IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2019-05-06T10:30:21-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Portas abertas

Bolsonaro autoriza participação estrangeira em mais duas instituições financeiras

Duas empresas do grupo Itaú poderão ter até 50% de capital externo e corretora londrina até 100%

6 de maio de 2019
10:30
Campos Neto – Bolsonaro e Guedes 280219
Jair Bolsonaro durante posse do novo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, com o ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

Depois de autorizar o Banco Inter a ter um sócio estrangeiro com até 100% do capital, o presidente Jair Bolsonaro assinou mais dois decretos, na sexta-feira, permitindo participação de não residentes em instituições financeiras.

O decreto 9.779 reconhece como de interesse do governo brasileiro participação estrangeira de até 50% no capital social do Banco Investcred Unibanco S.A. e da Financeira Itaú CBD S.A. Crédito, Financiamento e Investimento. Parcerias do banco com a Via Varejo.

Já o decreto 9.780 afirma o interesse do governo em participação estrangeira de até cem por cento no capital de sociedade distribuidora de títulos e valores mobiliários a ser constituída pela ED&F Man Holdings Limited, com sede em Londres, Inglaterra. A ED&F Man Holdings Limited atua no trade de commodities desde 1783, segundo seu site.

Pela legislação em vigor, a participação de estrangeiros no sistema financeiro demanda uma manifestação do Presidência da República decretando o “interesse nacional”.

Enquanto o modelo não muda, pois a ideia é editar norma legal deixando o Banco Central (BC) como único responsável pela avaliação, o que se nota é uma maior agilidade nesses processos de concessão de autorização.

Trâmite

Depois de anteder às exigências do próprio BC sobre plano de negócios e qual a contribuição que a instituição dará para o sistema financeiro nacional, é necessário encaminhar ofícios e explanações à Casa Civil da Presidência da República.

Os pedidos, então, entram na fila para que o presidente em exercício edite um decreto declarando o aporte de capital ou entrada da instituição de “interesse do governo brasileiro”.

A lista de pedidos na Casa Civil chegou a beirar duas dezenas durante o governo Dilma Rousseff, e apesar de atenderem aos requisitos técnicos do BC, as demandas ficaram “dormindo” nas gavetas da Casa Civil.

A necessidade de autorização presidencial é vista como um entrave para uma maior participação de estrangeiros e o BC vem tentando mudar essa regra faz algum tempo, como parte das ações para ampliar a competição no sistema financeiro.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

DIA 30

“Vocês fizeram falta, caro Lula” — a conversa com Olaf Scholz, o ministro alemão, que teve até recado duro para a China

30 de janeiro de 2023 - 20:26

Mercosul, OCDE e guerra na Ucrânia estiveram na pauta do encontro, mas teve um assunto que arrancou aplausos da plateia formada pela delegação da Alemanha: o meio ambiente

NÃO VAI VOLTAR?

Bolsonaro entra com pedido de visto de turista nos EUA — veja quanto tempo ele pode ficar por lá

30 de janeiro de 2023 - 19:05

O pedido foi apresentado na sexta-feira (27), de acordo com o Financial Times. O visto diplomático que ele usou para entrar no país em 30 de dezembro vence hoje.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Agenda cheia prejudica Ibovespa e CVC (CVCB3) tomba mais de 14% — o que derrubou a cotação da empresa de turismo?

30 de janeiro de 2023 - 18:46

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta segunda-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

SEM DEMISSÕES À VISTA

Futuro incerto da Americanas não impactou (ainda) os funcionários da varejista — mas sindicatos estão seguem atentos

30 de janeiro de 2023 - 18:05

A companhia afirmou que, neste momento, a companhia está focada na manutenção das operações e não prevê demissões

DE OLHO NAS REDES

‘Petróleo do futuro’ encontrado no Brasil: empresa dispara mais de 1900% com a commodity — e até Elon Musk está de olho

30 de janeiro de 2023 - 17:24

O novo petróleo foi encontrado no Brasil, mais especificamente no estado de Minas Gerais e existe uma empresa que está se dando bem com isso e já dispara mais de 1900% em alguns anos após a descoberta.  QUERO DESCOBRIR SEM ENROLAÇÃO QUAL É A EMPRESA BRASILEIRA QUE ENCONTROU O ‘PETRÓLEO DO FUTURO’ EM MINAS GERAIS […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies