Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:01:07-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Moody's

Firmes e estáveis: as perspectivas para os bancos brasileiros nos próximos meses

Agência de risco afirma que a recuperação da economia dará suporte ao crescimento do setor nos próximos trimestres

26 de setembro de 2018
15:05 - atualizado às 14:01
Agência de classificação de risco Moody's
Recuperação da economia será plano de fundo para o crescimento bancário do BrasilImagem: Shutterstock

No que depender das estimativas da Moody's, o sistema bancário do Brasil se manterá firme no médio prazo. Um relatório divulgado nesta quarta-feira pela agência de classificação de risco trouxe uma perspectiva estável para o setor. Segundo a agência, a recuperação da economia será o suporte ao risco e à rentabilidade dos bancos à medida que o volume de negócios cresce.

"A confiança do consumidor e do empresário está melhorando lentamente e a alavancagem das corporações e das famílias continua diminuindo. A recuperação econômica, inflação e juros baixos criam oportunidades para que os bancos expandam o crédito, em linha com crescimento do PIB", ressaltou em nota a vice-presidente sênior da Moody's, Ceres Lisboa.

Rentabilidade estável, porém limitada

O relatório da Moody's também apontou para uma estabilidade da rentabilidade dos bancos apoiada na queda do custo de risco em relação aos anos anteriores. Isso deve compensar parcialmente o cenário de juros baixos do país. Por falar em juros pequenos, eles serão os responsáveis por limitar as margens de lucro nos próximos trimestres.

*Com agências de notícias.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Debaixo do tapete

Cadê o teto que estava aqui? Sumário das contas públicas do Tesouro exclui avaliações sobre cenário fiscal após drible na regra

O documento já foi usado como instrumento para recados duros em outros momentos delicados, em que houve grande pressão para abrir a porteira dos gastos

Juros em alta

Rumo aos 6% + IPCA? Taxas do Tesouro Direto sobem forte após Copom, e títulos atrelados à inflação já pagam mais de 5,5% a.a. de juro real

Com alta da Selic para 7,75%, juros futuros dispararam nesta quinta, fazendo taxas do Tesouro Direto subirem ainda mais

De olho na estatal

Após novas falas de Bolsonaro sobre privatização, CVM vai investigar a Petrobras (PETR4)

A autarquia abre processo administrativos quando entende que precisa acompanhar os desdobramentos de algum assunto

ENRIQUEÇA ATÉ 2024

‘Investir muito em Bitcoin é coisa de imbecil’: estes 14 investimentos já dispararam até 1300% e têm potencial para te deixar rico

Apesar do hype das criptomoedas, existem outras ‘pechinchas exponenciais’ que estão fora do radar de muitos investidores; conheça

Um brinde

A Ambev (ABEV3) nunca vendeu tanta cerveja como no 3º trimestre. E as ações disparam na bolsa

A gigante de bebidas registrou lucro líquido de R$ 3,6 bilhões no terceiro trimestre, alta de 50% e acima do esperado pelo mercado. Hora de comprar a ação?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies