Menu
2019-04-04T12:33:58-03:00
Eleições 2018

Bolsonaro tem 58% e Haddad 41% em nova pesquisa XP/Ipespe

Capitão reformado caiu um ponto mas continua mantendo ampla margem frente ao candidato do PT

19 de outubro de 2018
14:19 - atualizado às 12:33
Montagem com os rostos dos candidatos Fernando Haddad e Jair Bolsonaro
Montagem com os rostos dos candidatos Fernando Haddad e Jair Bolsonaro - Imagem: Seu Dinheiro com Agência Brasil

A pouco mais de uma semana do segundo turno das eleições, Jair Bolsonaro (PSL) continua blindado nas pesquisas de intenções de voto.

Em nova pesquisa XP/Ipespe desta sexta-feira, 19, o peseelista caiu um ponto, mas continua à frente, com 58% das intenções. Fernando Haddad (PT) subiu de 41% para 42%.

O resultado vem alinhado com a pesquisa Datafolha, divulgada ontem, que já mostrava que o capitão reformada ainda continua com uma boa margem à frente do petista.

O instituto ouviu 2.000 pessoas, por telefone, entre os dias 15 e 17 de outubro. O intervalo de confiança é de 95,45% e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

efeito coronavírus

Com auxílio menor e desemprego em alta, volta do crescimento é incógnita

PIB em 2020 deve cair 4,8%, considerando o auxílio de R$ 300 a partir de setembro, segundo contas de especialista

Exile on Wall Street

Contágio

O Banco Central tentou acalmar o mercado e encontrou como resposta ainda mais estresse e preocupação.

de olho na expansão

Após queda de 40% desde IPO, XP vê potencial para que ações de novata da bolsa dobrem de valor

Para a XP Investimentos, o comprometimento da rede de farmácias com a expansão e melhoria operacional nos próximos anos abre possibilidade para que as ações se valorizem 105% em um ano

novidade na bolsa

Ações da Cury, da Cyrela, têm forte queda em estreia na B3

Papéis da construtora começam a ser negociados em dia de forte aversão ao risco nos mercados globais

Decisão do Supremo

Marco Aurélio libera meio bilhão da Andrade Gutierrez que TCU havia bloqueado

Indisponibilidade de bens foi decretada pela Corte de Contas em maio de 2018 no âmbito de auditoria que fiscalizou as obras civis da Usina Termonuclear de Angra 3, pelo prazo de um ano.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements