Menu
2018-12-31T12:33:02-02:00
Estadão Conteúdo
Sistema Eletrobrás

Marun é exonerado da Secretaria de Governo e assume posto na Itaipu

O agora ex-ministro será conselheiro da hidrelétrica, que tem metade do capital detida pela Eletrobrás

31 de dezembro de 2018
12:13 - atualizado às 12:33
Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo durante o governo de Michel Temer
Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo durante o governo de Michel Temer - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Michel Temer exonerou Carlos Marun do cargo de ministro-chefe da Secretaria de Governo e o nomeou para exercer a função de conselheiro da Itaipu Binacional, com mandato até 16 de maio de 2020.

Marun é o primeiro ministro de Temer a deixar oficialmente o governo, abrindo vaga para a equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, que assume a Presidência nesta terça-feira, 1. O novo titular da pasta antes comandada por Marun será o general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

A mudança de Marun para a Itaipu está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 31. O documento traz ainda a exoneração de Frederico Matos de Oliveira da função de conselheiro da Itaipu, "em virtude de renúncia", e do diplomata Marcos Bezerra Abbott Galvão da função de representante do Ministério das Relações Exteriores (MRE) junto à empresa.

MRE, Incra, AGU e Anac

A edição do Diário Oficial desta segunda-feira, 31, publica ainda a saída de titulares de alguns altos cargos do governo, como é o caso do próprio Marcos Bezerra Abbott Galvão, exonerado da Secretaria-Geral do MRE, e do presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Góes Silva, que deixou o cargo a pedido.

A procuradora Maria Aparecida Araújo de Siqueira também pediu para deixar a Secretaria-Geral de Consultoria da Advocacia-Geral da União (AGU), cargo "número 2" do órgão.

Outras exonerações de hoje incluem Claudia Maria Mendes de Almeida Pedrozo, da Secretaria Executiva do Ministério da Cultura, e Hélio Paes de Barros Júnior, da diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O diretor renunciou ao cargo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Realização brusca?

Com uma alta de mais de 800% no ano, ações da Fertilizantes Heringer recuam 40% em um único dia

A companhia, que se encontra em recuperação judicial, já subiu mais de 800% só neste ano

Oscar do jornalismo

Victor Aguiar, repórter do Seu Dinheiro, é indicado ao prêmio Comunique-se; saiba como votar

O repórter Victor Aguiar, do Seu Dinheiro, é um dos dez indicados na categoria “Economia- mídia escrita” do prêmio Comunique-se

Nova rodada

Auxílio emergencial será prorrogado por mais três meses, afirma Guedes

O benefício será estendido até outubro nos mesmos valores atuais, com parcelas de R$ 150 a R$ 375 que contemplam cerca de 39 milhões de brasileiros

MERCADOS HOJE

De olho na vacinação, Ibovespa reduz alta e perde os 130 mil pontos, mas dólar segue em queda de 1%

Aceleração da vacinação é bem recebida pelo mercado, que aposta em uma recuperação econômica mais robusta

Ajudanda externa

Banco Centroamericano de Integração Econômica irá ajudar El Salvador a implementar bitcoin

Em entrevista coletiva, Mossi acrescentou que o banco também trabalhará com o ministério das finanças e o banco central de El Salvador para selecionar uma equipe para trabalhar na implementação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies