🔴 IBOVESPA AOS 120 MIL PONTOS? ESTE ANALISTA ACHA QUE É QUESTÃO DE TEMPO. DESCUBRA ONDE INVESTIR!

Cotações por TradingView
2023-04-11T16:19:48-03:00
Carolina Gama
O CARDÁPIO DO ORÁCULO

Apetite de Warren Buffett pelo Japão vai além do sushi e faz as tradings dispararem — o que o oráculo quer agora?

Em entrevista ao Nikkei, o megainvestidor disse que está considerando investimentos adicionais em cinco grandes tradings japonesas e o mercado reage

Carolina Gama
11 de abril de 2023
17:20 - atualizado às 16:19
Warren Buffett com uma lâmpada perto do rosto | Ações, Suzano, Vivara
O bilionário Warren Buffett - Imagem: Reprodução

O apetite de Warren Buffett pelo Japão vai muito além do sushi: o Oráculo de Omaha elevou participações nas tradings japonesas de 5% para 7,4% em 2020 e agora planeja aumentar a exposição às ações do país. 

Em entrevista ao Nikkei, Buffett disse que está considerando investimentos adicionais em cinco grandes tradings japonesas, acrescentando que está "muito orgulhoso" de seus investimentos existentes nelas.

A declaração foi suficiente para fazer as ações da Mitsubishi subirem 2,08% no pregão da tarde desta terça-feira (11) no Japão, enquanto as da Mitsui & Co. avançaram 2,66%, as da Itochu tiveram alta de 2,98% e as da Marubeni ganharam 4,55%. A Sumitomo também subiu, 3,19%.

Buffett, de 92 anos, está atualmente no Japão e planeja se encontrar com diferentes líderes de empresas e “apenas ter uma discussão sobre seus negócios e enfatizar nosso apoio”, disse ele ao Nikkei, sem citar as empresas.

Buffett na Terra do Sol Nascente

Buffett comparou as cinco grandes tradings do Japão com a Berkshire Hathaway e disse que faria negócios com elas.

“Adoraríamos se algum dos cinco viesse até nós e dissesse: 'Estamos pensando em fazer algo muito grande ou estamos prestes a comprar algo e gostaríamos de um parceiro ou algo assim'”, disse ele, ao Nikkei.

O Oráculo de Omaha então acrescentou que, embora não tenha participação em outras grandes empresas japonesas, “sempre penso em algumas”.

A verdade é que o movimento de Buffett não é à toa. O interesse do megainvestidor é um lembrete de que existem oportunidades de investimento atraentes e com bons preços no Japão.

“Dado o que sabemos ser suas preferências, ele estaria procurando por empresas bem administradas que desfrutam de fossos econômicos que ele considera subvalorizados”, disse , disse Lorraine Tan, diretora de pesquisa de ações da Morningstar Asia, à Bloomberg.

  • Já sabe como declarar seus investimentos no Imposto de Renda 2023? O Seu Dinheiro elaborou um guia exclusivo onde você confere as particularidades de cada ativo para não errar em nada na hora de se acertar com a Receita. Clique aqui para baixar o material gratuito.

O cardápio que o Japão oferece

As cinco maiores empresas comerciais do Japão são conglomerados que importam de tudo: de energia e metais até alimentos e têxteis. Conhecidas como shosha, essas companhias também fornecem serviços aos fabricantes dos mais variados segmentos. 

Não à toa essas tradings ajudaram a crescer a economia japonesa e contribuíram para a globalização dos negócios.

A importância dessas empresas para o Japão é tamanha que, segundo o Nikkei, a Berkshire Hathaway de Buffett está preparando outra emissão de títulos corporativos denominados em ienes — o que foi visto pelo mercado como um sinal de que o conglomerado aumentaria seus investimentos no Japão.

Buffett nada contra a maré

Nas últimas três semanas, os estrangeiros venderam ações e futuros japoneses na Bolsa de Valores de Tóquio após a crise bancária internacional que eclodiu em março. 

Nos últimos 12 meses, o índice MSCI Asia Pacific excluindo o Japão caiu 8,6%, em comparação com uma queda de 0,8% do índice Topix mais amplo, na comparação em dólares.

Segundo analistas, no passado, os investimentos de Buffett não inflamaram o mercado no curto prazo — a não ser para as ações que ele escolheu. Mas a crença agora é de que terão efeito no médio e longo prazos em relação às percepções dos estrangeiros ao mercado do Japão.

As novas emissões da Berkshire

A Berkshire deve precificar seus novos títulos ainda esta semana. Os recursos da oferta serão usados para fins corporativos gerais, incluindo o refinanciamento de algumas dívidas. 

A holding já começou a comercializar uma venda de títulos em sete tranches, de acordo com fontes ouvidas pela Bloomberg. 

A Berkshire, com sede em Omaha, Nebraska, é uma das maiores emissoras estrangeiras de títulos em ienes. 

Em 2020, a empresa do megainvestidor surpreendeu os mercados japoneses quando comprou as ações das tradings locais depois de vender um dos maiores negócios de títulos em ienes de todos os tempos.

*Com informações da CNBC e da Bloomberg

Compartilhe

RESERVAS INTERNACIONAIS

Pequim está comprando mais ouro para fugir do dólar: teremos uma verdade chinesa no câmbio?

7 de junho de 2023 - 20:05

O banco central do país comprou 16 toneladas da commodity de reserva no mês passado, continuando a tendência iniciada em novembro

IMPARÁVEL

Bia Haddad faz história! Veja onde assistir ao jogo da tenista brasileira na semifinal de Roland Garros

7 de junho de 2023 - 16:04

Bia Haddad eliminou a tunisiana Ons Jabeur e agora vai encarar a polonesa Iga Swiatek, atual número 1 do mundo e campeã de Roland Garros, na disputa por um lugar na final

PESOU O CLIMA

“Guerra entre China e EUA seria insuportável para o mundo” — entenda por que o ministro da Defesa chinês disse isso

6 de junho de 2023 - 20:18

Declaração acontece em um momento de tensão entre as duas maiores economias do mundo, com trocas de acusações e imposição de sanções

A USINA NA MIRA

Por que a destruição da represa na Ucrânia faz o mundo voltar a temer o caos nuclear

6 de junho de 2023 - 16:37

O colapso da usina nuclear de Zaporizhia, que usa a água da represa para resfriamento dos seus reatores, voltou aos holofotes nesta terça-feira (6)

NO FRONT DA GUERRA

Putin correu para defesa: a ofensiva da Ucrânia que deixa a Rússia encurralada

5 de junho de 2023 - 20:15

Kiev, no entanto, faz mistério sobre a ofensiva, alegando que trata-se de desinformação das autoridades russas

DESORDEM NO CARTEL

Cotação do petróleo tem forte alta com anúncio de corte unilateral de produção pela Arábia Saudita

5 de junho de 2023 - 6:42

Contratos de referência sobem mais de 2% depois de a Arábia Saudita prometer corte de produção de 1 milhão de barris de petróleo por dia a partir de julho

Reunião da Opep+

Arábia Saudita anuncia cortes de 1 milhão de barris por dia em sua produção de petróleo; meta de produção da Opep+ foi mantida

4 de junho de 2023 - 17:01

Sauditas realizam corte unilateral na produção para tentar evitar novas quedas nos preços da commodity

Reputação empresarial

As 7 empresas mais odiadas dos Estados Unidos: negócios de Donald Trump e Elon Musk estão entre elas

4 de junho de 2023 - 13:17

Três redes sociais, uma corretora cripto falida e o grupo empresarial do ex-presidente americano estão entre as empresas com reputação mais baixa junto ao público

Just in time

Biden assina lei que suspende teto da dívida dos Estados Unidos e evita calote com apenas 2 dias de antecedência

3 de junho de 2023 - 15:38

Presidente americano assinou neste sábado lei que põe fim à novela do risco de calote por parte do governo dos EUA

A resposta veio

Tensão em Taiwan: Secretário de Defesa dos EUA diz que Washington não aceitará ‘coerção e intimidação’ da China

3 de junho de 2023 - 12:47

Autoridade americana se posicionou após reação negativa de Pequim a pacto firmado entre Estados Unidos e Taiwan

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies