 20:26

Mercosul, OCDE e guerra na Ucrânia estiveram na pauta do encontro, mas teve um assunto que arrancou aplausos da plateia formada pela delegação da Alemanha: o meio ambiente

NÃO VAI VOLTAR?

Bolsonaro entra com pedido de visto de turista nos EUA — veja quanto tempo ele pode ficar por lá

30 de janeiro de 2023 - 19:05

O pedido foi apresentado na sexta-feira (27), de acordo com o Financial Times. O visto diplomático que ele usou para entrar no país em 30 de dezembro vence hoje.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Agenda cheia prejudica Ibovespa e CVC (CVCB3) tomba mais de 14% — o que derrubou a cotação da empresa de turismo?

30 de janeiro de 2023 - 18:46

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta segunda-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

SEM DEMISSÕES À VISTA

Futuro incerto da Americanas não impactou (ainda) os funcionários da varejista — mas sindicatos estão seguem atentos

30 de janeiro de 2023 - 18:05

A companhia afirmou que, neste momento, a companhia está focada na manutenção das operações e não prevê demissões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies