Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T13:42:56-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercados

Eleições seguem preocupando o investidor e Ibovespa fecha em queda de 0,19%

Principal índice da B3 encerrou o dia aos 78,168 pontos

19 de setembro de 2018
10:22 - atualizado às 13:42
Homem mostra preocupação
Imagem: Shutterstock

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo fechou em queda de 0,19% nesta 4ª feira (19), aos 78.168 pontos, e interrompeu a sequência de três dias de altas.

O Ibovespa esteve no terreno positivo na maior parte do pregão e na máxima do dia alcançou os 79 mil pontos. Mas no fim da tarde passou a cair em meio às perspectivas dos analistas com relação ao desfecho da corrida presidencial.

Digerindo o susto

O mercado passou o dia todo digerindo o resultado do Ibope divulgado ontem à noite, que mostrou ascensão de 11 pontos de Fernando Haddad (PT) assumindo a segunda posição no primeiro turno e com chances reais de passar para a segunda etapa.

Mesmo com o candidato do PSL Jair Bolsonaro na liderança da corrida, a especulação com relação aos próximos passos das eleições aumentaram. Amanhã é a vez do Datafolha divulgar sua mais nova pesquisa.

Ainda tem Selic

Outro assunto que promete ser foco de atenção é a definição do Copom sobre a taxa Selic, que vai ser anunciada na noite de hoje (19). Mesmo com todos no mercado esperando pela manutenção da taxa na mínima histórica de 6,5% ao ano, os analistas devem ficar atentos ao comunicado do BC à procura de pistas sobre um ciclo de altas nos juros.

Toma lá, dá cá

O mercado também continua atento a definições no exterior, com os desdobramentos da guerra comercial entre EUA  e China. Na segunda-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou tarifas de 10% sobre o valor de US$ 200 bilhões em importações chinesas com a previsão de aumentar-las para 25% no início de 2019.

 

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies