IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-04T14:01:07-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Moody's

Firmes e estáveis: as perspectivas para os bancos brasileiros nos próximos meses

Agência de risco afirma que a recuperação da economia dará suporte ao crescimento do setor nos próximos trimestres

26 de setembro de 2018
15:05 - atualizado às 14:01
Agência de classificação de risco Moody's
Recuperação da economia será plano de fundo para o crescimento bancário do BrasilImagem: Shutterstock

No que depender das estimativas da Moody's, o sistema bancário do Brasil se manterá firme no médio prazo. Um relatório divulgado nesta quarta-feira pela agência de classificação de risco trouxe uma perspectiva estável para o setor. Segundo a agência, a recuperação da economia será o suporte ao risco e à rentabilidade dos bancos à medida que o volume de negócios cresce.

"A confiança do consumidor e do empresário está melhorando lentamente e a alavancagem das corporações e das famílias continua diminuindo. A recuperação econômica, inflação e juros baixos criam oportunidades para que os bancos expandam o crédito, em linha com crescimento do PIB", ressaltou em nota a vice-presidente sênior da Moody's, Ceres Lisboa.

Rentabilidade estável, porém limitada

O relatório da Moody's também apontou para uma estabilidade da rentabilidade dos bancos apoiada na queda do custo de risco em relação aos anos anteriores. Isso deve compensar parcialmente o cenário de juros baixos do país. Por falar em juros pequenos, eles serão os responsáveis por limitar as margens de lucro nos próximos trimestres.

*Com agências de notícias.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Governo eleito

Alckmin avisa que anúncio de novo ministro da Fazenda está próximo

26 de novembro de 2022 - 16:11

Em evento com empresários, vice-presidente eleito prometeu ajuste fiscal permanente e conjunto de reformas

Troca ou devolução

Comprou na Black Friday e se arrependeu? Veja quais são seus direitos

26 de novembro de 2022 - 11:59

O excesso de compras para aproveitar as oportunidades da Black Friday podem se transformar numa ‘ressaca’ no cartão de crédito

Recomendação de compra

Cielo (CIEL3) já dobrou de preço, mas ainda pode subir mais de 50% na bolsa, diz Santander. Confira detalhes

26 de novembro de 2022 - 9:48

Analistas do banco veem a Cielo (CIEL3) com vantagem competitiva em relação a adquirentes como Stone e PagSeguro

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: PIB do 3º trimestre no Brasil e payroll nos EUA são destaques de semana cheia

26 de novembro de 2022 - 8:11

A agenda econômica estará carregada nesta semana, com dados importantes de atividade e inflação a serem divulgados no mundo

Aperte o play!

Só acaba quando termina: Lula talvez não consiga gastar tanto assim; como isso mexe com seus investimentos?

26 de novembro de 2022 - 8:00

No podcast Touros e Ursos desta semana, PEC da Transição, Haddad na Fazenda, Petrobras e, é claro, futebol

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies