Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:00:49-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Garantia de crédito

A repaginada do FGC vai mudar a forma como você encara as Letras Imobiliárias

Conselho Monetário Nacional excluiu as LI’s do grupo de investimentos garantidos pelo FGC

25 de setembro de 2018
20:32 - atualizado às 14:00

Você provavelmente vai ter que repensar suas convicções sobre as Letras Imobiliárias (LI's) depois da reunião do Conselho Monetário Nacional desta terça-feira, 25. Isso porque o CMN fez alterações no estatuto e no regulamento do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e elas atingem em cheio a cobertura das LI's. Em resumo, esse tipo de investimento de Renda Fixa está fora do grupo de créditos garantidos pelo FGC.

Mas vou deixar um adendo antes que você, investidor que já possui LI's na carteira, entre em desespero: todos os créditos já emitidos até hoje, 25 de setembro, permanecerão com a cobertura. A regra só vale para contratos que foram firmados a partir de amanhã, 26 de setembro.

A mudança foi aprovada com o intuito de evitar confusão com outro investimento, a Letra Imobiliária Garantida (LIG), que foi regulamentada neste ano pelo Banco Central. Com as novas condições, as LI's perdem atratividade já que concorrem com produtos que podem pagam mais e ainda possuem segurança. As próprias LIG's são exemplos, já que contam com dupla garantia: do banco e de um pool de créditos imobiliários.

Tudo alinhado

Além da questão das LI's, outras mudanças no estatuto e no regulamento do FGC foram feitas pelo CMN para  alinhar o fundo com as normas internacionais.

Uma dessas mudanças atinge a seleção dos conselheiros do FGC, que agora vão ser feitas obrigatoriamente por uma empresa de recrutamento. Já a diretoria será eleita pelo Conselho de Administração, não mais pela assembleia das associadas.

Outras novidades serão a inclusão da reserva contábil nas demonstrações financeiras semestrais e anuais do FGC e a troca de informações sobre instituições financeiras entre fundo e Banco Central.

Falando em instituições financeiras, elas agora serão obrigadas a enviar para seus clientes todos os anos quais os termos de garantias do FGC que elas estão incluídas. A medida é considerada importante para o alinhamento internacional em termos de conhecimento da garantia.

*Com agências de notícias.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies