Menu
2018-10-29T08:58:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
UNIÃO E 'URGÊNCIA'

O que os bancões falaram sobre a eleição de Bolsonaro

Os presidentes do Santander e Bradesco se manifestaram após o resultado da eleição no Brasil com mensagens que pedem união e urgência na retomada da rota de crescimento do país.

28 de outubro de 2018
22:43 - atualizado às 8:58
Agência do Santander na Alemanha
Imagem: shutterstock

Os presidentes do Santander e Bradesco se manifestaram após o resultado da eleição no Brasil com mensagens que pedem união e urgência na retomada da rota de crescimento do país.

O Bradesco cobra "sentido de urgência" do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para fazer o Brasil voltar a crescer de forma sustentada, de acordo com comunicado divulgado na noite deste domingo comentando o resultado das urnas. "A magnitude das tarefas que temos à frente recomenda sentido de urgência na adoção de ações e medidas que nos direcionem para uma vigorosa e sustentada retomada do crescimento", afirmou o presidente do conselho de administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi.

No mesmo texto, o presidente do banco, Octavio de Lazari Junior, disse que esta foi uma eleição diferente das experiências anteriores que o País teve. "Uma das razões é que ela aconteceu na saída de uma das mais graves crises econômicas já vividas pelo Brasil", disse ele, destacando que isso amplia bastante a "carga de expectativas" em relação ao aumento dos investimentos e criação de empregos.

"O PIB brasileiro nos posiciona entre as economias mais relevantes do planeta", afirma Lazari.

"Temos uma economia diversificada, empresários competitivos, trabalhadores eficientes e instituições republicanas que funcionam em sua plenitude." Nesse cenário, o executivo diz que "nos sentimos revigorados para dar início a um novo ciclo de reformas estruturais no sentido da modernização do Brasil". "Nós, da iniciativa privada, queremos oportunidades para trabalhar, investir e criar empregos", completou ele.

Ainda no texto, Trabuco destaca que as eleições de 2018 "fortaleceram o Brasil em sua condição de uma das maiores democracias do mundo". "Todos os candidatos expuseram suas propostas e a população escolheu o novo presidente da República de maneira livre e soberana", afirmou o executivo, que era presidente do banco antes de Lazari assumir. "Passado com êxito o momento da escolha do novo chefe do Poder Executivo, o Brasil se encontra na posição ideal para superar uma desafiadora agenda de questões econômicas, nas quais o emprego, a geração de renda e a capacidade de investimentos se tornam pontos centrais e consensuais."

Santander

Já o presidente do Santander no Brasil, Sérgio Rial, cumprimentou o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pela vitória nas urnas e afirmou que, terminada a campanha eleitoral, é preciso união para trazer o Brasil rapidamente para o século 21 e "abandonar dinâmicas doutrinárias do século passado", de acordo com comunicado enviado à imprensa na noite deste domingo, 28.

"Necessitamos que todos nós, brasileiros e brasileiras, nos juntemos para o bem do nosso País, tentando ajudar a nova administração, sem com isso deixar de pautar visões diferentes, mas fazendo-o com propostas construtivas", afirma o executivo. "Desejamos ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, muito êxito e equilíbrio na missão que lhe foi confiada de governar o Brasil e buscar o desenvolvimento econômico sustentável, com justiça e equidade social."

Ainda no texto, Rial destaca que "estamos no meio de uma maiores revoluções da história econômica recente, promovida, entre outras coisas, pela inovação tecnológica". "Cabe a cada um de nós trazer o Brasil rápido para o século 21 e abandonar dinâmicas doutrinárias do século passado", observa o presidente do Santander. "O Brasil tem pressa, e mais ainda aqueles que precisam e merecem ter oportunidades", conclui o comunicado, destacando que o Santander vai seguir "acreditando, investindo e apoiando" os clientes e o Brasil.

* Com Estadão Conteúdo
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314

governo diante da crise

Bolsonaro atrasa promessas contra covid-19

Foram 17 compromissos sobre medidas de combate à pandemia entre 17 de março e 21 de abril. Dessas, 41% não foram cumpridas integralmente

crise em debate

Na China, preço do minério de ferro dispara 24%

Negociadores temem que a situação da pandemia por aqui provoque interrupções na cadeia de fornecimento do material

em meio à pandemia

Em Brasília, Bolsonaro vai a manifestação contra STF; São Paulo tem ato pró-democracia

Supremo tem sido alvo de ataques por parte do presidente após a Corte autorizar o cumprimento de mandados de busca e apreensão de aliados

conflito entre poderes

Ministro do STF compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas querem ditadura

Em mensagem a ministros da corte, Celso de Melo diz que “é preciso resistir à destruição da ordem democrática”, segundo informações obtidas pela Folha de S. Paulo

histórico

SpaceX, de Elon Musk, chega à Estação Espacial; veja vídeo

Empresa finalizou primeira parte da missão espacial com astronautas da Nasa; operação deve abrir caminho para futuras viagens, inclusive turísticas

caos no país

EUA têm quinta noite seguida de protestos; ao menos 20 cidades declaram toque de recolher

Manifestações insurgiram após a morte de um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco no último dia 25; total de prisões é de 1,7 mil

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements