🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O SEU CAPITAL POR 7,5X COM 1 CLIQUE – CONHEÇA A FERRAMENTA

Dani Alvarenga
SUPER IA?

SoftBank anuncia emissão de títulos para pagar dívida bilionária – empresa quer entrar na corrida da inteligência artificial (IA); ações disparam em NY

O SoftBank opera com cautela no mercado de tecnologia após quedas nas receitas. Mas a empresa japonesa parece estar pronta para entrar na corrida da inteligência artificial

Dani Alvarenga
28 de junho de 2024
14:49 - atualizado às 13:26
Masayoshi Son, fundador do SoftBank, fala do desempenho do Vision Fund e do banco como um todo em 2021
Masayoshi Son, fundador do SoftBank - Imagem: Divulgação SoftBank

A situação financeira da empresa japonesa SoftBank vem mostrando sinais de recuperação desde março, quando a multinacional voltou a reportar lucro. Agora, a companhia quer pagar as dívidas e entrar na corrida da inteligência artificial (IA).

O SoftBank anunciou nesta sexta-feira (28) que planeja captar US$ 1,86 bilhão através de títulos de dívida privada, emitidos em dólar e em euro.

Segundo o comunicado, a empresa irá emitir US$ 900 milhões em bonds em dólar e US$ 962,8 em títulos em euro, ambos divididas em duas parcelas. As taxas de juros dos investimentos vão variar entre 5,4% e 7%. 

De acordo com o SoftBank, a captação de recursos visa o “pagamento de dívidas e propósitos corporativos”. O anúncio, porém, vem em meio a indícios de que a empresa planeja entrar na corrida da inteligência artificial.

Isso porque, na última sexta-feira (21), Masayoshi Son, CEO do SoftBank, afirmou que o propósito da empresa seria a criação do que ele chamou de “Super Inteligência Artificial”.

De acordo com ele, a tecnologia será 10 mil vezes mais inteligente que os humanos e surgirá em uma década.

Após o anúncio da emissão de títulos de dívida privada, as ações da empresa dispararam em Nova York, chegando a subir 3,15% na manhã desta sexta-feira (28). Às 13h30, os papéis apresentavam alta de 2,30%.

Recuperação do SoftBank

Em 2017, o SoftBank lançou o fundo de investimento Vision Fund, considerado o maior fundo voltado para o setor de tecnologia.

Na época, o Vision Fund, voltado especialmente para companhias em estágio inicial, vinha surfando o boom das empresas de tecnologia. No entanto, com a alta das taxas de juros globais e a desaceleração no setor, os resultados do fundo passaram a apresentar sequência de quedas.

No ano fiscal de 2021, o Vision Fund teve perda de 3,5 trilhões de ienes (US$ $ 27,4 bilhões, na época).

Já no ano fiscal encerrado em março de 2023, o fundo de investimentos do SoftBank publicou prejuízo histórico de 4,4 trilhões de ienes (US$ 32 bilhões).

Após a divulgação dos números, o CEO afirmou que o Vision Fund passaria a operar em modo “defensivo” e de forma mais conservadora em relação aos investimentos.

No ano fiscal encerrado em março de 2024, o fundo de investimento registrou primeiro ganho anual em 3 anos, com lucro 724,3 bilhões de ienes (US$ 4,6 bilhões).

Os ganhos apresentados pelo Vision Fund também foram impulsionados pelo aumento do valor de investimentos importantes do SoftBank, como a ByteDance, fundadora do TikTok, e a DoorDash, empresa norte-americana de entrega de alimentos.

Novo carro na pista: SoftBank na corrida da inteligência artificial

Com a sequência de resultados negativos e a postura mais conservadora do SoftBank, a empresa não entrou com intensidade na disputa pela inteligência artificial.

Enquanto investidores de tecnologia se voltaram para empresas fabricantes de chips e tecnologia de IA, o SoftBank ficou de fora. O Vision Fund optou por investir em incorporar ferramentas de inteligência artificial, em vez de produzi-las.

No entanto, o Vision Fund vem sugerindo que quer aumentar os investimentos em empresas de IA.

Em setembro de 2023, a empresa de chips do SoftBank, a Arm, estreou na bolsa de valores norte-americana Nadasq

O IPO contribuiu para os ganhos do Vision Fund no ano fiscal de 2023. A companhia vendeu 95,5 milhões de ações, no valor de US$ 51 cada.

* Com informações da CNBC, Uol e Financial Times

Compartilhe

SAIU!

Privatização da Sabesp (SBSP3): a maior oferta de saneamento da história movimenta R$ 14,8 bilhões; confira os detalhes da operação

19 de julho de 2024 - 6:14

A demanda total do mercado pelas ações da Sabesp chegou a R$ 187 bilhões — 53% foram ordens de investidores estrangeiros e o restante de gestoras locais

A MALA TÁ FEITA

Com data para deixar a B3, Cielo (CIEL3) recebe aval dos membros independentes do conselho para OPA

18 de julho de 2024 - 20:02

Leilão marcado para o dia 14 de agosto tem como objetivo vender 902.247.285 ações ordinárias da companhia a R$ 5,60

PERTO DO LIMITE?

Ambipar (AMBP3): Mercado faz contas e especula se controlador pode ser obrigado a fazer OPA

18 de julho de 2024 - 19:13

No entendimento de parte do mercado, Tércio Borlenghi Júnior já ultrapassou o limite de um terço das ações em circulação da Ambipar (AMBP3) em compras

FUSÕES E AQUISIÇÕES

De olho no sucesso de óculos inteligentes, Meta quer um pedaço da EssilorLuxottica, dona da Ray-Ban

18 de julho de 2024 - 17:00

Companhia de Mark Zuckerberg negocia a aquisição de 5% da empresa, participação avaliada em cerca de US$ 5 bilhões

VALE A PENA?

A ação da Vale (VALE3) está barata? Papel está descontado em relação a gigantes gringas; saiba se é hora de aproveitar

18 de julho de 2024 - 15:47

O Itaú BBA calcula um preço-alvo de US$ 14 para os ADRs da mineradora, o que representa um potencial de valorização de 24,8% sobre o fechamento de quarta-feira (17)

IA EM FOCO

Depois da tempestade, setor de chips e semicondutores de Inteligência Artificial (IA) respira após balanço da TSMC

18 de julho de 2024 - 13:48

Empresa taiwanesa ampliou lucro em 36% no segundo trimestre e superou as expectativas, com forte demanda por chips

AQUISIÇÃO

De olho nas importações, BTG Pactual (BPAC11) adquire capital social da Sertrading, empresa de patrimônio de quase R$ 400 milhões

18 de julho de 2024 - 9:46

De acordo com o comunicado enviado à CVM, em quatro anos, o volume transacionado em operações de comércio exterior passou de R$ 5 bilhões para R$ 19 bilhões

EMPREENDEDORISMO

Novo visual e mudança de nome: as apostas da Grendene (GRND3) para conquistar franqueados e abrir mais lojas da Melissa

18 de julho de 2024 - 9:09

Um ano após internalizar a gestão de franquias, a marca famosa por suas sandálias de plástico com aroma de tutti-frutti também lançará novos formatos de lojas

APÓS A CRISE

Lemann e sócios recalculam a rota: Americanas (AMER3) adia publicação do balanço após laudo de investigação independente

18 de julho de 2024 - 7:33

A publicação dos resultados ficou para o dia 14 de agosto, quando também serão divulgados os números do período até 30 de junho

MAIS UM PASSO

Agora vai? Grupo de credores da Americanas (AMER3) adere ao plano de recuperação judicial e abre caminho para novas emissões e pagamentos

17 de julho de 2024 - 20:27

Segundo a varejista, os credores titulares da maioria dos créditos quirografários — aqueles sem garantia — aderiram às deliberações sobre o plano de recuperação judicial do grupo, homologado em 26 de fevereiro de 2024

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar