Menu
2019-05-31T17:57:40-03:00
Estadão Conteúdo
Petroquímica no acordo

Controladoria e AGU fecham leniência com Braskem na Lava Jato

Negociações com a Controladoria Geral da União e a Advocacia Geral da União foram concluídas e o acordo aprovado pelo conselho da empresa

31 de maio de 2019
17:57
Braskem
Imagem: Shutterstock

A Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) assinaram na manhã desta sexta-feira, 31, acordo de leniência com a Braskem S.A., empresa investigada pela Operação Lava Jato.

Em comunicado ao mercado na segunda-feira, 27, o diretor financeiro e de Relações com Investidores da Braskem, Pedro van Langendonck Teixeira de Freitas, informou que "aos seus acionistas e ao mercado que as tratativas com a Controladoria Geral da União - CGU e a Advocacia Geral da União - AGU foram concluídas, e seu Conselho de Administração aprovou na data de hoje a assinatura do acordo de leniência".

"O Acordo CGU/AGU trata dos mesmos fatos objeto do Acordo Global firmado em dezembro de 2016 com o Ministério Público Federal - MPF, o Department of Justice - DoJ, a Securities and Exchange Commission - SEC e a Procuradoria Geral da Suíça e prevê um desembolso adicional de aproximadamente R$ 410 milhões em função dos cálculos e parâmetros utilizados pela CGU/AGU, conforme cronograma de pagamentos e valor global do acordo constantes de anexo específico do Acordo CGU/AGU", relatou o diretor.

"Referido valor será pago em duas parcelas, nos anos de 2024 e 2025, com correção pela Selic. A empresa aguarda a homologação pelo Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba das destinações dos valores aos entes lesados, para a assinatura do Acordo CGU/AGU."

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Proventos

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 416 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Terão direito ao provento os investidores com posição acionária na empresa no dia 11 de março

o melhor do seu dinheiro

Brandão balança mais não cai?

Chegamos ao fim de mais uma semana tensa nos mercados, que começou com a derrocada das ações da Petrobras, em razão da interferência do governo na presidência da estatal, e termina com pressões na bolsa e no dólar motivadas pelas preocupações dos investidores com a inflação nos Estados Unidos e alta nas taxas dos títulos […]

URGENTE

Hapvida e NotreDame chegam a um acordo sobre fusão, afirma site

A maior combinação entre duas empresas brasileiras criará uma gigante do setor de saúde, com um valor de R$ 110 bilhões.

fechamento da semana

Tensão em Brasília leva Ibovespa de volta aos 110 mil pontos e afunda estatais; dólar vai a R$ 5,60

Em semana marcada pela tensão entre governo e mercado, o Ibovespa recuou 7,09%, de volta aos 110 mil pontos. O dólar disparou acima dos R$ 5,60

Abandonando o barco?

Ações do Banco do Brasil recuam quase 5% com possibilidade de saída de André Brandão

Brandão tem mostrado insatisfação com o cargo e quer deixar o comando da estatal, segundo jornal; BB nega que presidente tenha renunciado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies