🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
QUERIDINHA DA IA

Nvidia (NVDA) tem carregado S&P 500 nas costas, e desdobramento de ações pode impulsionar papel ainda mais; entenda

Inclusive, tanto o S&P 500 quando o Nasdaq renovaram as máximas históricas na última quarta-feira (6) — impulsionados pela própria Nvidia

Renan Sousa
Renan Sousa
6 de junho de 2024
13:59 - atualizado às 12:19
Nvidia (BDR: NVDC34 / Nasdaq: NVDA), a ação queridinha no setor de inteligência artificial
Nvidia (BDR: NVDC34 / Nasdaq: NVDA), a ação queridinha no setor de inteligência artificial - Imagem: Montagem Seu Dinheiro / Inteligência Artificial Leonardo.Ia

A Nvidia (BDR: NVDC34 / Nasdaq: NVDA) voltou às manchetes nesta semana após uma disparada das ações que fez com que a empresa de tecnologia superasse a marca de US$ 3 trilhões em valor de mercado, se estabelecendo como a segunda maior companhia do mundo, atrás apenas da Microsoft

Não poderia ser diferente: no mais recente balanço, a companhia de chips, semicondutores, softwares e hardwares mais popular do mundo registrou um balanço que veio muito melhor do que as projeções já otimistas do mercado, com uma alta de 600% no lucro

Esse impulso foi dado graças ao aumento da demanda no setor de inteligência artificial (IA), tanto na parte de placas mais potentes quanto no desenvolvimento de softwares mais refinados. 

Mas a valorização da Nvidia não ficou apenas nas mãos da empresa. Segundo dados da Statista, é a fabricante de chips que vem sustentando os resultados do S&P 500 nos últimos meses. 

Inclusive, tanto o S&P 500 quando o Nasdaq renovaram as máximas históricas na última quarta-feira (6) — impulsionados pela própria Nvidia.

Vale lembrar que a empresa está listada na bolsa Nasdaq, com as ações presentes nos índices Nasdaq Composite e S&P 500.

Nvidia impulsiona bolsas nos EUA

De acordo com o levantamento, enquanto o S&P 500 — principal índice da Nyse, a bolsa de Nova York — registrou alta de 11% nos primeiros cinco meses de 2024, as ações da Nvidia subiram 120% no mesmo período. 

Até a última sexta-feira (31), a Nvidia foi responsável por 32,3% do bom desempenho do S&P 500, enquanto o segundo lugar ficou para a Microsoft — com apenas 6,9% de influência sobre o índice. 

Quem limitou um desempenho ainda melhor do S&P, entretanto, foram as ações da Tesla, que tiveram um peso negativo de 4,6% no mesmo período. O baixo desempenho da empresa de carros elétricos de Elon Musk se deve principalmente à forte concorrência com a China.

Legenda: Nvidia carrega o mundo (e o S&P 500) nas costas. Maiores contribuições positivas e negativas no retorno acumulado do ano do S&P 500 até 31 de maio de 2024.

Divisão de ações vai afastar um bom momento?

Junto com o balanço, a Nvidia também anunciou que faria um desdobramento de ações na proporção de 1 para 10. O objetivo da operação é tornar os papéis mais "acessíveis" para funcionários e investidores.

Isso porque a cotação, atualmente próxima dos US$ 1.200, também será dividida pelo mesmo fator. Ou seja, cada ação passará a custar US$ 120. 

De acordo com o cronograma divulgado, cada investidor que detiver os papéis da companhia até o fechamento do pregão de hoje receberá nove novas ações após o fechamento dos mercados seguinte. Isso significa que os ativos serão negociados já desdobrados e ajustados a partir de 10 de junho.

Essa diluição de papéis também pode gerar volatilidade em um primeiro momento. Porém, de acordo com outro relatório da Statista, o futuro é promissor. 

Isso porque ações de empresas que fizeram o split (desdobramento) de ações geralmente tem um desempenho melhor do que o próprio S&P, algo que vem se repetindo desde 1980. 

Legenda: Ações que passam por desdobramento geralmente têm desempenho melhor que o mercado. Retorno médio de 12 meses após o anúncio de um desdobramento de ações.

Compartilhe

NOVO NEGÓCIO

Braskem (BRKM5) vende controle da Cetrel para GRI de olho no setor de resíduos industriais

13 de junho de 2024 - 19:47

Petroquímica passa a deter 49,9% da empresa de gestão de resíduos

Socorro governamental

Com medida provisória, governo tenta salvar a combalida Amazonas Energia

13 de junho de 2024 - 18:53

Ministério de Minas e Energia avalia que a saúde econômico-financeira da companhia está deteriorada

RECOMENDAÇÃO

Goldman Sachs: Após 1º trimestre fraco, desafio da Arezzo&Co (ARZZ3) é crescer em meio à fusão com o Grupo Soma; é hora de comprar a ação?

13 de junho de 2024 - 15:00

Queda de 22% nas ações da varejista de calçados no ano levantou preocupações dos investidores sobre a criação da nova holding

VÃO DIZER SIM?

Elon Musk afirma que conselho aprovou bônus de US$ 56 bilhões e ações da Tesla saltam na bolsa

13 de junho de 2024 - 12:24

O bônus multibilionário já havia sido aprovado em 2018, mas foi barrado pela Justiça de Delaware. A votação para a reavaliação do pacote salarial de Elon Musk ocorre nesta quinta-feira (13)

Aquisições

Allos desiste de comprar parte do Shopping Rio Sul; mas avisa que ainda está de olho no negócio

13 de junho de 2024 - 10:33

Companhia informou que a Combrascan tem intenção de exercer seu direito de preferência na operação

MUDANÇAS EM FOCO

Americanas contrata ex-Casas Bahia e outros dois executivos; veja quem é o trio que vai compor a equipe da varejista — AMER3 dispara 22% na B3

13 de junho de 2024 - 10:06

Ex-diretor de soluções financeiras da Casas Bahia, Tiago Abate entrará como vice-presidente de clientes e parceiros da companhia

MEIOS DE PAGAMENTO

Cielo se prepara para sair da bolsa e uma dupla de empresas de maquininhas pode surfar essa onda, mas o Santander tem uma favorita

12 de junho de 2024 - 17:33

Os analistas avaliam que existe uma boa janela de curto prazo para a Stone e a PagSeguro em meio à queda das ações e à OPA da Cielo; veja quem é a preferida

Rali das “meme stocks”

‘Efeito Roaring Kitty’ faz GameStop levantar mais de US$ 2 bilhões com venda de ações

12 de junho de 2024 - 16:04

Varejista de videogames vendeu 75 milhões de ações após volta de trader que inspirou o épico ‘short squeeze’ em 2021

Mercado acionário

Bank of America corta preço-alvo para ações de bancões brasileiros, mas mantém recomendação

12 de junho de 2024 - 15:10

Combinação de receitas diversificadas, funding, controle de custos e balanços fortes são os fatores positivos apontados pelos analistas

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos milionários: Grupo Mateus (GMAT3) vai pagar mais de R$ 134 milhões para acionistas; confira os prazos e como receber

12 de junho de 2024 - 12:50

O anúncio da distribuição do JCP ocorre em um momento positivo para a companhia, que vem contrariando a crise no varejo

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar