Menu
2019-07-22T17:14:04-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Medidas

Multa de 40% sobre o saldo do FGTS não será tratada agora, diz secretário de Fazenda

Waldery Rodrigues não apresentou detalhes, mas afirmou que a diretriz das medidas que serão apresentadas na semana é melhorar o acesso aos recursos do fundo

22 de julho de 2019
17:14
FGTS
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que mudanças ou mesmo o fim da multa de 40% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) quando de demissão sem justa causa não será tratada agora.

Rodrigues afirmou que a diretriz das medidas que serão detalhadas ainda nesta semana é buscar uma melhoria no acesso dos trabalhadores aos recursos do fundo, que têm uma remuneração “aquém do devido”.

O secretário também afirmou que a capacidade de financiamento dos setores de construção civil, saneamento e infraestrutura, que têm acesso a parte dos recursos do FGTS, será preservado na íntegra, em função da importância para geração de empregos.

Ainda sobre o tema, Rodrigues disse que teremos medidas de curto prazo e alterações estruturais. “Não é uma reprise do que foi feito tempos atrás”, disse, em referência à liberação de contas inativas do FGTS feita no governo Michel Temer em 2017.

Segundo Rodrigues, o impacto será “substancial” e “considerável” na economia. Sem dar detalhares, ele falou que haverá liberação de recursos aos cotistas e medidas estruturais.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Voo de galinha?

Questionado se a liberação não resultaria em mais um voo de galinha da economia, Rodrigues disse que boa parte do problema fiscal no qual estamos envolvidos, exige transparência, prudência e olhar para medida que mudem a economia.

“Erros aconteceram por exagerar no lado da demanda. O que buscamos são medidas que deem crescimento sustentado do PIB”, afirmou.

Para Rodrigues, essa mudança estrutural acontecerá com alterações no lado da despesa. Como exemplo, ele citou a reforma da Previdência e controle nos gastos com pessoal. Também foram elencadas medidas para reduzir a rotatividade no mercado de trabalho. “Serão medias que trarão soluções não só no curto prazo, mas que permitam que o PIB potencial passe a ter um outro patamar”, explicou.

Rodrigues falou sobre o tema durante a coletiva para explicar o contingenciamento de R$ 1,4 bilhão do Orçamento para cumprir a meta de déficit primário de 2019.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

VENDA DE AÇÕES

Cofundador da Uber vende cerca de US$ 166 milhões em ações da gigante em dezembro

O fundador de 43 anos fez a venda de mais de 5,8 milhões de papéis da Uber nos últimos três dias úteis desta semana

MAIS LIDAS

O bilionário sem dinheiro

O que eu vou falar agora pode parecer contraditório. Muita gente rica tem a grana curta. O bilionário Elon Musk é um caso clássico disso. É que 99% da sua fortuna está aplicada em ações da Tesla, a montadora de carros elétricos criada por ele. Dinheiro na conta ele tem pouco (certamente muito mais do […]

ADIADA

Governo adia para 2021 fim de taxa em aeroportos

De acordo com ele, a proposta será incluída apenas na Lei Orçamentária Anual de 2021, portanto, a taxa será mantida no ano que vem

Boas novas

SulAmérica vai pagar R$ 110 milhões em juros sobre capital próprio

O pagamento foi aprovado pelo conselho de administração da companhia e terão direito os acionistas na base da empresa em 18 de dezembro, com as ações sendo negociadas “ex” juros a partir do dia seguinte

acordo

Governo brasileiro avalia positivamente acordo entre EUA e China

Para Marcos Troyjo, as vantagens que o Brasil terá com o fim das incertezas causadas pela guerra comercial entre os dois países superam qualquer ganho pontual de mercado que o País teve com a disputa

ALÔ, ACIONISTA!

B3 vai pagar R$ 389 milhões de juros sobre capital próprio

O pagamento de JCP também é uma forma de distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, os Juros sobre Capital Próprio beneficiam a empresa

Projeções para 2020

Os melhores investimentos do mundo: as apostas da BlackRock para 2020

Entre os ativos preferidos da gestora global para o ano que vem estão as ações e os títulos de renda fixa dos mercados emergentes

MUDANÇAS À VISTA?

Concessionária de Viracopos ‘sinaliza’ com processo de devolução, diz ministro

No fim de novembro, a Aeroportos Brasil, administradora de Viracopos, protocolou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as considerações finais do processo de caducidade (extinção) do terminal de Campinas

Leilões

Governo projeta até 44 leilões para 2020, incluindo a rodovia presidente Dutra

Em 2019, segundo o ministro, o governo realizou 27 licitações. Foram 13 terminais portuários, um trecho da Ferrovia Norte-Sul, as rodovias BR-364 e 365 e 12 aeroportos

O Ibovespa e o eu do futuro

A Helena, minha filha de nove anos, e os amigos da escola decidiram escrever uma carta para o “eu do futuro” como trabalho de final de ano – hoje é o último dia de aula. Eu nunca tive esse tipo de atividade quando criança, mas já pensei várias vezes em como seria fazer algo do […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements