Menu
2018-10-22T17:36:21-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Oferta de ações

Chinesa dona do Alipay também quer investir no IPO da brasileira Stone

Empresa criada por Jack Ma, fundador do site de comércio eletrônico Alibaba, pretende investir US$ 100 milhões na companhia

22 de outubro de 2018
15:54 - atualizado às 17:36
Jack Ma, do Alibaba, e Warren Buffett
Jack Ma, criador do site de comércio eletrônico Alibaba, pode virar sócio da Stone - Imagem: Shutterstock

A empresa de pagamentos brasileira Stone ganhou mais um investidor de peso para sua oferta de ações. Depois de atrair o megainvestidor Warren Buffett, a empresa de maquininhas de cartão também deve ter como sócia a Ant Financial.

A empresa chinesa é dona do Alipay, maior sistema de pagamentos online do mundo, com mais de 500 milhões de usuários, e foi criada por Jack Ma, do site de comércio eletrônico Alibaba.

A Ant pretende investir US$ 100 milhões (pouco menos de R$ 370 milhões) na Stone, que abrirá o capital na bolsa Nasdaq, em Nova York. A oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) pode movimentar quase US$ 1,3 bilhão.

A participação que os chineses deterão na Stone ainda depende do preço por ação que será definido na oferta. A faixa definida pelos bancos que coordenam o IPO vai de US$ 21 a US$ 23.

Com Jack Ma e Buffett, a Stone poderá contar com dois dos vinte homens mais ricos do mundo entre os sócios. O americano ocupa a terceira posição no ranking de bilionários da revista Forbes. Ma ocupa a 20ª posição na lista de 2018.

Conheça a Stone

Criada há seis anos por André Street e Eduardo Pontes, a Stone conquistou uma participação de 5,5% de participação de mercado na captura de transações com débito ou crédito. A receita da empresa vem de um percentual realizado por cada compra realizada por você no cartão.

Esse mercado tem como líderes a Cielo, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, e a Rede, do Itaú Unibanco. Mas os bancos vêm perdendo participação nesse negócio conforme as novas empresas surgem.

Ainda não está claro quais as intenções da Ant Financial ao entrar no capital da Stone. Mas com um sócio deste tamanho, a empresa certamente ganha um reforço estratégico na disputa com os bancos.

Ao abrir o capital no exterior,  a Stone segue os passos da PagSeguro, do grupo UOL, que captou US$ 2,3 bilhões em sua abertura de capital em Nova York, em janeiro deste ano. Já a Cielo tem ações listadas na B3. Elas eram negociadas hoje em alta de 1,66%, mas acumulam uma queda de mais de 40% neste ano.

Mais Buffett

Além da entrada dos chineses, a Stone terá um investimento maior do que o anunciado inicialmente por Warren Buffett.

A Berkshire Hathaway, holding que concentra os investimentos do bilionário americano, poderá agora comprar até US$ 325 milhões em ações da companhia, o equivalente a 14,166 milhões de ações. O valor é US$ 10 milhões superior ao compromisso inicial, que previa a aquisição de 13,712 milhões de ações.

Os cálculos consideram um preço por ação de Stone no topo da faixa estipulada pelos bancos. A oferta é coordenada por Goldman Sachs, J.P. Morgan, Citigroup, Itaú BBA, Credit Suisse, Morgan Stanley, BofA Merrill Lynch e BTG Pactual.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

PANDEMIA NO PAÍS

Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados

Do total de contaminados, 86% se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

Cheiro de pedalada e de drible no teto de gastos

Caro leitor, O governo bem que tentou se safar manejando o cobertor curto, mas pelo menos para o mercado financeiro, não colou. O anúncio do programa social Renda Cidadã nesta segunda-feira lançou um combo de preocupações nos investidores e atirou o Ibovespa na lama, totalmente na contramão do resto do mundo. O dólar, por sua vez, voltou […]

dinheiro à vista

CCR paga R$ 373,2 milhões em dividendos em 30 de outubro

Empresa pagará o correspondente a R$ 0,18477410142 por ação ordinária

Na contramão

Bolsa cai e dólar dispara depois de governo revelar como pretende financiar Renda Cidadã

Ibovespa abriu em alta, mas virou em meio à frustração dos investidores com o financiamento do programa que sucederá o Bolsa Família

em anúncio do renda cidadã

Guedes: Política dá o timing e desoneração está sendo estudada

No anúncio do novo programa social do presidente Jair Bolsonaro, o Renda Cidadã, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a proposta do governo foi feita com a busca da “verdade orçamentária”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements