🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
CHUVA DE PROVENTOS?

Petrobras (PETR4) é a segunda empresa que mais pagou dividendos no 1T24 apesar da polêmica com governo; saiba quem foi a campeã

Entre janeiro e março deste ano, a estatal depositou um total de US$ 2,03 bilhões em remuneração aos acionistas; veja a lista completa

Montagem com o logo da Petrobras e moedas representando os dividendos da estatal
Montagem com logotipo da Petrobras - Imagem: Shutterstock

Mesmo com toda a polêmica em torno dos dividendos extraordinários, a Petrobras (PETR4) foi a segunda empresa que mais distribuiu proventos aos acionistas no primeiro trimestre de 2024. 

Entre janeiro e março deste ano, a gigante do petróleo depositou na conta dos acionistas um total de US$ 2,03 bilhões na forma de proventos, equivalente a R$ 10,47 bilhões nas cotações atuais, de acordo com a edição mais recente do relatório Global Dividend Index da gestora Janus Henderson.

Quem liderou a lista é outro nome de peso do setor de commodities: a mineradora Vale (VALE3), que distribuiu R$ 2,47 bilhões (R$ 12,74 bilhões) aos investidores nos três primeiros meses do ano.

Veja o ranking completo de vacas leiteiras do 1T24:

PosiçãoEmpresa e dividendos pagos no 1T24Empresa e dividendos pagos no 1T23
1Vale (VALE3) — US$ 2,479 bilhõesVale (VALE3) — US$ 1,8 bilhão
2Petrobras (PETR4) — US$ 2,031 bilhõesBanco do Brasil (BBAS3) — US$ 0,7 bilhão
3Banco Bradesco (BBDC4) — US$ 0,736 bilhãoBanco Bradesco (BBDC4) — US$ 0,6 bilhão
4Banco do Brasil (BBAS3) — US$ 0,725 bilhãoWeg (WEGE3) — US$ 0,3 bilhão
5Suzano (SUZB3) — US$ 0,315 bilhãoB3 (B3SA3) — US$ 0,1 bilhão
6Weg (WEGE3) — US$ 0,128 bilhão
7B3 (B3SA3) — US$ 0,116 bilhão
Fonte: Janus Henderson.

No total, as empresas brasileiras distribuíram US$ 6,5 bilhões (R$ 33,53 bilhões) na forma de proventos no início do ano, um aumento de 85% na base anual. 

Se desconsiderada a cifra paga pela Petrobras, os pagamentos totais no Brasil aumentaram 20% no primeiro trimestre.

Agora de olho também no mercado internacional, os dividendos globais atingiram um recorde histórico no primeiro trimestre de US$ 339,2 bilhões (R$ 1,75 trilhão).

Após um trimestre robusto em proventos no início do ano, a Janus Henderson manteve a previsão total de US$ 1,72 trilhão (R$ 8,87 trilhões) em dividendos em 2024.

Dividendos da Petrobras (PETR4)

Vale destacar que a Petrobras (PETR4) nem mesmo figurou na lista de maiores pagadoras de dividendos do 1T23, uma vez que o pagamento da remuneração não foi feito dentro do período analisado, segundo a Janus Henderson.

“No Brasil, a Petrobras paga dividendos em um cronograma tão variável que é impossível ajustar o impacto desses efeitos de calendário no total pago”, afirmou a gestora. 

De acordo com o relatório, a expectativa é que a remuneração dos acionistas da Petrobras registre uma queda de 25% no primeiro semestre em comparação com a cifra apurada na primeira metade de 2023.

Vale lembrar que, em abril, a Petrobras (PETR4) anunciou que iria distribuir metade dos dividendos extraordinários retidos na reserva de remuneração — o equivalente a R$ 22,7 bilhões — após uma queda de braço com o governo federal. 

Já os 50% restantes não têm previsão para sair, segundo o então diretor executivo financeiro da estatal, Sergio Caetano Leite. É importante lembrar que o CFO foi destituído pelo conselho de administração da companhia horas após a demissão do presidente Jean Paul Prates.

“Não há data para distribuir os 50% que ainda estão na reserva, portanto, isso pode acontecer no segundo trimestre, no terceiro trimestre, no quarto trimestre e até no começo do ano que vem”, afirmou Leite, em teleconferência de resultados em meados deste mês.

Para além do calendário irregular de proventos da Petrobras, a Janus Henderson afirmou que o Bradesco “também complicou a análise ao reduzir seu dividendo regular enquanto adicionava um grande pagamento extraordinário”. 

Compartilhe

NOVO NEGÓCIO

Braskem (BRKM5) vende controle da Cetrel para GRI de olho no setor de resíduos industriais

13 de junho de 2024 - 19:47

Petroquímica passa a deter 49,9% da empresa de gestão de resíduos

Socorro governamental

Com medida provisória, governo tenta salvar a combalida Amazonas Energia

13 de junho de 2024 - 18:53

Ministério de Minas e Energia avalia que a saúde econômico-financeira da companhia está deteriorada

RECOMENDAÇÃO

Goldman Sachs: Após 1º trimestre fraco, desafio da Arezzo&Co (ARZZ3) é crescer em meio à fusão com o Grupo Soma; é hora de comprar a ação?

13 de junho de 2024 - 15:00

Queda de 22% nas ações da varejista de calçados no ano levantou preocupações dos investidores sobre a criação da nova holding

VÃO DIZER SIM?

Elon Musk afirma que conselho aprovou bônus de US$ 56 bilhões e ações da Tesla saltam na bolsa

13 de junho de 2024 - 12:24

O bônus multibilionário já havia sido aprovado em 2018, mas foi barrado pela Justiça de Delaware. A votação para a reavaliação do pacote salarial de Elon Musk ocorre nesta quinta-feira (13)

Aquisições

Allos desiste de comprar parte do Shopping Rio Sul; mas avisa que ainda está de olho no negócio

13 de junho de 2024 - 10:33

Companhia informou que a Combrascan tem intenção de exercer seu direito de preferência na operação

MUDANÇAS EM FOCO

Americanas contrata ex-Casas Bahia e outros dois executivos; veja quem é o trio que vai compor a equipe da varejista — AMER3 dispara 22% na B3

13 de junho de 2024 - 10:06

Ex-diretor de soluções financeiras da Casas Bahia, Tiago Abate entrará como vice-presidente de clientes e parceiros da companhia

MEIOS DE PAGAMENTO

Cielo se prepara para sair da bolsa e uma dupla de empresas de maquininhas pode surfar essa onda, mas o Santander tem uma favorita

12 de junho de 2024 - 17:33

Os analistas avaliam que existe uma boa janela de curto prazo para a Stone e a PagSeguro em meio à queda das ações e à OPA da Cielo; veja quem é a preferida

Rali das “meme stocks”

‘Efeito Roaring Kitty’ faz GameStop levantar mais de US$ 2 bilhões com venda de ações

12 de junho de 2024 - 16:04

Varejista de videogames vendeu 75 milhões de ações após volta de trader que inspirou o épico ‘short squeeze’ em 2021

Mercado acionário

Bank of America corta preço-alvo para ações de bancões brasileiros, mas mantém recomendação

12 de junho de 2024 - 15:10

Combinação de receitas diversificadas, funding, controle de custos e balanços fortes são os fatores positivos apontados pelos analistas

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos milionários: Grupo Mateus (GMAT3) vai pagar mais de R$ 134 milhões para acionistas; confira os prazos e como receber

12 de junho de 2024 - 12:50

O anúncio da distribuição do JCP ocorre em um momento positivo para a companhia, que vem contrariando a crise no varejo

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar