🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
TER OU NÃO TER

Chegou a hora do Nubank? Empiricus eleva preço-alvo após a “virada de chave” do roxinho. Saiba se vale comprar agora

O banco digital vem seguindo o plano de negócios previsto no IPO e conseguiu antecipar a lucratividade, mas será que isso é o suficiente para ter os papéis em carteira? A analista Larissa Quaresma responde

nubank nubr33 lucro banco digital fintech 3t22 ação
Imagem: iStock - Montagem: Julia Shikota

O Nubank (NUBR33) está fazendo a lição de casa e segue à risca o plano de negócios divulgado na oferta pública de ações (IPO): a base de clientes cresce, mais produtos estão sendo lançados para monetizar essa base e a ativação dos usuários aumenta. 

Mais que isso: algumas decisões tomadas no ano passado parecem ter acelerado o caminho do banco digital rumo à rentabilidade, a exemplo das "caixinhas", do reapreçamento das linhas de crédito e da racionalização dos custos e despesas. 

Depois de passar por um período nebuloso, será que chegou a hora do Nubank voltar a brilhar? Quem responde essa pergunta é a analista da Empiricus Research, Larissa Quaresma. 

Segundo ela, a decisão do banco de priorizar a rentabilidade parece ser a trajetória correta para que a empresa tenha sucesso daqui para frente. Mas o Nubank ainda tem algumas pedras para retirar desse caminho rumo ao sucesso.

E, mesmo se for bem sucedido nesse plano, isso não necessariamente vai representar uma oportunidade para quem comprar as ações hoje. Entenda a seguir o porquê.

Um horizonte positivo vem aí

As projeções da Empiricus para o Nubank foram atualizadas — e melhoradas. Se olharmos para a carteira de crédito, por exemplo, a projeção de crescimento médio passou de 39% ao ano para 47% ao ano até 2027. 

“Entre 2018 e 2022, a carteira cresceu a uma média de 68% ao ano. Estamos estimando que o lançamento de novas linhas e geografias sustentará boa parte do crescimento passado”, disse Quaresma. 

Para ela,  esse cenário implica que, em 2030, o Nubank atingirá cerca de 10% de participação no mercado de crédito ao varejo, um tamanho similar ao Itaú, que tem 12%. “É uma projeção bem ambiciosa, mas factível”, afirma a analista da Empiricus. 

Outro ponto positivo que ela destaca é a inadimplência, que deve ser um pouco mais controlada, já que a companhia lançará linhas de crédito em que a falta de pagamento é menor, como consignado e imobiliário. 

“Projetamos também mais ganho de rentabilidade proveniente da diluição de despesas operacionais, que passam a crescer em um ritmo menor, já que a companhia tem uma agenda de controle mais forte hoje. Isso nos levou a estimativas de lucros melhores para os próximos anos”, afirma Quaresma. 

Fonte: Empiricus Research

Nubank: é para comprar ou para vender?

Embora a lucratividade do Nubank tenha vindo antes do esperado, Quaresma acredita que não justifica as cotações atuais das ações na bolsa. 

A Empiricus revisou as projeções para o banco a fim de refletir melhor o estágio atual e os planos da companhia, com crescimento maior da carteira de crédito, inadimplência mais controlada e mais economia de despesas. 

Por outro lado, a casa aumentou o custo de capital do acionista, para refletir a Selic mais alta, e diminuiu o crescimento na perpetuidade, já que o Nubank chegará ao final da projeção com uma participação de mercado relevante. 

Esse cenário levou a Empiricus a um preço justo de R$ 2,70 para os BDRs do Nubank — um valor 35% acima do preço justo anterior de R$ 2,00, mas, mesmo assim, 35% abaixo do fechamento de ontem de R$ 4,15. 

Fonte: Bloomberg e Empiricus Research

Sob a ótica dos múltiplos, Quaresma diz que o Nubank ainda negocia a um prêmio bem relevante sobre seus pares: 155x o lucro projetado para 2023, ou 5x seu valor patrimonial.

Sendo assim, a Empiricus mantém a recomendação de venda de NUBR33, que segue como posição vendida de diversas carteiras da Empiricus Research.

E a migração do programa de BDRs do Nubank?

O Nubank reafirmou que mantém os planos de migrar os BDRs do Nível III para o Nível I. Essa mudança, segundo a Empiricus, deve acontecer mais para frente porque a companhia ainda está desenhando o formato de migração junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

“A intenção é evitar uma venda forçada de papéis, o que poderia exercer uma pressão vendedora significativa”, disse Quaresma. 

Para aqueles vendidos nos BDRs, a analista da Empiricus diz que, provavelmente, terão que  acompanhar o formato de migração escolhido pelo doador do papel. 

“A recomendação de venda independe disso. Do nosso lado, continuaremos a monitorar a migração e manteremos o assinante informado”, acrescenta. 

Compartilhe

ARROZ EM ALTA

Camil (CAML3) sobe 8% após balanço, mas recomendação de compra não é unanimidade entre os bancos

12 de julho de 2024 - 13:45

Resultados do primeiro trimestre divulgados pela companhia animaram o mercado. No entanto, o impulso motivado pela alta no preço do arroz tem data para acabar

DIVIDINDO A RESPONSABILIDADE

Por que a Vale (VALE3) fechou acordo com a BHP em processos no exterior por rompimento de barragem em Mariana 

12 de julho de 2024 - 12:12

O contrato assinado com a BHP tem relação com os processos de ações coletivas no Reino Unido e Holanda ligados ao rompimento da barragem de Fundão

Reforço de caixa

Eletrobras pode levantar até R$ 3,3 bi com oferta secundária de ações da CTEEP (TRLP4); mercado reage e papel tem a maior queda do Ibovespa

12 de julho de 2024 - 11:28

Companhia anuncia venda de 60 milhões de papéis da subsidiária, que pode ser acrescida de mais 70 milhões caso haja demanda

AINDA UMA PENNY STOCK

Em meio a aumento bilionário de capital, Americanas (AMER3) adia grupamento de ações

11 de julho de 2024 - 19:57

Grupamento de ações ordinárias e aquisição do controle da varejista pelos acionistas de referência com aumento de capital foram aprovados nesta semana pelo Cade

CÉU AZUL

Itaú BBA iniciou cobertura da Latam com recomendação de compra e chances de ação decolar 41%; os motivos você confere aqui

11 de julho de 2024 - 19:01

São três pilares que sustentam uma visão positiva sobre a empresa, e quase todos têm a ver com ajustes após a saída do chapter 11

CONSELHO APROVOU

Por que a Santos Brasil (STBP3) quer devolver R$ 1,6 bilhão aos acionistas? Confira a proposta de redução de capital da companhia

11 de julho de 2024 - 18:57

A operação deve ser realizada sem o cancelamento de ações e com restituição em dinheiro aos investidores, mas ainda precisa ser aprovada pelos acionistas

OPERAÇÃO DISCLOSURE

A fraude bilionária na Americanas (AMER3): procurador do MPF pede a extradição do ex-CEO Miguel Gutierrez na Espanha

11 de julho de 2024 - 18:41

Investigado pela operação Disclosure, o executivo teve a prisão decretada pela Justiça, mas permanece solto por ter cidadania brasileira e espanhola

PARCERIA ENTRE GIGANTES

Um passo rumo à fusão? Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) iniciam venda de rotas compartilhadas pelo Brasil

11 de julho de 2024 - 15:29

Em meio à expectativa de fusão entre duas gigantes da aviação comercial no Brasil, a Azul  (AZUL4) e a Gol (GOLL4) iniciaram nesta quinta-feira (11) a venda de rotas compartilhadas. A parceria conecta as malhas de ambas as empresas por meio de um acordo de compartilhamento de rotas, também conhecido como codeshare, anunciado pela primeira […]

POISON PILL DISPARADA?

Briga interna no conselho de administração da Rossi (RSID3) vai parar na Câmara de Arbitragem do Mercado e pode levar à OPA; ações da companhia recuam

11 de julho de 2024 - 14:31

João Rossi Cuppoloni, que é presidente do CA, e Renata Rossi Cuppoloni, conselhereira efetiva, pediram a instauração de um procedimento arbitral contra os outros três membros do colegiado

IMÓVEIS

Penny stock nunca mais? PDG Realty aprova grupamento e ação dispara na B3; saiba como vai funcionar 

11 de julho de 2024 - 12:50

Grupamento entrará em vigor em 12 de agosto e tem como objetivo tirar a empresa da lista de ações listadas em bolsa cuja cotação é inferior a R$ 1

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar