Menu
2018-10-22T17:36:21-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Oferta de ações

Chinesa dona do Alipay também quer investir no IPO da brasileira Stone

Empresa criada por Jack Ma, fundador do site de comércio eletrônico Alibaba, pretende investir US$ 100 milhões na companhia

22 de outubro de 2018
15:54 - atualizado às 17:36
Jack Ma, do Alibaba, e Warren Buffett
Jack Ma, criador do site de comércio eletrônico Alibaba, pode virar sócio da Stone - Imagem: Shutterstock

A empresa de pagamentos brasileira Stone ganhou mais um investidor de peso para sua oferta de ações. Depois de atrair o megainvestidor Warren Buffett, a empresa de maquininhas de cartão também deve ter como sócia a Ant Financial.

A empresa chinesa é dona do Alipay, maior sistema de pagamentos online do mundo, com mais de 500 milhões de usuários, e foi criada por Jack Ma, do site de comércio eletrônico Alibaba.

A Ant pretende investir US$ 100 milhões (pouco menos de R$ 370 milhões) na Stone, que abrirá o capital na bolsa Nasdaq, em Nova York. A oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) pode movimentar quase US$ 1,3 bilhão.

A participação que os chineses deterão na Stone ainda depende do preço por ação que será definido na oferta. A faixa definida pelos bancos que coordenam o IPO vai de US$ 21 a US$ 23.

Com Jack Ma e Buffett, a Stone poderá contar com dois dos vinte homens mais ricos do mundo entre os sócios. O americano ocupa a terceira posição no ranking de bilionários da revista Forbes. Ma ocupa a 20ª posição na lista de 2018.

Conheça a Stone

Criada há seis anos por André Street e Eduardo Pontes, a Stone conquistou uma participação de 5,5% de participação de mercado na captura de transações com débito ou crédito. A receita da empresa vem de um percentual realizado por cada compra realizada por você no cartão.

Esse mercado tem como líderes a Cielo, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, e a Rede, do Itaú Unibanco. Mas os bancos vêm perdendo participação nesse negócio conforme as novas empresas surgem.

Ainda não está claro quais as intenções da Ant Financial ao entrar no capital da Stone. Mas com um sócio deste tamanho, a empresa certamente ganha um reforço estratégico na disputa com os bancos.

Ao abrir o capital no exterior,  a Stone segue os passos da PagSeguro, do grupo UOL, que captou US$ 2,3 bilhões em sua abertura de capital em Nova York, em janeiro deste ano. Já a Cielo tem ações listadas na B3. Elas eram negociadas hoje em alta de 1,66%, mas acumulam uma queda de mais de 40% neste ano.

Mais Buffett

Além da entrada dos chineses, a Stone terá um investimento maior do que o anunciado inicialmente por Warren Buffett.

A Berkshire Hathaway, holding que concentra os investimentos do bilionário americano, poderá agora comprar até US$ 325 milhões em ações da companhia, o equivalente a 14,166 milhões de ações. O valor é US$ 10 milhões superior ao compromisso inicial, que previa a aquisição de 13,712 milhões de ações.

Os cálculos consideram um preço por ação de Stone no topo da faixa estipulada pelos bancos. A oferta é coordenada por Goldman Sachs, J.P. Morgan, Citigroup, Itaú BBA, Credit Suisse, Morgan Stanley, BofA Merrill Lynch e BTG Pactual.

Leia também:

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Expectativa

Ibovespa abre em alta e dólar fica estável; mercados aguardam a decisão de juros nos EUA

Sem tirar o coronavírus do radar, o Ibovespa acompanha o exterior e opera em leve alta, aguardando o parecer do Federal Reserve em relação à taxa de juros nos EUA

no balanço

Santander Brasil tem lucro de R$ 14,5 bilhões em 2019, e aumenta a participação nos ganhos do grupo

Filial brasileira divulgou resultados do quarto trimestre; lucro chegou a R$ 3,7 bilhões, avançando 9,49%; retorno sobre patrimônio bate 21,3%

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

A elite financeira do país se reúne em um evento do banco Credit Suisse para discutir a economia. Um dos sócios de uma das gestoras mais renomadas do país disse que a maioria das ações do Ibovespa está cara. Nos mercados, as atenções se dividem entre o avanço do coronavírus e a decisão de hoje do Federal […]

auditoria da auditoria?

Bolsonaro vê ‘coisa esquisita’ no BNDES e Montezano deve se explicar nesta quarta

Banco gastou R$ 48 milhões em auditoria; atual presidente autorizou aditivo do contrato inicial

Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

pode não acontecer

Auditoria em contrato com a Odebrecht pode ser abortada

Após a auditoria do BNDES nas operações da JBS apontar inexistência de indícios de irregularidade e gastar R$ 48 milhões, avaliação é que “não faz mais sentido” gastar recursos

conflito internacional

Trump revela ‘plano de paz’ para Oriente Médio; palestinos são contrários ao projeto

Israel teria controle sobre a totalidade de Jerusalém como sua capital. O plano também propõe a criação de uma capital da Palestina na periferia a leste de Jerusalém

Vendas de iPhones aumentam e Apple supera estimativas no 4º trimestre

Vendas do produto somaram US$ 55,96 bilhões, ao passo que as estimativas eram de US$ 51,6 bilhões e o desempenho do quarto trimestre de 2018 havia sido de US$ 52 bilhões.

Bolsa

Sem Petrobras, Vale, bancos e frigoríficos, Ibovespa é índice mais caro do mundo, diz SPX

Small caps também são vistas com ressalvas por gestores de fundos, que falaram sobre as oportunidades que (ainda) veem na bolsa após a forte alta dos últimos anos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements