Menu
2019-04-21T16:36:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Disputa pelos ares

Cade investigará Latam e Gol no caso Avianca

Órgão de defesa da concorrência abre processo para investigar conduta anticompetitiva de Gol e Latam. A suspeita é que companhias tenham entrado na disputa de forma a tirar a Azul da jogada

19 de abril de 2019
9:26 - atualizado às 16:36
Avianca
Aeronave da Avianca - Imagem: shutterstock

A superintendência geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu processo para investigar se houve conduta anticompetitiva para a compra dos ativos da Avianca Brasil, que serão leiloados no próximo dia 7.

Segundo o "Broadcast", serviço de notícias em tempo real do "Estadão", o órgão de defesa da concorrência suspeita de que Gol e Latam tenham entrado na disputa apenas para tirar a Azul da jogada e impedir o crescimento da concorrência.

As duas gigantes aéreas não chegam a ser rés, mas serão investigadas e podem ser multadas. O Cade pode também adotar uma medida cautelar, caso fique claro que as companhias atuaram de má-fé.

Em nota técnica enviada à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) , a superintendência do Cade alerta sobre o dano do repasse dos slots da Avianca (horários de pousos e decolagens em aeroportos) para os atuais concorrentes.

"Considerando a já alta concentração do mercado de aviação civil, essa superintendência alerta sobre os efeitos extremamente deletérios ao ambiente concorrencial que a distribuição de slots da Avianca às empresas incumbentes pode acarretar ao mercado de aviação civil", afirma o texto.

No início do mês, o departamento econômico do Cade (DEE) divulgou estudo concluindo que existem riscos à concorrência se os ativos da companhia em recuperação judicial forem comprados por uma empresa que já atue no Brasil, principalmente Gol e Latam.

Procurada, a Latam não quis se pronunciar. A Gol informou não ter conhecimento da investigação do Cade

Ao "Broadcast", o presidente da Azul, John Rodgerson, afirmou que considera pouco provável que a Azul participe do leilão pelos ativos da Avianca, ou mesmo que o leilão ocorra, em função da retomada das aeronaves da companhia.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

TECNOLOGIA

Xiaomi supera Apple em venda de celulares

O levantamento também mostra que a Samsung voltou ser a líder global de vendas de smartphones, após perder a liderança do mercado para a também chinesa Huawei, que ficou no topo por um único trimestre.

BOMBOU NO SEU DINHEIRO

Melhores da Semana: O Halloween dos mercados

A segunda onda de coronavírus é um ‘fantasma’ que ronda os mercados desde o início do ano. Muita gente não acreditou. Nesta semana, ele mostrou as caras.

POLÍTICA

Bolsonaro grava para campanhas e aposta em 2º turno em RJ e SP

Presidente busca apoiar aliados para tentar formar base nos grandes colégios eleitorais para sua campanha de reeleição em 2022

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies