Menu
2019-04-20T14:56:13-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Após concorrência tentar barrar

Aérea de logística da Azul e Correios deve ter aval do Cade

Aval deve ser dado mesmo depois de as concorrentes LATAM e Avianca terem apresentado recursos questionando o negócio; nova companhia terá 50,01% da Azul e 49,99% dos Correios

13 de fevereiro de 2019
7:17 - atualizado às 14:56
Avião da Azul
Imagem: Shutterstock

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deve aprovar nesta quarta-feira, 13, a criação de uma empresa de logística da parceria entre Azul e Correios.

O aval deve ser dado mesmo depois de as concorrentes LATAM e Avianca terem apresentado recursos questionando o negócio. O entendimento do órgão antitruste é que não existem problemas concorrenciais relevantes para barrar a operação, segundo apurou o "Broadcast", do Estadão.

A nova companhia terá 50,01% da Azul e 49,99% dos Correios.

Ontem, a Avianca apresentou uma petição pedindo ao Cade as mesmas restrições que foram impostas aos Correios em outro processo, no mês passado. Na ocasião, a estatal assinou um acordo com o Cade para encerrar uma investigação em que era acusada de adotar medidas anticompetitivas. Pelo acordo, os Correios terão de pagar R$ 21,9 milhões.

Na investigação, os Correios eram suspeitos de impedir outras empresas de prestar serviços que nem mesmo a estatal oferece, como recebimento de quantias, coleta de assinaturas e atividades atuariais. A Avianca quer que essa proibição seja estendida à nova empresa.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ficou para esta quinta

Para privatizar Eletrobras, governo aceita mais 19 emendas à MP

Por acordo entre os senadores, o texto da MP será votado apenas amanhã, 17, a partir das 10h, e até lá, eles poderão apresentar sugestões de destaques, que podem alterar o teor do parecer

seu dinheiro na sua noite

A Selic subiu mais um pouco – e na próxima reunião tem mais

Esta “Super Quarta” terminou com os bancos centrais brasileiro e americano apertando um pouquinho mais a torneirinha dos juros. A inflação pressiona, aqui e na terra do Tio Sam, e as autoridades monetárias querem mostrar que permanecem vigilantes. O Federal Reserve ainda não elevou propriamente as taxas de juros, que foram mantidas entre zero e […]

Entrevista

Sinais do Copom apontam para Selic a 7% no fim do ano, diz Padovani, do banco BV

Economista-chefe do banco BV, Roberto Padovani destacou o tom mais ríspido do Banco Central e a indicação de que a Selic continuará em alta

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado da decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 4,25% ao ano

Subiu de novo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,25% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies