Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2023-01-04T13:36:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Arrecadação

Brasileiro pagou 11,5% a mais de impostos em 2022, aponta Impostômetro

Apesar das desonerações promovidas pelo governo de Jair Bolsonaro, a maior arrecadação de impostos veio dos tributos federais

4 de janeiro de 2023
13:36
impostos de renda pensão alimentícia receita federal restituição
Imagem: Adobe Stock / Montagem: Giovanna Figueredo

Os contribuintes brasileiros pagaram em 2022 R$ 2,89 trilhões em impostos, um aumento de 11,5% em relação a 2021. As informações são do painel Impostômetro, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

O total corresponde ao montante arrecadado aos governos federal, estadual e municipal incluindo taxas, contribuições, multas, juros e correção monetária. Em 2021, o mesmo painel registrou aproximadamente R$ 2,6 trilhões.

Apesar das desonerações promovidas pelo governo de Jair Bolsonaro, a maior arrecadação veio de tributos federais, de acordo com o economista do Instituto Gastão Vidigal da ACSP, Ulisses Ruiz de Gamboa.

“Adicionalmente, ainda, tivemos inflação em níveis elevados, o que encarece produtos e serviços”, destacou Gamboa.

Só no estado de São Paulo, a arrecadação passou de R$ 1 trilhão em 2022 e correspondeu a 37,4% da arrecadação total do país.

Para Gamboa, são necessárias reformas estruturais para reduzir o peso dos impostos sobre os brasileiros.

“A nossa carga tributária continua sendo elevada para os padrões de um país emergente. A reforma administrativa e a contenção dos gastos públicos são alguns dos caminhos para diminuir o peso dos impostos”, disse.

Leia mais:

Reforma tributária

O novo governo tem defendido a realização de uma reforma tributária para corrigir assimetrias. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, prometeu que anunciará ainda no primeiro trimestre medidas "para colocar o país no rumo certo".

"A partir do fim de abril, vou começar a discutir reforma tributária e arcabouço fiscal com o Congresso", disse Haddad no começo da semana.

O projeto que deve ser discutido é o de Bernard Appy, que já está mais avançado no Congresso. Appy foi um dos primeiros nomes anunciados por Haddad para compor sua equipe e virou secretário especial para a reforma.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Repercussão do resultado

Itaú (ITUB4) acertou em provisionar 100% da exposição à Americanas, dizem analistas; ações disparam na bolsa

8 de fevereiro de 2023 - 12:56

Ao se prevenir totalmente de calote da Americanas no balanço do 4T22, Itaú evita que efeito contamine resultados de 2023

CORRIDA PLATINUM

Uber supera expectativas no 4º trimestre e encerra 2022 com balanço 5 estrelas; ações disparam nas bolsas

8 de fevereiro de 2023 - 12:09

A empresa encerrou os últimos três meses do ano passado com um lucro líquido de US$ 595 milhões, contrariando as expectativas de prejuízo dos analistas

VESPEIRO POLÍTICO

CEO do Itaú (ITUB4) fala sobre disputa entre Lula e presidente do BC: “é do jogo”

8 de fevereiro de 2023 - 11:44

Milton Maluhy, CEO do Itaú, vê a equipe do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, “na direção correta”, mas defende definição rápida da meta de inflação

TEMPOS DIFÍCEIS

Entenda o que está acontecendo com a Marisa (AMAR3) após a renúncia do presidente e alerta financeiro — ações caem mais de 5% na B3

8 de fevereiro de 2023 - 11:12

A Marisa (AMAR3) não detalhou quais as suas dificuldades financeiras que demandam melhorias na estrutura de capital

NOVIDADE BEM RECEBIDA

Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra movimenta mais de R$ 60 milhões na primeira semana de negociação

8 de fevereiro de 2023 - 11:07

O título mais negociado foi o Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra 2030, representando 40,12% do total (24 milhões). Quase 8 mil pessoas negociaram os títulos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies