Menu
2019-04-04T14:25:49-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Expectativa de resultados positivos

Gigantes da siderurgia, CSN e Gerdau divulgam balanços nesta 4ª; veja o que esperar desses e de outros 3 resultados

Gerdau deve chamar a atenção com lucro forte e geração de caixa recorde para a última década

7 de novembro de 2018
6:02 - atualizado às 14:25

A quarta-feira, 7, deve ter o setor siderúrgico como protagonista nas negociações da bolsa. Duas grandes companhias (CSN e Gerdau) divulgam seus balanços do 3º trimestre e devem mostrar números positivos, com destaque para o forte desempenho da primeira.

A Gerdau deve apresentar um lucro líquido ajustado mais de cinco vezes maior do que o observado no 3º trimestre do ano passado. Já a receita líquida, de acordo com os analistas de mercado consultados pela Bloomberg, deve superar os R$ 12 bilhões.

Um relatório divulgado pelo Itaú BBA sobre o balanço destaca que a siderúrgica pode alcance a maior geração de caixa trimestral (medida pelo Ebitda) em dez anos. As projeções da Bloomberg apontam para um Ebitda acima do R$ 1,6 bilhão.

Já o Bradesco BBI apontou o bom desempenho da divisão da América do Norte da Gerdau como um dos combustíveis para o resultado forte da empresa no trimestre. A margem Ebitda da região deve alcançar os dois dígitos.

Na CSN, menos euforia

Apesar da expectativa de alta na geração de caixa e na receita líquida, a Siderúrgica Nacional deve apresentar um lucro líquido ajustado menor do 3º trimestre de 2018. As projeções da Bloomberg apontam um lucro de R$ 146,6 milhões, ante R$ 259,1 milhões no 3º trimestre de 2017.

A geração de caixa medida pelo Ebitda deve ser um dos destaques do balanço, alcançando R$ 1,5 bilhão. O Itaú BB afirmou em seu relatório de análise que os negócios de mineração da CSN devem impulsionar esse resultado. Confira as projeções dos principais números da empresa:

Outros balanços

Estácio, Ultrapar e Cosan também divulgam seus números. A primeira, que viveu uma aceleração das ações durante as eleições, deve trazer resultados positivos, já as duas últimas devem divulgar números pouco animadores. Confira:

Estácio

Projeção para o 3º trimestre/2018

Lucro Líquido ajustado: R$ 179,800 milhões
Ebitda: R$ 258,000 milhões
Receita: R$ 861,000 milhões

No 3º trimestre de 2017

Lucro Líquido ajustado: R$ 149,295 milhões
Ebitda: R$ 223,600 milhões
Receita: R$ 808 milhões

Ultrapar

Projeção para o 3º trimestre/2018

Lucro Líquido ajustado: R$ 312,429 milhões
Ebitda: R$ 872,000 milhões
Receita: R$ 25,231 bilhões

No 3º trimestre de 2017

Lucro Líquido ajustado: R$ 555 milhões
Ebitda: R$ 1,239 bilhão
Receita: R$ 20,533 bilhões

Cosan

Projeção para o 3º trimestre/2018

Lucro Líquido ajustado: R$ 164,933 milhões
Ebitda: R$ 1,233 bilhão
Receita: R$ 14,043 bilhões

No 3º trimestre de 2017

Lucro Líquido ajustado: R$ 499,695 milhões
Ebitda: R$ 1,616 bilhão
Receita: R$ 12,920 bilhões

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Atividade em queda

Indicador da FGV mostra contração da economia em março com agravamento da pandemia

A queda nas expectativas dos consumidores foi um dos destaques negativos entre os componentes do indicador

Benefício com garantia

Paulo Guedes reeditará BEm somente após a aprovação do Orçamento ou da PEC “fura-teto”

“O ministro disse ‘ou um, ou outro, o que sair primeiro a gente faz o BEm'”, afirmou Paulo Solmucci, presidente da Abrasel

PPI

Decreto de Bolsonaro inclui Correios no Programa Nacional de Desestatização

A privatização dos Correios ainda depende da aprovação de um projeto de lei de autoria do Executivo que permite à iniciativa privada prestar serviços

Exile on Wall Street

Bitcoins, IPOs, reestruturações e M&As: coisas para comprar ainda nesta semana

De onde você menos espera é que não vem nada mesmo. É notável a regularidade da incompetência. Ela não surpreende. Está sempre por aí.  Lembro com frequência da famosa frase, já meio clichê, você tem razão, do Kennedy: não pergunte o que seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por […]

decolagem interrompida

Apertem os cintos: recuperação da Gol será mais turbulenta que o esperado

Companhia reduz projeções para receita no primeiro trimestre, dizendo que retomada dependerá de ritmo da vacinação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies