🔴 AÇÃO QUE JÁ DISPAROU 1.200% E AINDA ESTÁ BARATA – VEJA QUAL

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Com orçamento apertado

Eletronuclear apela à Aneel para revisão de orçamento de R$ 383 milhões

Receita da estatal, que tem a missão de cuidar das duas únicas usinas nucleares em operação no Brasil, é bancada pelos consumidores de energia de todo o país

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
17 de janeiro de 2019
7:29 - atualizado às 10:23

A estatal Eletronuclear pediu à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que revisasse o valor dos recursos que a estatal receberá neste ano, com aumento de R$ 383 milhões.

Braço do grupo Eletrobras, a empresa alegou à agência que uma série de tributos que recaem sobre suas contas “penaliza a Eletronuclear de forma insuportável às suas disponibilidades, retirando a condição de manter-se no mínimo de estabilidade financeira desejável”.

A receita da estatal, que tem a missão de cuidar das duas únicas usinas nucleares em operação no Brasil, é bancada pelos consumidores de energia de todo o país, por meio da conta de luz.

No dia 26 de dezembro, a Aneel já tinha aprovado um valor de R$ 3,4 bilhões para ser pago à empresa ao longo de 2019, o que já resultaria em um aumento de 2,8% sobre a conta de luz do consumidor, a partir de 1.º de janeiro.

A Eletronuclear, no entanto, entrou com um recurso administrativo na agência e apresentou uma nova fatura, alegando “falha na apuração” nos pagamentos por parte da Aneel. A agência ainda não se posicionou sobre o pedido.

Parte do dinheiro cobrado seria usado para repor receitas que a empresa alega ter direito. Outra parte cobriria custos obrigatórios ligados a tributos que a companhia bancou sozinha entre 2015 e 2018. A Eletronuclear afirma que um erro de cálculo nos custos operacionais das usinas reduziu os repasses à empresa em R$ 126 milhões entre 2016 e 2018. As arrecadações que a empresa realiza para bancar um fundo de desativação das usinas nos próximos anos também conteriam equívocos cometidos entre 2015 e 2019, uma conta extra de mais R$ 257,4 milhões, totalizando os R$ 383,4 milhões.

Revisão

Por meio de nota, a Eletronuclear confirmou as informações e declarou que os valores precisam de “revisão para adequá-los aos gastos correspondentes”.

A geração de energia nuclear, que hoje responde por apenas 1,3% da matriz elétrica nacional, voltou a ter destaque no governo após a nomeação do ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque. O militar, que atuou na área nuclear na Marinha nos últimos anos, já afirmou que a retomada dos investimentos em energia nuclear será uma prioridade de sua gestão e que vai concluir a usina de Angra 3, que está com as obras paralisadas há mais de três anos.

Estudos mais recentes realizados pelo governo mostraram que a conclusão de Angra 3, que está com 58% de execução, foi estimada em R$ 17 bilhões, além dos R$ 8 bilhões que já foram gastos. Desistir dela, porém, custaria mais R$ 12 bilhões.

Há expectativas ainda sobre a produção do urânio enriquecido no País, combustível que abastece as usinas de Angra. Hoje esse material é retirado de uma mina controlada pela estatal Indústrias Nucleares do Brasil (INB), em Caetité, na Bahia. Por falta de recursos, porém, a INB não realiza toda a fase de enriquecimento no Brasil.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

Luz do fim do túnel?

Desconto na conta de luz: Aneel consulta repasse de até R$ 5 bilhões da Eletrobras (ELET3) para reduzir tarifas

22 de junho de 2022 - 15:51

O valor pode aliviar o impacto de tarifas do processo de desestatização no bolso do consumidor

APAGA A LUZ!

Conta de luz mais cara: ANEEL propõe reajustes de quase 60% em bandeiras tarifárias

12 de abril de 2022 - 15:01

Dentre os fatores apontados como justificativa para o reajuste estão a inflação, que fechou 2021 em 10,06%, e a alta dos combustíveis

SEM REFRESCO

A conta de luz vai continuar com tarifa extra: Aneel mantém bandeira de escassez hídrica em março

26 de fevereiro de 2022 - 12:44

Em contrapartida, órgão regulador mantém pelo 4º mês seguido a bandeira verde para consumidores inscritos no Tarifa Social

TIRANDO O PESO

Em busca de desalavancagem, Equatorial (EQTL3) lança oferta de ações para levantar mais de R$ 2,6 bilhões

27 de janeiro de 2022 - 9:52

Empresa tenta fazer jus à fama de ‘gigante que nunca dorme’ para seguir em busca de novas aquisições no setor elétrico

OLHO NO ÁRBITRO

Aneel aprova acordo entre concessionária e União pelo linhão Manaus-Boa Vista

11 de setembro de 2021 - 12:13

Processo será conduzido por um Tribunal Arbitral composto por três árbitros

Seca severa

Em pronunciamento, ministro pede que consumidores economizem energia e água, e diz que crise é fruto de “fenômeno natural”

1 de setembro de 2021 - 7:18

Bento Albuquerque, de Minas e Energia, afirma que choveu menos que o esperado na região Sul, mas evitou usar a palavra “racionamento”

CRISE HÍDRICA

Aneel mantém bandeira vermelha nível dois nas contas de luz em setembro

28 de agosto de 2021 - 7:25

É o quarto mês consecutivo que a Aneel aciona a bandeira vermelha patamar 2. De acordo com a agência, agosto foi um mês de “severidade” para o regime hidrológico do sistema elétrico

Energia elétrica

Prepare o bolso: conta de luz pode subir 16,7% no próximo ano, de acordo com Aneel

17 de agosto de 2021 - 7:48

Para evitar que as contas disparem, a agência analisa medidas para aliviar os efeitos para os consumidores e manter os reajustes inferiores a dois dígitos

Situação preocupante

Cuidado com as luzes acesas! Aneel mantém taxa adicional mais alta na contas de agosto

31 de julho de 2021 - 10:56

Tarifa cobrada na bandeira vermelha nível 2 é de R$ 9,49 por 100 quilowatts-hora (kWh), e agência continua avaliando se vai elevar o valor

Momento de seca

Governo recomenda reter mais água em reservatórios de hidrelétricas

8 de julho de 2021 - 7:07

Presidente da Sabesp afirma que situação pluviométrica em São Paulo está ruim, com diminuição importante da vazão em alguns municípios

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar