Menu
Ivan Sant’Anna
Seu Mentor de Investimentos
Ivan Sant’Anna
É trader no mercado financeiro e autor da Inversa
2018-12-13T13:24:04-02:00
Seu mentor de investimentos

Um novo ciclo, Ibovespa futuro e big dips

Na quinta-feira da semana passada, fiz algumas indicações em minha coluna. Entre elas, vender a libra esterlina e o euro contra o dólar e comprar o Ibovespa futuro em big dips

13 de dezembro de 2018
13:22 - atualizado às 13:24

Na quinta-feira da semana passada, fiz algumas indicações em minha coluna.

Entre elas, vender a libra esterlina e o euro contra o dólar e comprar o Ibovespa futuro em big dips.

No início da noite, recebi um e-mail da leitora L. V. A. H. querendo mais objetividade. Ela pediu uma definição para big dip.

“Dois por cento?”; “Cinco por cento?”, L. sondou.

“Big dip é algo como 5.000 pontos abaixo das máximas”, respondi, sem querer ser muito minucioso.

Pois bem, a máxima do ano e de todos os tempos do Ibovespa foi 91.242, alcançada no primeiro dia útil deste mês, segunda-feira, 3.

E não é que o mercado, numa enorme correção, ou realização de lucros, como preferirem, caiu os tais 5.000 pontos. Na verdade, um pouco mais, ao ser negociado anteontem, dia 11, a 85.583 (queda de 5.659 pontos da grande máxima).

Como meu big dip era 86.242, quem foi na minha onda e comprou nesse nível pode agora por um stop um pouco abaixo dessa mínima pós 2º turno eleitoral, digamos, 85.400, e surfar a recuperação.

Daqui a 19 dias, o presidente Jair Bolsonaro vai tomar posse. Se seu governo será muito favorável ao mercado de ações, ou apenas friendly, só o tempo dirá. Mas com certeza o capitão deve cumprir sua promessa de impulsionar a livre iniciativa e isso soa como música para os ouvidos dos traders.

Há outros fundamentos positivos no horizonte, em especial a Reforma da Previdência, que deverá ser aprovada no primeiro semestre de 2019.

Agora vem a parte boa da história. De acordo com um relatório divulgado anteontem pelo Fundo Monetário Internacional, as boas novas para a economia brasileira estão por acontecer.

Ciclos econômicos

O FMI classifica os 12 países mais importantes de acordo com os estágios de seus ciclos econômicos.

Dessa dúzia, o Brasil é o que está em melhor situação, pois se encontra no ponto inicial de um período expansionista.

Segue-se a área do euro, o Reino Unido, a Índia e o Japão, no meio do estágio.

Em seu final, estão os Estados Unidos, a China, a Austrália e o Canadá.

No fim do ciclo, o México e a Rússia.

Fechando a turma, isolada, a África do Sul encerrou seu período de expansão.

Por essas razões, estou bastante otimista.

Para quem gosta de especular, e tem bala para isso, sugiro a compra de Ibovespa, agora em small dips. Para os investidores de médio e longo prazo, sugiro a aquisição de ações de empresas sólidas e rentáveis.

Com certeza a década de 2010 foi perdida. Mas pode ser que a de 2020 comece um ano antes, no dia 1º de janeiro de 2019.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Agenda BC#

BC estende regras para débito automático a contas de pagamento pré-pagas

A diretoria do Banco Central decidiu estender para as contas de pagamento pré-pagas (aquelas cujos recursos devem ser depositados previamente) as regras sobre autorização e cancelamento de débitos em conta que já estavam previstas para contas de depósitos e para contas-salário

Aprovação concedida

Tim e Vivo recebem aprovação da Anatel e do Cade para compartilhamento de rede

Serão compartilhadas infraestrutura de redes móveis para as tecnologias 2G, 3G e 4G

Empresa diz que não comenta

MPT-RS pede interdição de planta da JBS no Estado por surto de coronavírus

A JBS respondeu, sobre a ação civil pública movida nesta quarta, que não comenta processos judiciais em andamento

seu dinheiro na sua noite

Despiorou

Acabou a crise? Nesta quarta-feira, os mercados mantiveram o otimismo dos últimos dias. As bolsas subiram aqui e lá fora, ao mesmo tempo em que o dólar assistiu a mais um dia de alívio, chegando perto dos R$ 5 novamente. Está até difícil entender de onde sai tanto apetite por risco, dado que a pandemia […]

ANÁLISE

Quarentena de pijama? Não, no mundo cripto tem muita coisa rolando

Nas próximas linhas, Helena Margarido vai mostrar a você um mercado que caminha na contramão de todo establishment e permanece com alta demanda em meio à crise atual: a revolução está somente começando.

Ninguém segura

A corrida dos touros: Ibovespa sobe pelo quarto dia e volta aos 93 mil pontos; dólar cai a R$ 5,09

O Ibovespa teve mais um dia de ganhos e chegou ao maior nível desde 6 de março, sustentado pelo otimismo global. O dólar à vista caiu forte, chegando a R$ 5,01 na mínima da sessão

tombo histórico

Abinee reporta queda de 30,3% na produção do setor eletroeletrônico em abril

Essa foi a maior queda verificada na série histórica iniciada no início de 2002, segundo o presidente da entidade, Humberto Barbato

Empresários de comércio e serviços

76% de 400 micro e pequenos empresários esperam queda de faturamento

A pesquisa ouviu empresários dos setores de comércio e serviços. Parcela de 26% dos entrevistados espera recuo de 31% a 50%, enquanto 22% têm expectativa de queda até 30%

Compartilhamento de serviços

Cade nega recurso da Claro e mantém aprovação de operação entre Tim e Telefônica

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou recurso apresentado pela Claro contra o aval do órgão a operação de compartilhamento de redes entre a TIM e a Telefônica Brasil

Ajuda financeira

Maia diz ter informação que socorro a Estados e municípios será pago até dia 9

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia afirmou que a primeira parcela do socorro a Estados e municípios deve ser entregue aos entes até a próxima terça-feira, 9

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu