🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
TUDO OU NADA?

Quem vai ficar com ela? Petrobras (PETR4) abre o jogo sobre a compra de 100% da Braskem (BRKM5)

A possibilidade de a estatal ficar com todo o controle da petroquímica voltou a ser discutida pelo mercado depois que a petrolífera dos Emirados Árabes Unidos desistiu do negócio, colocando o processo de venda de volta à estaca zero

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
14 de maio de 2024
17:05 - atualizado às 18:45
Vista da então nova unidade da Braskem Petroquímica, em Paulínia, São Paulo. Petrobras (PETR3 e PETR4) e Novonor são as principais acionistas da Braskem (BRKM5) | Dividendos
Imagem: Estadão Conteúdo/Alex Silva

A Braskem (BRKM5) já foi apontada como a joia da coroa do que um dia foi o império da Novonor (antiga Odebrecht). Mas a venda da participação que o grupo detém na petroquímica vem se revelando um negócio cada vez mais complexo — e pode acabar no colo da Petrobras (PETR4)

Vários nomes já anunciaram o interesse na Braskem. Entre eles, a Unipar e a J&F, holding que controla a gigante de alimentos JBS.

Mas quem chegou mais perto de avançar nas negociações foi a Adnoc. Em novembro, a petrolífera dos Emirados Árabes Unidos avaliou a participação em R$ 10,5 bilhões. Só que no começo do mês, a Adnoc desistiu do negócio, colocando o processo de venda da petroquímica de volta à estaca zero. 

Na ocasião da desistência dos Emirados Árabes Unidos — que não teve explicação oficial até o momento — as ações da Braskem chegaram a cair mais de 15%. 

Nesta terça-feira (14), os papéis fecharam em alta de 2,47%, cotados a R$ 19,50. Mas, no ano, acumulam perda de 10,5%. Acompanhe nossa cobertura ao vivo dos mercados

  • Gigantes estatais têm os bastidores revelados. Ex-líderes se reúnem e “abrem o jogo” sobre experiência na Petrobras, Eletrobras e Caixa. Descubra tudo ao vivo, participando do evento “Elas Revolucionaram as Estatais” no dia 28/05.  Retire seu ingresso gratuito aqui. 

Quem vai ficar com a Braskem?

Após a desistência dos árabes, a antiga Odebrecht informou que segue comprometida com a venda da participação na Braskem — que pode acabar ficando com a Petrobras de vez.

A estatal possui 47% do capital com direito a voto da petroquímica e tem direito de preferência de compra da participação da Novonor, que possui 50,1% das ações.

Vale lembrar ainda que, além da Petrobras, a negociação para a venda precisa passar pelos bancos credores, que possuem ações da petroquímica em garantia de empréstimos. A Novonor está em recuperação judicial desde 2020.

Nesta terça-feira (14), durante teleconferência de resultados da petroleira, o diretor executivo financeiro da petroleira, Sergio Caetano Leite, disse que a estatal pode comprar 100% da petroquímica, embora tenha ressaltado que o cenário não é o ideal. 

“Muito tem se falado sobre a aquisição total da Braskem, mas não é um cenário ideal. Esse cenário só acontecerá em caso de extrema necessidade”, disse Leite. 

“Em caso de risco extremo, a Petrobras não vai deixar o negócio se deteriorar”, acrescentou o executivo, reafirmando que o aumento do endividamento da estatal não é uma questão em jogo neste momento. 

Embora tenha colocado a compra da fatia da Braskem como um cenário extremo, a Petrobras fez a lição de casa na avaliação das condições da petroquímica e de seus ativos. 

“Fizemos nossa due diligence, com a equipe técnica visitando todas as plantas da Braskem para termos uma visão clara da situação da petroquímica e do potencial que ela tem”, afirmou o diretor da Petrobras.

O governo está de olho nessa venda, mas ela é positiva para a Petrobras?

A Novonor corre para vender sua fatia na Braskem de olho na quitação de dívidas de R$ 15 bilhões com bancos. 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem estimulado que a transação seja feita para salvar a empresa e aumentar a participação da Petrobras no setor. 

Na semana passada, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, chegou a dizer que a estatal pretende igualar a participação na Braskem com um sócio experiente no segmento, exercendo um controle compartilhado na petroquímica. 

Para Ruy Hungria, analista da Empiricus Research, a Petrobras tem expertise em Exploração & Produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas, segmentos nos quais consegue obter retornos muito superiores do que conseguiria no setor petroquímico. 

“Além disso, é importante lembrar que a Braskem vem enfrentando severos problemas ambientais em Alagoas, o que também atrapalha as perspectivas da companhia”, afirma. 

Compartilhe

REPORTAGEM ESPECIAL

Pão de Açúcar (PCAR3) volta às origens e tenta se reinventar após “desmanche” no fim da era Casino

21 de maio de 2024 - 6:19

Situação do Pão de Açúcar pode mudar à medida que a atual administração consiga trazer a operação de volta à rentabilidade; saiba o que esperar das ações da rede de supermercados

AVAL DOS MUNICÍPIOS

Sinal verde para privatização: Municípios de SP aprovam “último passo” para desestatizar a Sabesp (SBSP3)

20 de maio de 2024 - 18:47

No passo final do processo de desestatização, centenas de prefeitos de São Paulo assinaram um contrato unificado com a companhia de saneamento

DE OLHO NAS REDES

Interferência na Petrobras ainda vai longe? Os planos de Lula para a empresa não agradam nem um pouco o mercado — e agora? 

20 de maio de 2024 - 18:11

Os ruídos dentro na Petrobras (PETR4) não são de agora e a principal preocupação do investidor de PETR4 é a influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na estatal.  Enquanto o governo quer que a estatal faça cada vez mais investimentos, o mercado enxerga que isso pode ser um perigo, dado o risco de […]

ENTENDA O IMBRÓGLIO

Vibra (VBBR3) compra seu edifício-sede no Rio, mas transação causa impasse para investidores de CRI e fundos imobiliários

20 de maio de 2024 - 17:02

Não se trata de um calote como os vistos no mercado de CRI no ano passado, mas sim de uma situação muito mais complexa do ponto de vista jurídico

MAIOR CAUTELA

Fusão entre Petz (PETZ3) e Cobasi anima analistas — mas esse bancão ainda vê potencial de alta limitado para ações

20 de maio de 2024 - 16:02

Bank of America elevou o preço-alvo dos papéis da Petz nesta segunda-feira (20), mas manteve recomendação neutra; entenda

DE OLHO NO AGRO

Como ficam as ações das empresas do agronegócio na B3 que atuam no RS após a tragédia climática no Estado?

20 de maio de 2024 - 6:22

Para analistas, empresas como Camil (CAML3) e 3tentos (TTEN3) podem compensar eventuais perdas com a alta dos preços em razão da restrição da oferta

UNIÃO DA MODA

Fusão da moda: Arezzo (ARZZ3) e Grupo Soma (SOMA3) acertam termos e condições para incorporação que criará gigante do varejo

19 de maio de 2024 - 9:03

De acordo com as informações mais recentes dos respectivos balanços, as empresas, juntas, faturam algo em torno de R$ 12,765 bilhões

CRISE NA ESTATAL

Justiça nega pedido por assembleia na Petrobras (PETR4) que atrasaria posse de Magda Chambriard

18 de maio de 2024 - 17:02

Em sua reclamação na Justiça, o deputado do Novo alega que, eventualmente reconhecida a queda do CA em efeito dominó após a saída de Prates

QUASE 10 ANOS DEPOIS

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta de R$ 127 bilhões para compensar tragédia em Mariana, mas acordo não deve evoluir agora

18 de maio de 2024 - 14:44

Valor de R$ 127 bilhões oferecido na última proposta, do final de abril, foi mantido, mas as empresas retomariam agora obrigações que tinham ficado de fora

SUBIU, DESCEU

Volta da febre das “meme stocks”: GameStop cai quase 20% em um único pregão, mas fecha semana com ganhos de 23%

18 de maio de 2024 - 13:26

Também pressionaram os papéis da mais famosa “ação meme” a divulgação de dados trimestrais preliminares da empresa

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar