Menu
2019-06-07T18:57:16-03:00
Estadão Conteúdo
quem dá mais?

Ambev e Heineken acirram briga com investimentos e energético

Disputa entre as gigantes pelo mercado local ganhou novos episódios nesta semana; ambas anunciaram investimentos para o resto do ano no segmento de cerveja, mas clima de quem dá mais tem a ver com outro elemento

1 de junho de 2019
12:31 - atualizado às 18:57
Lata de cerveja da Skol, da Ambev
Ambev anunciou ontem que irá investir mais de R$ 2 bilhões em 2019 no aumento da produção de cervejas premium e de puro malte, e também a inovações. - Imagem: Shutterstock

A disputa entre Ambev e Heineken pelo mercado local ganhou novos episódios nesta semana, com as duas fabricantes de bebidas anunciando investimentos para o resto do ano no segmento de cerveja. Porém, o que provocou o clima de "quem dá mais" não teve a ver com álcool, mas sim com energético.

Na segunda-feira, a Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deferiu o pedido de intervenção feito pela Heineken e pela Cervejaria Petrópolis no ato de concentração envolvendo a Ambev e a Red Bull do Brasil. As empresas demonstraram preocupação com o negócio, que consiste na celebração de um contrato de distribuição entre a Red Bull e a Ambev, por meio do qual a última distribuirá ou revenderá bebidas energéticas da Red Bull em determinados pontos de venda do território nacional.

Petrópolis e Heineken entraram como interessados no processo, dizendo-se temerosos de que o negócio possa consistir em práticas anticompetitivas no segmento. Em resposta ao Cade, Ambev e Red Bull apresentaram os dados dos dez principais clientes de energéticos em nível nacional que se enquadram nos pontos de venda contemplados no contrato.

Com o pedido aceito pelo Cade, a superintendência do órgão deu prazo de 15 dias para que a Cervejaria Petrópolis e a Heineken apresentem informações complementares, documentos e pareceres necessários à comprovação de suas alegações.

Na quinta-feira, a Heineken comunicou o aporte de R$ 550 milhões em São Paulo até o fim do ano, dizendo que o investimento faz parte da estratégia de expansão nacional da companhia, que focará na modernização de suas cervejarias em Araraquara, Itu e Jacareí, além de sua micro cervejaria em Campos do Jordão.

Já a Ambev decidiu anunciar ontem que irá investir mais de R$ 2 bilhões em 2019, durante um encontro do presidente da companhia, Bernardo Paiva, com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo a empresa, o montante será destinado ao aumento da produção de cervejas premium e de puro malte, e também a inovações.

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Ajuda na crise

Guedes revela o valor do novo auxílio emergencial e diz que governo pode gastar mais se necessário

Os valores da nova rodada de auxílio emergencial irão de R$ 175 a R$ 375, sendo R$ 250 em média, de acordo com o ministro

apetite chinês

O ano do boi será o ano dos frigoríficos, e o Credit Suisse aponta melhor ação para aproveitar o momento

Peste suína africana nos rebanhos de suínos chineses e demanda por alimentos devem resultar em importação recorde de carne pela China

prepara o bolso

Mais um? Petrobras anuncia novo aumento nos preços do diesel e da gasolina

Diesel vai subir R$ 0,15 por litro e a gasolina será de R$ 0,23 por litro a partir de amanhã nas refinarias da empresa, diz Abicom

Interrompendo o casamento

Movida reforça pedido do Cade para barrar união entre Unidas e Localiza

De acordo com a companhia, isso geraria uma concorrência desleal no setor, com a nova empresa tendo 65% do mercado brasileiro de aluguel e 29% do mercado de frotas

vai mexer

Após polêmica com demissão de Castello Branco, governo indica nomes para o conselho da Petrobras

Cinco membros do colegiado pediram para não serem reconduzidos após interferência de Bolsonaro no comando da estatal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies