Menu
2018-09-24T12:03:35-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Recusada

Casino admite ‘namoro’ com Carrefour mas nega fusão

Rede francesa disse que disputa por mercados em comum é principal razão de recusa.

24 de setembro de 2018
6:58 - atualizado às 12:03
Coração partido
Disputa por liderança no mercado francês e brasileiro impediu 'namoro' de gigantesImagem: Shutterstock

O grupo francês Casino confirmou os rumores de mercado de que o Carrefour o vinha procurando para uma possível fusão global.

Mas a rede, que também é francesa e controla o Grupo Pão de Açúcar no Brasil, disse não estar interessada e que teria recusado o convite em uma reunião de seu conselho de administração. A informação é do jornal "Estado de S. Paulo" desta segunda-feira, 24.

Em nota, o Casino disse ter considerado as barreiras para consolidação do negócio no país, que incluem o fato de ambas disputarem a liderança no mercado francês e brasileiro.

Por outro lado

Em uma resposta inusitada, o Carrefour negou nesta manhã ter feito a oferta à Casino e disse "ter ficado surpreso por uma proposta de fusão, que não existe, ter sido submetida ao conselho de administração".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Fechamento

Mercado modera reação à inflação americana e bolsa consegue recuperação parcial; dólar sobe a R$ 5,31

Os investidores respiraram fundo, pegaram um copo d’água e digeriram melhor o choque da pressão inflacionária nos Estados Unidos

Caça às pendências

BNDES quer viabilizar privatização da Eletrobras e refazer leilão de bloco da CEDAE ainda este ano

Além disso, o banco de fomento trabalha em outros 120 projetos de desestatização que podem chegar a um investimento total de R$ 243 bilhões em obras

Oferta secundária à vista?

BNDES vai esperar o ‘melhor momento’ para vender ações da Copel

A BNDESPar, empresa de participações do banco, pretende se desfazer da fatia de 24% que possui das ações Copel

Mais uma para a lista

Mesmo com apoio de grandes investidores, Dotz interrompe processo de IPO

A empresa, que pretendia movimentar R$ 1,1 bilhão com a oferta, citou a atual condição do mercado de capitais brasileiro como o motivo por trás da desistência

Assunto do momento

5 pontos para entender a inflação americana – e o que isso tem a ver com o seu bolso

Só se fala em inflação em disparada nos Estados Unidos. Mas você sabe o que isso realmente significa?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies