2018-12-05T14:09:54-02:00
Estadão Conteúdo
Na mira do xerife

Itaú diz que operações investigadas pela CVM não têm irregularidades

Comissão investiga desde junho operações com derivativos de câmbio do banco

4 de dezembro de 2018
17:06 - atualizado às 14:09
Logo do banco Itaú
Processo do Itaú foi instaurado em 14 de junho - Imagem: Shutterstock

Em nota divulgada nesta terça-feira, 4, o Itaú Unibanco declarou que as operações com derivativos de câmbio investigadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) não têm qualquer irregularidade e foram efetuadas de forma transparente, em mercado regulado, seguindo absolutamente todos os parâmetros, regras e procedimentos usuais de mercado. De acordo com a instituição, tais pontos estão sendo evidenciados no processo administrativo da autarquia e, "até o momento o banco não foi comunicado de nenhuma apuração do caso pelo Ministério Público ou Receita Federal".

O Itaú Unibanco, o Banco Itaucard, e dois executivos do grupo estão tentando um acordo com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para encerrar uma investigação de manipulação de preço. O processo foi instaurado em junho deste ano e desde setembro está na Procuradoria Federal Especializada (PFE) da autarquia, que analisa a legalidade de se firmar um Termo de Compromisso (acordo para encerrar o processo sancionador) com os quatro acusados.

Em julho, o Santander acordou com a CVM o pagamento de R$ 3,3 milhões para encerrar um processo semelhante. O banco foi acusado de realizar negócios com contratos de dólar futuro que resultaram na transferência de R$ 6,6 milhões para o Banco Santander Central Hispano (Santander Madri), em 2015.

Esse tipo de caso costuma ser comunicado ao Ministério Público quando há indício de crime, como evasão fiscal ou lavagem de dinheiro.

O processo do Itaú foi instaurado em 14 de junho e os acusados tiveram até 20 de julho para se defenderem. O tempo de tramitação é bem menor que a média dos processos sancionadores do regulador do mercado de capitais. Com as informações disponíveis no site da CVM, porém, não é possível saber os detalhes da operação.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DESTAQUES DO DIA

Commodities brilham e Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e PetroRio (PRIO3) puxam recuperação do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa sobe mais de 1%, o bom desempenho das empresas ligadas ao setor de commodities puxam a recuperação do índice

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin começa dezembro em alta e se mantém nos US$ 58 mil; Terra (LUNA) e Shiba Inu (SHIB) são destaques entre as altcoins

As criptomoedas deixam para trás um final de mês difícil e avançam apesar das últimas declarações da secretária do Tesouro dos EUA sobre a regulamentação de stablecoins

Conteúdo NovaDAX

NovaDAX diversifica portfólio com listagem de cinco novas moedas

Os investidores da plataforma agora tem mais opções de trade

BURACO NEGRO

Empresa de Elon Musk à beira da falência? Bilionário admite que o risco é real se a SpaceX não decolar

Em e-mail enviado aos funcionários, CEO descreve a existência de uma crise muito pior do que a imaginada no desenvolvimento dos motores Raptor

Índice em expansão

Casa cheia: Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3) entram na primeira prévia do novo Ibovespa

As units da GetNet (GETT11) foram excluídas da carteira nessa primeira prévia; com isso, o Ibovespa começaria 2022 com 93 ativos