Menu
2019-09-20T10:36:05-03:00
Estadão Conteúdo
Após planos frustrados

‘Venda do Banrisul em si não resolve o problema’, diz governador do RS

Questionado sobre uma eventual privatização do banco, o governador admitiu que se a Assembleia vier a propor um debate “não ficaria surdo” ao tema

20 de setembro de 2019
10:35 - atualizado às 10:36
Banrisul
Imagem: Divulgação

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, comentou sobre o cancelamento da oferta de ações do Banrisul na manhã desta sexta-feira, 20, em entrevista à Rádio Gaúcha, admitindo que o preço ficou aquém do desejado. "Resolvemos cancelar a oferta porque não resolve o problema, poderia até ser a solução mais fácil, ajudaria a pagar as contas do Estado, mas lá na frente não resolveria a questão do déficit", afirmou o governador, citando que essa conta beira R$ 12 bilhões.

Questionado sobre uma eventual privatização do banco, o governador admitiu que se a Assembleia vier a propor um debate "não ficaria surdo" ao tema. Mas ponderou: "Está longe de estar na lista de prioridade a venda do Banrisul".

Leite ressaltou que a venda de uma fatia das ações que detém no banco não é o foco de sua gestão, que é resolver o problema fiscal do Estado e fazer reformas estruturais. "Se não vamos vender ações do banco, teremos de fazer mais esforços (...), os cerca de R$ 2 bilhões que estavam previstos seriam importantes, mas não vamos deixar de estar obstinados em colocar o salário do servidor em dia. Não dá para achar que é normal um Estado estar há quase quatro anos com atraso se salários, o que gera insatisfações ao cidadão e também prejuízo econômico."

Alguns dos demais pontos a resolver seriam a dívida na saúde e o fato de que a companhia energética CEEE parou de pagar a integralidade do impostos devidos, o ICMS. "Hoje, ela paga parcialmente, nunca integraliza."

Segundo fontes disseram à Coluna do Broadcast, o banco esperava vender sua fatia no banco ao preço de R$ 19,00, e para tentar emplacar a oferta, o governo gaúcho chegou a reduzir o número de ações a serem vendidas. Mas as ordens de investimento estavam a R$ 18,50. Nos bastidores, houve o entendimento de que ocorreu muita pressão vinda de investidores minoritários do banco, que defendem que o caminho para o Banrisul seja a privatização, o que teria pesado contra.

Na quinta-feira, 19, em entrevista coletiva, Leite comentou que havia interesse, inclusive de grandes bancos estrangeiros, e que a oferta era consistente, mas que não faria "uma venda a qualquer preço."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Esquenta dos mercados

Tensão com vacina e otimismo com dados chineses se chocam enquanto investidores monitoram IGP-M

Depois da euforia das últimas semanas, o último pregão da semana promete ser de movimentos mais contidos, refletindo a baixa liquidez do mercado, já que Wall Street irá operar apenas por meioperíodo.  No exterior, temos um choque de cenários. De um lado o otimismo com os últimos números da economia chinesa e a expectativa por […]

capítulo final

Acionistas da Klabin aprovam acordo para encerrar pagamentos para uso da marca

Dona da marca que dá nome à empresa, Sogemar será incorporada, em acordo que envolve repasse de ações

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Brasil tem 171 mil mortes e 6,2 milhões de casos acumulados

Nas últimas 24 horas foram apurados 37.614 diagnósticos positivos para a doença e 691 óbitos, diz Ministério da Saúde

setor em crescimento

Magalu, Via Varejo ou B2W: quem ganha na disputa pelas vendas na Black Friday?

As três gigantes do comércio eletrônico devem crescer forte na Black Friday da quarentena, depois de um ano marcado pelo avanço do online

Sextou com o Ruy

Por que o mercado só fala em rotação das carteiras (e o que você deveria fazer)

A resposta me parece ser ter uma carteira balanceada, com boas companhias que conseguirão sobreviver a novos lockdowns caso eles aconteçam, e também com empresas ligadas à tecnologia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies