IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-17T15:28:10-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Marca histórica

Bolsa brasileira atinge os 5 milhões de CPFs e bate meta antiga da B3 (B3SA3)

B3 atingiu, em dezembro de 2022, marca originalmente projetada para 2014

17 de janeiro de 2023
15:15 - atualizado às 15:28
Painel com logotipo da B3; programa de formação em tecnologia
B3 já havia alcançado as 5 milhões de contas em dezembro de 2021. Um mesmo CPF pode ter mais de uma conta. - Imagem: Shutterstock

A bolsa brasileira finalmente alcançou a histórica marca de 5 milhões de CPFs cadastrados em dezembro de 2022, atingindo, assim, uma meta antiga da própria B3.

Segundo os destaques operacionais publicados pela dona da bolsa nesta terça-feira (17), o número de pessoas físicas cadastradas totalizou 5.007.761 ao final de 2022, uma alta de 8,8% em relação a novembro e 19% em comparação com o dezembro de 2021.

  • 11 ações para buscar lucros neste ano: conheça a lista de empresas consideradas as melhores ‘apostas’ para 2023, segundo especialistas do mercado ouvidos pelo Seu Dinheiro. ACESSE AQUI.

A marca atingida agora era um sonho antigo da B3, que traçara, ainda em 2009, a meta de alcançar os 5 milhões de CPFs ainda até 2014.

Em dezembro de 2021, a bolsa já tinha batido a marca de 5 milhões de contas (cada CPF pode ter mais de uma conta), item que agora em dezembro atingiu os 5.885.238, um alta de 8,2% em relação a novembro e 17,4% em relação a dezembro de 2021.

Outros destaques operacionais da B3 (B3SA3) de dezembro

Ainda segundo as prévias da B3, a operadora da bolsa terminou 2022 com um volume médio diário no mercado de ações de R$ 29,3 bilhões, uma queda mensal de 19,4% e anual de 1,9%.

Houve um recuo também no número de empresas listadas (448 em dezembro/22 ante 463 em dezembro/21) e na receita média por contrato de juros ou commodities (R$ 2,0 bilhões, queda de 11,5% na base anual).

O volume médio diário negociado no mercado de derivativos de bolsa totalizou R$ 4,3 bilhões, queda mensal de 24,5%, mas com crescimento anual de 14,8%.

No mercado de balcão, houve crescimento anual de 11,3% nas novas emissões de renda fixa e 32,6% no estoque dessa classe de ativos, que totalizou R$ 5,4 bilhões em dezembro. O estoque de fundos também apresentou crescimento anual expressivo, de 16,2%, totalizando os R$ 5,7 bilhões.

A capitalização de mercado média no segmento de ações fechou 2022 em R$ 4,1 bilhões, queda de 6,2% na comparação mensal e 10,1% na base anual.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

LOTERIAS

Lotofácil e Quina acumulam; Mega-Sena pode pagar R$ 115 milhões hoje

1 de fevereiro de 2023 - 6:01

Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada; Lotofácil e Quina também oferecem prêmios milionários nesta quarta-feira

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies