Menu
2018-10-29T08:58:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
UNIÃO E 'URGÊNCIA'

O que os bancões falaram sobre a eleição de Bolsonaro

Os presidentes do Santander e Bradesco se manifestaram após o resultado da eleição no Brasil com mensagens que pedem união e urgência na retomada da rota de crescimento do país.

28 de outubro de 2018
22:43 - atualizado às 8:58
Agência do Santander na Alemanha
Imagem: shutterstock

Os presidentes do Santander e Bradesco se manifestaram após o resultado da eleição no Brasil com mensagens que pedem união e urgência na retomada da rota de crescimento do país.

O Bradesco cobra "sentido de urgência" do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para fazer o Brasil voltar a crescer de forma sustentada, de acordo com comunicado divulgado na noite deste domingo comentando o resultado das urnas. "A magnitude das tarefas que temos à frente recomenda sentido de urgência na adoção de ações e medidas que nos direcionem para uma vigorosa e sustentada retomada do crescimento", afirmou o presidente do conselho de administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi.

No mesmo texto, o presidente do banco, Octavio de Lazari Junior, disse que esta foi uma eleição diferente das experiências anteriores que o País teve. "Uma das razões é que ela aconteceu na saída de uma das mais graves crises econômicas já vividas pelo Brasil", disse ele, destacando que isso amplia bastante a "carga de expectativas" em relação ao aumento dos investimentos e criação de empregos.

"O PIB brasileiro nos posiciona entre as economias mais relevantes do planeta", afirma Lazari.

"Temos uma economia diversificada, empresários competitivos, trabalhadores eficientes e instituições republicanas que funcionam em sua plenitude." Nesse cenário, o executivo diz que "nos sentimos revigorados para dar início a um novo ciclo de reformas estruturais no sentido da modernização do Brasil". "Nós, da iniciativa privada, queremos oportunidades para trabalhar, investir e criar empregos", completou ele.

Ainda no texto, Trabuco destaca que as eleições de 2018 "fortaleceram o Brasil em sua condição de uma das maiores democracias do mundo". "Todos os candidatos expuseram suas propostas e a população escolheu o novo presidente da República de maneira livre e soberana", afirmou o executivo, que era presidente do banco antes de Lazari assumir. "Passado com êxito o momento da escolha do novo chefe do Poder Executivo, o Brasil se encontra na posição ideal para superar uma desafiadora agenda de questões econômicas, nas quais o emprego, a geração de renda e a capacidade de investimentos se tornam pontos centrais e consensuais."

Santander

Já o presidente do Santander no Brasil, Sérgio Rial, cumprimentou o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pela vitória nas urnas e afirmou que, terminada a campanha eleitoral, é preciso união para trazer o Brasil rapidamente para o século 21 e "abandonar dinâmicas doutrinárias do século passado", de acordo com comunicado enviado à imprensa na noite deste domingo, 28.

"Necessitamos que todos nós, brasileiros e brasileiras, nos juntemos para o bem do nosso País, tentando ajudar a nova administração, sem com isso deixar de pautar visões diferentes, mas fazendo-o com propostas construtivas", afirma o executivo. "Desejamos ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, muito êxito e equilíbrio na missão que lhe foi confiada de governar o Brasil e buscar o desenvolvimento econômico sustentável, com justiça e equidade social."

Ainda no texto, Rial destaca que "estamos no meio de uma maiores revoluções da história econômica recente, promovida, entre outras coisas, pela inovação tecnológica". "Cabe a cada um de nós trazer o Brasil rápido para o século 21 e abandonar dinâmicas doutrinárias do século passado", observa o presidente do Santander. "O Brasil tem pressa, e mais ainda aqueles que precisam e merecem ter oportunidades", conclui o comunicado, destacando que o Santander vai seguir "acreditando, investindo e apoiando" os clientes e o Brasil.

* Com Estadão Conteúdo
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

olho nos números

Taxa do cheque especial cai para 302,5% em dezembro

Desde julho de 2018, os bancos estão oferecendo um parcelamento para dívidas no cheque especial. A opção vale para débitos superiores a R$ 200.

balanço

Crise do 737 Max faz Boeing ter o primeiro ano de prejuízo desde 1997

Empresa perdeu US$ 636 milhões em 2019, após apresentar prejuízo de US$ 1,01 bilhão no quarto trimestre – analistas esperavam por lucro de US$ 636 milhões no período

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Expectativa

Ibovespa abre em alta e dólar fica estável; mercados aguardam a decisão de juros nos EUA

Sem tirar o coronavírus do radar, o Ibovespa acompanha o exterior e opera em leve alta, aguardando o parecer do Federal Reserve em relação à taxa de juros nos EUA

no balanço

Santander Brasil tem lucro de R$ 14,5 bilhões em 2019, e aumenta a participação nos ganhos do grupo

Filial brasileira divulgou resultados do quarto trimestre; lucro chegou a R$ 3,7 bilhões, avançando 9,49%; retorno sobre patrimônio bate 21,3%

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

A elite financeira do país se reúne em um evento do banco Credit Suisse para discutir a economia. Um dos sócios de uma das gestoras mais renomadas do país disse que a maioria das ações do Ibovespa está cara. Nos mercados, as atenções se dividem entre o avanço do coronavírus e a decisão de hoje do Federal […]

auditoria da auditoria?

Bolsonaro vê ‘coisa esquisita’ no BNDES e Montezano deve se explicar nesta quarta

Banco gastou R$ 48 milhões em auditoria; atual presidente autorizou aditivo do contrato inicial

Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

pode não acontecer

Auditoria em contrato com a Odebrecht pode ser abortada

Após a auditoria do BNDES nas operações da JBS apontar inexistência de indícios de irregularidade e gastar R$ 48 milhões, avaliação é que “não faz mais sentido” gastar recursos

conflito internacional

Trump revela ‘plano de paz’ para Oriente Médio; palestinos são contrários ao projeto

Israel teria controle sobre a totalidade de Jerusalém como sua capital. O plano também propõe a criação de uma capital da Palestina na periferia a leste de Jerusalém

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements