Menu
2019-02-03T11:26:03+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
De olho na aprovação da reforma

Futuro da Casa é decidido! Senador Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado e fala sobre reformas

Os senadores Major Olimpio (PSL-SP), Alvaro Dias (PODE-PR) e Renan Calheiros (MDB -AL) desistiram, assim como a senadora Simone Tebet (MDB-MS)

2 de fevereiro de 2019
13:09 - atualizado às 11:26
senado
Senado - Imagem: Alessandro Dantas/Fotos Públicas

Após uma sessão conturbada e com duas votações, o senador de Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito presidente do Senado no fim da noite deste sábado (2). O escolhido recebeu 42 votos. Ao todo, 77 senadores votaram.

A decisão é importante porque pode impactar na articulação e consequente aprovação da Reforma da Previdência. E o senador foi enfático quanto à elas.

Ele disse que "vai enfrentar com urgência. Repito, com urgência, as reformas que o país precisa". O senador acrescentou ainda que "não tenho dúvida que a prioridade será votarmos a reforma da Previdência".

A eleição de Alcolumbre teve duas votações porque, durante a primeira, a Mesa Diretora constatou que havia 82 cédulas, em vez de 81. Por causa disso, os senadores foram chamados novamente para confirmar os seus votos em uma segunda votação.

Renan desiste

Depois de uma série de polêmicas, alguns senadores optaram por declarar o seu voto, o que desagradou o senador Renan Calheiros (MDB-MS). Ele era um dos candidatos mais fortes para assumir o posto, mas perdeu para o seu maior adversário.

O senador alagoano disse que "queriam abrir o voto para constranger a maioria. Então, paciência".

Em seguida, ele ainda comentou que o processo tinha sido deslegitimado e que iria recorrer ao Supremo Tribunal Federal.

"O próximo passo é o STF, sem o carro e sem o sargento. Retiro a postulação porque entendo que o Davi não é o Davi. É o Golias. Davi, sou eu", declarou Calheiros.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Candidatos

A votação para presidente do Senado começou com nomes como Fernando Collor (PROS-AL), José Reguffe (Sem partido - DF), Major Olimpio (PSL-SP), Alvaro Dias (PODE-PR), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Renan Calheiros (MDB -AL) e Esperidião Amin (PP-SC), além de Simone Tebet (MDB-MS), que concorreu por meio de uma candidatura avulsa.

Mas, ao longo da sessão, a senadora Simone Tebet, assim como os senadores Major Olimpio e Alvaro Dias desistiram para apoiar a candidatura de Alcolumbre.

Votação aberta

Depois da polêmica no Senado que estabeleceu ontem (1) o voto aberto para a eleição da presidência do Senado, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, decidiu neste sábado (2) atender um pedido formulado pelos partidos Solidariedade e MDB para que a votação volte a ser secreta.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Nova cartada

Trump contra-ataca e anuncia um aumento nas tarifas sobre importações chineses

O presidente dos Estados Unidos anunciou a elevação das tarifas de importação sobre produtos da China, elevando a tensão no front da guerra comercial

Seu Dinheiro na sua noite

O Buraco do Twitter

O vale de Jackson Hole (Buraco do Jackson, para os íntimos) já serviu de cenário para as filmagens de Rocky 4. Em plena guerra fria, Sylvester Stallone usou a paisagem coberta de neve das montanhas que ficam no estado norte-americano do Wyoming para emular a Sibéria. Para quem acompanha o mercado financeiro, o lugar é […]

Estreitando relações

Bolsonaro anuncia acordo de livre comércio entre Mercosul e 4 países europeus

Anúncio foi comemorado por entidades diretamente envolvidas, como a Confederação Nacional da Indústria

Câmbio

BC ofertará até US$ 11,6 bilhões no mercado à vista a partir de 2 de setembro

Leilões serão iguais aos feitos ao longo desta semana, com o BC trocando swaps por dólar à vista a depender da demanda de mercado

Relação abalada

Maia volta a disparar contra Bolsonaro e diz que país vive ‘quase um Estado autoritário’, inclusive no Meio Ambiente

Presidente da Câmara também classificou como desculpa as ameaças da Europa sobre a questão das queimadas na Amazônia

OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: No meio da guerra tinha um banco central

Seu Dinheiro traz em podcast um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

Seguindo a Caixa...

Banco do Brasil pode adotar linha de crédito imobiliário atrelada ao IPCA

Se confirmado, novo tipo e crédito se somaria às novas linhas com taxas mais baixas para prazos de financiamento menores

Economia em dificuldades

Incertezas com Brexit e quadro global pesam no Reino Unido, diz Carney

Presidente do BoE afirmou que a economia do Reino Unido poderia ter várias reações, a depender dos progressos no Brexit

Deu a louca no gerente

Caixa vai vender todas as participações não estratégicas, diz presidente

Pedro Guimarães também voltou a mencionar que a Caixa vai “despedalar” os Instrumentos Híbridos de Capital de Dívida

Ela não para!

Caixa avalia mudança para taxa prefixada no financiamento imobiliário

Banco está avaliando excluir todo tipo de indexador e adotar taxa prefixada para o financiamento da casa própria

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements