Menu
2019-07-25T15:23:09-03:00
Estadão Conteúdo
TERMÔMETRO PARA INVESTIR

BNDES desembolsa R$ 3,711 bilhões em junho, queda de 35,1% ante junho de 2018

No primeiro semestre, o BNDES aprovou R$ 18,689 bilhões em financiamentos. O valor ficou 39% abaixo do registrado no primeiro semestre de 2018, sem descontar a inflação. Com valores deflacionados, a queda ficou em 41,2%

25 de julho de 2019
15:06 - atualizado às 15:23
BNDES
Imagem: Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou, para empréstimos já aprovados, R$ 3,711 bilhões em junho, uma queda de 35,1% em relação ao mesmo mês de 2018, já descontado o efeito da inflação. Com isso, o banco de fomento fechou o primeiro semestre com desembolsos de R$ 25,153 bilhões, queda nominal de 9,0% ante os seis primeiros meses do ano passado. Quando se desconta a inflação, a queda foi de 12,8%, informou o BNDES.

Os dados sobre aprovações de novos empréstimos indicam que os desembolsos seguirão em queda. No primeiro semestre, o BNDES aprovou R$ 18,689 bilhões em financiamentos. O valor ficou 39% abaixo do registrado no primeiro semestre de 2018, sem descontar a inflação. Com valores deflacionados, a queda ficou em 41,2%.

Já as consultas, primeiro passo do processo de pedido de crédito ao BNDES, somaram R$ 25,733 bilhões nos seis primeiros meses do ano. A queda nominal foi de 49%, mas, quando se desconta a inflação, o tombo chega a 50,7%, conforme tabelas detalhadas divulgadas pelo BNDES. Os valores consultados servem como indicador da demanda por financiamento para investimentos futuros, oferecendo um "termômetro" do apetite dos empresários por investir.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies