Menu
2019-10-14T14:08:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Atualização

Avianca cancela mais de 1.300 voos até dia 28

Guarulhos, Brasília e Galeão são os aeroportos mais prejudicados pelos cancelamentos. Já Congonhas e Santos Dumont parecem ter sido poupados

20 de abril de 2019
13:41 - atualizado às 14:08
Avianca
Em meio a crise financeira, Avianca concordou em devolver aviões por falta de pagamento de leasing - Imagem: Shutterstock

A Avianca divulgou neste sábado a lista de rotas afetadas com a devolução de aviões em meio à crise financeira da companhia aérea. Já são mais de 1.300 voos cancelados entre ontem (19) e o domingo da próxima semana, 28 de abril.

Os aeroportos mais afetados foram os de Guarulhos, em São Paulo, o de Brasília e o Galeão, no Rio de Janeiro. Congonhas, na capital paulista, e Santos Dumont, no Rio, parecem ter sido protegidos e praticamente não têm cancelamentos.

A Avianca cancelou 374 partidas e 372 pousos no aeroporto de Guarulhos até o próximo dia 28. Em Brasília, foram suspensas 133 partidas e outras 133 chegadas. No Galeão, foram 115 partidas e 117 pousos cancelados.

Também foram cancelados voos nos seguintes aeroportos: Aracaju (SE), Belém (PA), Campo Grande (MS), Chapecó (SC), Confins (MG), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Navegantes (SC), Petrolina (PE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA) e Vitória (ES).

Em Congonhas, há apenas três pousos e decolagens cancelados até o domingo da próxima semana. E no Santos Dumont não há nenhuma previsão de cancelamento.

A Avianca, em recuperação judicial, passa por uma crise financeira. Após negociar com empresas de leasing, a companhia concordou em devolver amigavelmente mais 18 aviões diante da falta de pagamentos.

As aeronaves serão devolvidas aos poucos a partir de segunda-feira (22). Desde o primeiro caso de devolução, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou que a empresa adapte sua malha aérea com a proibição de vender bilhetes para as rotas afetadas.

Os concorrentes, por sua vez, disputam a Avianca. Inicialmente, a Azul se mostrou interessada em comprar todos os ativos da companhia. Mas dias depois, Gol e Latam anunciaram acordo com os credores pelo fatiamento e oferta em leilão de partes da Avianca. A Azul acusa os concorrentes de agir contra o aumento da concorrência.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Siri entregou a data

Vem aí um novo iPad? Apple deve lançar novos modelos em evento na próxima semana

A previsão é que o encontro, que será virtual e em 20 de abril, também revele novidades sobre a próxima geração de Airpods

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies