🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
"TESTE DE FOGO"

Um alívio na Americanas (AMER3)? Empresa diz ter vendido 150 milhões de itens durante a Páscoa

A Black Friday de Páscoa rendeu à companhia um crescimento de 10% em vendas em relação ao mesmo dia no ano passado

Liliane de Lima
13 de abril de 2023
16:49 - atualizado às 15:57
Páscoa da Americanas (AMER3)
Imagem: Divulgação/Americanas

As promoções de “Pague 4, Leve 3” e suas comuns variações no comércio deram bons resultados para a Páscoa da Americanas (AMER3). A data era vista, pela companhia, como um "teste de fogo” da credibilidade de sua marca entre os consumidores em meio à recuperação judicial. 

E, aparentemente, a varejista conquistou o selo de aprovação, com a venda de cerca de 150 milhões de itens durante o período comemorativo — o valor total arrecadado não foi divulgado. Entre os produtos mais comprados estão os ovos exclusivos da D’elicce. 

Segundo a Americanas, a Black Friday de Páscoa — que ocorreu no feriado nacional de  Sexta-feira Santa — rendeu à companhia um crescimento de 10% em vendas em relação ao mesmo dia no ano passado. 

Ainda de acordo com a varejista, um a cada 16 brasileiros comprou os ovos de Páscoa na Americanas neste ano. 

Força-tarefa de Páscoa

As negociações para a Páscoa começaram logo após o pedido de recuperação judicial, em janeiro deste ano, com a descoberta do rombo contábil de R$ 20 bilhões. 

Isso porque a organização para um evento importante acontece ao longo de 12 meses que antecedem a data comemorativa, mas os contratos são fechados no primeiro trimestre do ano — justamente na época que escândalo contábil da varejista veio à tona

Com a expectativa de crescimento nas vendas, a empresa conseguiu garantir a compra de 13 milhões de itens, entre ovos de chocolates e outros produtos temáticos de Páscoa, com pagamentos à vista e antecipados em fevereiro. 

Além disso, a Americanas apostou na contratação de funcionários temporários. Cerca de mil pessoas foram admitidas, entre os dias 5 e 10 de abril,  para as funções de operador de caixa em mais de 1.700 lojas abertas em todo o país.

Imposto de Renda sem complicações: não passe perrengue na hora de declarar o seu IR em 2023. Baixe de forma GRATUITA o guia completo que Seu Dinheiro preparou com todas as orientações que você precisa para fazer sua declaração à Receita sozinho. [É SÓ CLICAR AQUI]

Recuperação judicial da Americanas

No início do mês, o CEO da Americanas, Leonardo Coelho, afirmou que a varejista deve pagar um pouco mais da metade da dívida com os credores — que soma cerca de R$ 43 bilhões — e, que, em razão da recuperação judicial, a companhia é "um canal dos mais confiável para o novo fornecedor", já que não pode atrasar pagamentos.

"O plano prevê que a gente vai conseguir pagar na média da massa dos credores algo como 55% das nossas dívidas. A recuperação de um credor colaborador pode ser 100%, assim como o credor com dívida de até R$ 12 mil. É um plano bastante ajustado. O desconto grande que puxa para baixo está do lado do financeiro — credores que emprestaram dinheiro à empresa. O desconto no financeiro é fundamental para ter ajuste de balanço", afirmou Coelho ao jornal O Globo.

Compartilhe

UNIÃO DA MODA

Fusão da moda: Arezzo (ARZZ3) e Grupo Soma (SOMA3) acertam termos e condições para incorporação que criará gigante do varejo

19 de maio de 2024 - 9:03

De acordo com as informações mais recentes dos respectivos balanços, as empresas, juntas, faturam algo em torno de R$ 12,765 bilhões

CRISE NA ESTATAL

Justiça nega pedido por assembleia na Petrobras (PETR4) que atrasaria posse de Magda Chambriard

18 de maio de 2024 - 17:02

Em sua reclamação na Justiça, o deputado do Novo alega que, eventualmente reconhecida a queda do CA em efeito dominó após a saída de Prates

QUASE 10 ANOS DEPOIS

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta de R$ 127 bilhões para compensar tragédia em Mariana, mas acordo não deve evoluir agora

18 de maio de 2024 - 14:44

Valor de R$ 127 bilhões oferecido na última proposta, do final de abril, foi mantido, mas as empresas retomariam agora obrigações que tinham ficado de fora

SUBIU, DESCEU

Volta da febre das “meme stocks”: GameStop cai quase 20% em um único pregão, mas fecha semana com ganhos de 23%

18 de maio de 2024 - 13:26

Também pressionaram os papéis da mais famosa “ação meme” a divulgação de dados trimestrais preliminares da empresa

Dá o play!

Óleo no chope da bolsa: como ficam seus investimentos após mais uma intervenção na Petrobras (PETR4)

18 de maio de 2024 - 11:00

O podcast Touros e Ursos recebeu Karina Choi, sócia da Cordier Investimentos, para comentar os possíveis impactos da decisão do presidente Lula de demitir Jean Paul Prates da presidência da estatal

DISPUTA JUDICIAL

Justiça de SP suspende embargo das obras do principal projeto da JHSF (JHSF3) após mais de um mês de paralisação

18 de maio de 2024 - 9:12

O relator do documento é Ruy Alberto Leme Cavalheiro, da 1ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente

HORA DE VENDER?

Rumo: por que o Goldman Sachs calcula um potencial de ganho menor para as ações RAIL3

17 de maio de 2024 - 16:19

O banco norte-americano reduziu o preço-alvo dos papéis de R$ 27 para R$ 24,50 — o que representa um potencial de valorização de 16,5% com relação ao último fechamento

CHAMA O VAR

Com mais de R$ 395 milhões em dívidas, Polishop pede recuperação judicial, mas bancões tentam reter valores

17 de maio de 2024 - 15:09

Além da recuperação judicial, a Polishop vem tentando se blindar dos credores financeiros por meio de cautela tutelar

COMPRAR OU VENDER?

A Positivo pode mais? As ações POSI3 já subiram 50% este ano e esse banco gringo conta para você se há espaço para mais

17 de maio de 2024 - 13:46

Os papéis da empresa sobem cerca de 5% nesta sexta-feira (17), embalados pela nova recomendação do UBS BB; confira se chegou o momento de colocar ou tirar esses ativos da carteira

INVESTIMENTOS

Seguro mais seguro: por que o JP Morgan elevou recomendação para IRB Re (IRBR3) mesmo com catástrofe no RS?

17 de maio de 2024 - 11:07

Nas contas do banco norte-americano, o IRB é a companhia de seguros mais exposta ao RS, podendo ter um impacto de 15% a até 30% nos lucros até o fim de 2024

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar