Menu
2018-09-23T21:44:24-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Contraditório

Do hospital, Bolsonaro ataca proposta ‘CPMF’ de seu próprio economista

Em debate na TV Aparecida, Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (PMDB) não pouparam críticas ao presidenciável

21 de setembro de 2018
11:30 - atualizado às 21:44
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (PSL) diz nunca ter cogitado a volta da 'CPMF'Imagem: Shutterstock

Líder nas pesquisas de intenções de voto, Jair Bolsonaro (PSL) não pôde participar do debate entre presidenciáveis na TV Aparecida desta quinta-feira, 20.

Na ocasião, de forma indireta, Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (PMDB) não pouparam críticas ao líder nas pesquisas, tocando na ferida da ideia defendida por seu economista, Paulo Guedes, sobre um imposto unificado. Essa nova tarifa vem sendo chamada de nova 'CPMF', o que Bolsonaro nega.

Na manhã desta sexta-feira, 21, o candidato voltou às redes sociais para se posicionar contra o tributo:

'Pervertida'

"Sou contra a reedição da CPMF porque foi usada de forma pervertida", disse Marina, que retomou as críticas contra Bolsonaro classificando a proposta e a visão do candidato do PSL como "nefasta".

Meirelles, por sua vez, disse que o imposto é um "exemplo do que não pode ser feito" na economia. "Isso é perigoso, é grave, e a população precisa ser alertada por isso", declarou Meirelles, dizendo que não se pode criar novos impostos que prejudiquem os mais pobres.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

tensão nos negócios

Varejo raciona e acusa indústria de reajustar preços

Fornecedores, por sua vez, alegam aumento de demanda e questões operacionais para essa alta, como o custo logístico

baixa pelo coronavírus

Latam reduz operações em 95% em abril

Afetada pela pandemia do novo coronavírus, Latam Airlines Brasil diz que continuará voando para 39 destinos com frequências reduzidas

Maior nível em quase um mês

Ações da Petrobras disparam mais de 10% após Trump sinalizar uma trégua na guerra de preços do petróleo

As ações da Petrobras sobem mais de 10%, na esteira da valorização do petróleo — lá fora, cresce a expectativa quanto a um acordo entre russos e sauditas

Não tão rápido...

Pagamento de benefícios não vale para salários de março, afirma secretário do Trabalho

Questionado sobre a nova MP do governo federal, Dalcolmo disse que o pagamento – que complementa a renda de quem tiver o salário reduzido – diz respeito apenas ao mês já trabalhado

Exile on Wall Street

Investimos em conversas que vão longe

São raros os dias em que tudo cai — ou tudo sobe —, e eles sugerem um mercado irracional, que não sabe bem o que está fazendo.

covid-19 no radar

Fitch reduz previsões de preço do petróleo por coronavírus e excesso de oferta

Para 2021, as novas projeções de preços médios da Fitch são de US$ 42 o barril de WTI e de US$ 45 o barril de Brent. Antes, eram de US$ 45 para o WTI e US$ 48 para o Brent.

dados da receita

Arrecadação de impostos soma R$ 116 bilhões em fevereiro

Impulsionada pelo resultado de janeiro, no primeiro bimestre, a arrecadação federal somou R$ 291,421 bilhões, segundo a Receita

novidade do banco central

BC vai editar circular regulamentando empréstimos com letras financeiras

Ainda haverá um prazo para operacionalização do instrumento. O BC não divulgou uma estimativa de quando, de fato, os empréstimos começarão a ser feitos

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

medida anticrise

Governo calcula que 25 milhões terão salário reduzido para evitar alta acentuada do desemprego; entenda

Num cenário sem as medidas, o governo estima que as demissões poderiam atingir até 12 milhões de trabalhadores; país já tem 12,3 milhões de desempregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements