Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-25T15:23:09-03:00
Estadão Conteúdo
TERMÔMETRO PARA INVESTIR

BNDES desembolsa R$ 3,711 bilhões em junho, queda de 35,1% ante junho de 2018

No primeiro semestre, o BNDES aprovou R$ 18,689 bilhões em financiamentos. O valor ficou 39% abaixo do registrado no primeiro semestre de 2018, sem descontar a inflação. Com valores deflacionados, a queda ficou em 41,2%

25 de julho de 2019
15:06 - atualizado às 15:23
BNDES
Imagem: Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou, para empréstimos já aprovados, R$ 3,711 bilhões em junho, uma queda de 35,1% em relação ao mesmo mês de 2018, já descontado o efeito da inflação. Com isso, o banco de fomento fechou o primeiro semestre com desembolsos de R$ 25,153 bilhões, queda nominal de 9,0% ante os seis primeiros meses do ano passado. Quando se desconta a inflação, a queda foi de 12,8%, informou o BNDES.

Os dados sobre aprovações de novos empréstimos indicam que os desembolsos seguirão em queda. No primeiro semestre, o BNDES aprovou R$ 18,689 bilhões em financiamentos. O valor ficou 39% abaixo do registrado no primeiro semestre de 2018, sem descontar a inflação. Com valores deflacionados, a queda ficou em 41,2%.

Já as consultas, primeiro passo do processo de pedido de crédito ao BNDES, somaram R$ 25,733 bilhões nos seis primeiros meses do ano. A queda nominal foi de 49%, mas, quando se desconta a inflação, o tombo chega a 50,7%, conforme tabelas detalhadas divulgadas pelo BNDES. Os valores consultados servem como indicador da demanda por financiamento para investimentos futuros, oferecendo um "termômetro" do apetite dos empresários por investir.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

AMPLIANDO A BASE

Em busca do pequeno investidor, BR Partners (BRBI11) fecha preço de oferta de ações; papéis sobem

Banco havia realizado IPO em junho do ano passado em operação que permitia a compra dos papéis nos primeiros 18 meses apenas por investidores que tivessem mais de R$ 1 milhão em aplicações, os chamados investidores qualificados

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 38 mil antes da decisão de política monetária do Fed, mas semana ainda é difícil para mercado de criptomoedas

Investidores aguardam maiores informações sobre a retirada de estímulos e alta nos juros por parte do Banco Central americano

EXILE ON WALL STREET

Para triunfar, antes é preciso atravessar: confira três dicas importantes para seguir antes de investir

Antes de tomar qualquer decisão no calor do momento, seja pelo excesso de otimismo ou por um receio em demasia, é necessário ter em mente três lições para investir bem e com prudência

FOME POR EXPANSÃO

BTG Pactual (BPAC11) compra 100% da carteira da Planner Investimentos e acirra disputa com XP por agentes autônomos

Com o negócio, a corretora Planner vai deixar de atuar na corretagem e assessoria de investimentos para pessoas físicas

SÓ NO TAPETINHO

Petz (PETZ3) fecha aquisição da Petix pela liderança no mercado de tapetinhos higiênicos e ações disparam

Em mais uma investida viabilizada por oferta subsequente realizada no fim do ano passado, Petz precifica a dona da marca SuperSecão em R$ 70 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies