🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Rodolfo Amstalden: O último leitor

Na transição, Haddad era tido como apenas outro dentre tantos inimigos do mercado. Hoje fica claro que temos um ministro da Fazenda devidamente letrado.

22 de março de 2023
18:15 - atualizado às 17:53
Um livro aberto com moedas no topo, simbolizando o aprendizado sobre investimentos; há mais livros ao fundo
Imagem: Shutterstock

"Minha mãe diz que ler é pensar" - Sofia disse.
"Não que nós lemos e depois pensamos,
mas sim que pensamos em alguma coisa e
depois acabamos lendo isso em um livro,
como se tivesse sido escrito por nós mesmos."
(Alvo Noturno - Ricardo Piglia)

Paulo Guedes afirma ter lido a Teoria Geral de Keynes três vezes, “no original”, antes mesmo de chegar a Chicago.

Já o presidente Lula parece não perder tempo com banalidades: “livros de Economia estão superados”.

Entre ler três vezes e não ler nenhuma, continuo sonhando com um político que tenha lido Keynes uma única vez, e entendido o que leu.

Pode ser na versão traduzida para o Português, ou na versão em quadrinhos. O que importa mesmo é entender a parada.

A despeito de seu G maiúsculo para os Gastos do Governo, Keynes era um grande fã da responsabilidade fiscal.

Ele não era nada vingativo. Ao contrário, foi um dos primeiros a alertar sobre as punições extremas contra a Alemanha depois da 1ª Guerra.

Ainda mais importante do que isso, ele respeitava as reações do mercado como um guia prático – embora nem sempre lúcido – para julgar as decisões de política econômica.

Keynes era um exímio investidor, e ganhou dinheiro de verdade na Bolsa de Londres, sem vergonha de ser feliz.

Poderia ter ensinado algumas lições preciosas aos ditos "keynesianos" que o sucederam de maneira não autorizada. Mas, se não ensinou em vida, ainda pode ensinar depois de morto.

Nos últimos 50 anos, o mainstream do conhecimento econômico tornou-se bastante acessível a todos nós, de Keynes a Friedman, de Volcker a Bernanke.

Está aí para quem deseja aprender.

Dizem as más línguas que Haddad assumiu a Fazenda sabendo menos que os calouros de Economia da UFRJ.

  • Já sabe como declarar seus investimentos no Imposto de Renda 2023? O Seu Dinheiro elaborou um guia exclusivo onde você confere as particularidades de cada ativo para não errar em nada na hora de se acertar com a Receita. Clique aqui para baixar o material gratuito.

Dizem as boas línguas que ele tem demonstrado um grande interesse, bom senso e – coisa raríssima – gosta de trabalhar; nisso se parece com o Meirelles.

Sabemos das brigas & disputas dentro partido, do fogo amigo contra Haddad, mas é difícil concordar com uma precificação de mercado que considera esse cenário pior do que o da transição.

Na transição, Haddad era tido como apenas outro dentre tantos inimigos do mercado, meio estilo Mercadante.

Hoje fica claro que temos um ministro da Fazenda devidamente letrado, capaz de entender o que lê.

Se as opiniões dele vão predominar, veremos.

Seu arcabouço fiscal ficou para abril.

É uma derrota se pensarmos que não convenceu ainda a todos, perdeu o timing do Copom de março.

É uma vitória se lembrarmos que, até pouco tempo atrás, não havia qualquer coisa parecida com uma nova regra fiscal.

Compartilhe

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa entra na última semana do primeiro semestre tentando virar o jogo para a segunda metade do ano

24 de junho de 2024 - 8:01

Mercado financeiro terá pela frente uma semana de agenda cheia; ata do Copom, IPCA-15 e Relatório Trimestral de Inflação são os destaques por aqui

Mande sua pergunta!

Minha filha mora com o marido em imóvel que recebi de herança; agora ele quer que eu transfira o bem para ambos, o que fazer?

22 de junho de 2024 - 8:01

Casal quer reformar o imóvel e deseja que leitora passe o bem para o nome deles, mas ela quer proteger sua filha em caso de divórcio

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Após 3 sessões em alta, Ibovespa tenta interromper sequência de quatro semanas no vermelho enquanto investidores tateiam o fundo do poço

21 de junho de 2024 - 7:52

Com o dólar na faixa de R$ 5,46, os mais pessimistas ainda temem que o piso do Ibovespa contenha algum fundo falso, talvez um alçapão

SEXTOU COM O RUY

Chegou a hora de comprar ações? Para quem não tem pressa, a bolsa tem boas oportunidades

21 de junho de 2024 - 6:09

A bolsa voltou para os menores níveis desde novembro de 2023, com sérios receios de que a coisa iria desandar de vez. Mas será que podemos apostar nesse cenário?

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Copom unânime desfaz margem para ruídos e dá fôlego à bolsa — pelo menos em um primeiro momento

20 de junho de 2024 - 7:53

Parece contraditório, mas Ibovespa busca recuperação depois de o Copom ter decidido por unanimidade pela interrupção do ciclo de corte de juros

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: A Nvidia é fruto de hábitos ultrapassados

19 de junho de 2024 - 20:01

Tudo é muito impressionante na história de Nvidia, mas o mais impressionante é o nome por trás da gigante dos chips

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Expectativa com decisão de juros do Copom dá o tom do dia na bolsa, mas feriado nos EUA drena liquidez do mercado

19 de junho de 2024 - 8:05

Analistas esperam manutenção da taxa Selic a 10,50% ao ano, mas decisão de juros será anunciada somente depois do fechamento da bolsa

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: A banalidade do bem, a zona de desinteresse e o elogio do vira-lata

18 de junho de 2024 - 20:15

Três coisas que precisam ser ditas sobre a política monetária de Lula antes do resultado da reunião do Copom.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa busca recuperação com corte dos gastos em pauta e acordo entre Petrobras (PETR4) e Receita

18 de junho de 2024 - 7:54

Ibovespa começa mais um pregão vindo do nível mais baixo de fechamento no ano; indicadores norte-americanos também estão no radar

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

O paradoxo do conservadorismo necessário: para que os juros caiam depois, é preciso mantê-los elevados agora

18 de junho de 2024 - 6:33

Manter os juros altos agora não apenas ajudaria a reancorar as expectativas de inflação, mas também permitiria uma política monetária mais flexível no futuro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar