Menu
2019-04-04T13:51:27-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Novo escândalo

O tempo fechou para o Facebook nesta sexta-feira

Ações da companhia despencaram na Nasdaq após o anúncio de que 50 milhões de contas ficaram expostas à atuação de hackers

28 de setembro de 2018
16:58 - atualizado às 13:51
Logo do Facebook com cadeado representa segurança
Função afetada no site é aquela que permite aos usuários verem como seus perfis aparecem para outras pessoas - Imagem: Shutterstock

A sexta-feira é de pesadelo para quem investe de ações do Facebook - inclusive aqui no Brasil. A gigante da internet se envolveu outra vez em um escândalo envolvendo segurança cibernética e viu seu papel despencar hoje, 28, no mercado americano.

A crise ocorre porque o Facebook descobriu um problema em sua rede de segurança que afetou quase 50 milhões de contas na última terça-feira e deixou usuários expostos à atuação de hackers. A função afetada no site é aquela que permite aos usuários verem como seus perfis aparecem para outras pessoas.

Foi a notícia começar a rodar pelo mercado que rapidamente as ações da empresa negociadas na Nasdaq despencaram mais de 3%. E o tombo não foi solitário: o Twitter pegou carona na crise e teve queda de 2%.

Estancando a sangria

O vice-presidente de gerenciamento de produto do Facebook, Guy Rosen, tentou acalmar (em vão) os investidores dizendo que a empresa já tomou algumas ações para corrigir o problema e acionou as autoridades americanas. Ele comentou também que todas as informações sobre o caso que forem descobertas pela empresa serão publicadas. Um estanca sangria que, pelo menos no curto prazo, não deve funcionar.

*Com agências de notícias.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies