🔴 RENDA MÉDIA DE ATÉ R$238,02 POR DIA COM APENAS 4 CLIQUES – SAIBA COMO

Dani Alvarenga
MUDANÇA NO PÓDIO

Mark Zuckerberg ultrapassa Elon Musk e se torna terceiro homem mais rico do mundo, segundo ranking de bilionários da Bloomberg

Elon Musk, que encerrou 2023 como o homem mais rico do mundo, foi empurrado por Mark Zuckerberg para fora do pódio dos bilionários da Bloomberg

Elon Musk e Mark Zuckerberg
Elon Muk e Mark Zuckerberg - Imagem: Freepik/Shutterstock/Montagem Seu Dinheiro

Os investidores não tiveram a oportunidade de assistir a luta entre Mark Zuckerberg e Elon Musk nos ringues, mas o dono do Facebook levou a melhor em outra disputa. Zuckerberg aumentou sua fortuna em US$ 2,61 bilhões e conquistou o terceiro lugar na lista de bilionários da Bloomberg. Até então, a posição era ocupada pelo CEO da Tesla.

Em 2024, Zuckerberg já ganhou US$ 43,7 bilhões (R$ 22,9 bilhões), o que fez a sua fortuna passar a ser avaliada em US$ 178 bilhões (R$ 934,6 bilhões). O aumento do patrimônio foi conquistado com a alta das ações da Meta Platforms, que acumulam ganhos de 43% neste ano.

No entanto, não foi apenas o bom desempenho da rede social que garantiu o terceiro lugar ao dono do Facebook. O declínio do patrimônio de Elon Musk, que já perdeu US$ 3,97 bilhões (R$ 20,4 bilhões) neste ano, também exerceu um papel importante para a conquista de Mark Zuckerberg.

A queda da fortuna de Musk é resultado do desempenho da Tesla, que enfrenta um cenário negativo no setor de veículos elétricos. A diminuição da euforia com os chamados EVs e a forte concorrência chinesa também vêm causando dores de cabeça ao CEO da montadora.

Com a redução do patrimônio de Elon Musk, Mark Zuckerberg se une aos bilionários Jeff Bezos e Bernard Arnault. 

A fortuna de Bezos, que ocupa o segundo lugar no ranking da Bloomberg, é avaliada em US$ 201 bilhões (R$ 1,05 trilhão). Já Arnault, o homem mais rico do mundo, possui um patrimônio de US$ 218 bilhões (R$ 1,14 trilhão), segundo o veículo.

A virada de Zuckerberg

A vitória de Mark Zuckerberg contra Elon Musk é consequência de um otimismo do mercado em relação à Meta Platforms. 

Os resultados positivos no quarto trimestre de 2024 da rede social e o anúncio de distribuição de dividendos no valor de US$ 5 bilhões (R$ 26,2 bilhões) animaram os investidores.

O mercado também reagiu positivamente aos impactos que a inteligência artificial vem apresentando nos negócios do bilionário. 

Como a fortuna do dono do Facebook está majoritariamente ligada à Meta Platforms, uma vez que ele possui 13% das ações da companhia, a valorização dos papéis garantiu o 3º lugar entre os homens mais ricos do mundo na lista da Bloomberg.

Tempos difíceis para Elon Musk

A queda de Elon Musk no ranking de bilionários da Bloomberg não é de hoje. O CEO da Tesla encerrou 2023 como o homem mais rico do mundo, mas, em 2024, o cenário para Musk é outro.

Com patrimônio ligado à Tesla, ele viu sua fortuna recuar com um desempenho fraco da empresa. A empresa divulgou queda nos resultados do primeiro trimestre de 2024

Segundo o balanço, a produção da Tesla diminuiu em 1,7% na comparação ano a ano. Já as entregas da empresa caíram 8,5% entre janeiro e março, na comparação do mesmo período em 2023.

Além da queda no desempenho, a companhia de Elon Musk vem enfrentando um peso-pesado no mercado dos veículos elétricos: a montadora chinesa BYD

Em 2023, a fabricante asiática produziu mais de 3,02 milhões de veículos no quarto trimestre, superando a Tesla em quase o dobro de unidades.

As ações da montadora de Elon Musk vêm sendo penalizadas e já acumulam queda de quase 40% em 2024.

*Com informações da Business Insider

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar