🔴 +30 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – ACESSE GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView

Rodolfo Amstalden: Quanto vale a sua reputação?

Partindo de uma dotação inicial de R$ 180 bilhões, qual seria uma função utilidade que lhe faria disposto a gastar R$ 20 bilhões para preservar sua reputação?

18 de janeiro de 2023
19:52
Cédulas de dinheiro
Imagem: Pexels

Entre as precisas aspas atribuídas a John Pierpoint Morgan, a que mais aparece para mim na pesquisa do Google tem a ver com reputação.

"The first thing is character… before money or anything else; money cannot buy it.”

JP Morgan entendia o bom caráter como virtude suprema, essencial para qualquer pai de família ou homem de negócios.

Sob essa leitura, nem todo o dinheiro do mundo seria capaz de comprar um único grama de caráter.

Ainda assim, em situações cotidianas, é inevitável depararmos com contextos nos quais dinheiro e valores morais podem ser intercambiáveis.

Lembro-me da prova final de Economia Matemática II, em que o Professor Kanczuk propunha uma única e simples pergunta: quanto vale sua vida?

Eu que, como sempre, tinha me preparado porcamente para uma prova pesada de matemática, repleta de funções pitorescas de U(x), fiquei me perguntando se havia entrado na sala errada.

Seria aquele um teste de Filosofia?

No fim das contas, era um pouco dos dois. O aluno começava filosofando e terminava fazendo um cálculo atuarial lastreado em seguro de vida.

Depois da pergunta desconcertante, tinha um enunciado para isso, e era preciso prestar atenção em cada detalhe desse enunciado, em busca de pistas preciosas para levantar as premissas e seguir com as operações matemáticas.

Ao que me consta, para minha tristeza nostálgica, Kanzczuk se aposentou da nobre labuta professoral.

Se ainda estivesse por lá, talvez atualizasse o enunciado para algo como:

Partindo de uma dotação inicial de R$ 180 bilhões, qual seria uma função utilidade que lhe faria disposto a gastar R$ 20 bilhões para preservar sua reputação?

A priori, a resolução do exercício parece mais fácil, com vários tipos de funções satisfazendo a condição.

No entanto, um bom matemático poderia provar também que existem infinitas funções que não a satisfazem, o que sugere um perigo.

De repente, um aluno incauto de MBA perde o foco, e começa a divagar nessa floresta infinita de funções. O tempo vai passando, passando, e ele não consegue encontrar a resposta.

Talvez esse aluno se distraia e caia na tentação de pensar: "bem, qual é o mínimo que eu preciso gastar com isso?".

Talvez ele entenda que sua reputação está eternizada depois de sobreviver à choppada dos bixos sem vomitar, não é preciso preservar o que não sofre ameaça; logo, nem há o que calcular.

E então o estrago estará feito, nota zero na prova do Kanczuk, e nem adianta imaginar que ele vai dar mole na REC, porque não vai, não é do feitio dele.

Compartilhe

Diário de Bordo

O que eu penso sobre o bitcoin?

28 de fevereiro de 2024 - 10:29

Diário de Bordo de 28 de fevereiro de 2024

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Campos Neto e Powell navegam em águas incertas: o que esperar dos próximos passos dos banqueiros centrais para os juros

27 de fevereiro de 2024 - 6:29

A trajetória das taxas de juros no Brasil e nos EUA será decisiva para as expectativas dos investidores e a direção dos ativos de risco

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Qual o caminho mais rápido e efetivo para o sucesso no mercado?

26 de fevereiro de 2024 - 20:03

Seja lá qual for o caminho do sucesso, ele começa por uma boa educação. Nada é mais estruturante e transformacional.

LINHA D'ÁGUA

Por que FoFs de previdência privada serão os grandes vencedores das mudanças recentes na tributação

26 de fevereiro de 2024 - 18:46

Esse tipo de fundo mantem a mesma característica tributária de um exclusivo de previdência, mas, por ser um fundo coletivo, de varejo, não tem o limite de R$ 5 milhões de patrimônio

DE REPENTE NO MERCADO

Fênix à solta: Weg (WEGE3) ressurge como ‘fábrica de bilionários’; Oi (OIBR3) deixa de ser penny stock e Nvidia ‘fura’ a bolha da inteligência artificial

25 de fevereiro de 2024 - 12:00

E mais: estrategista-chefe recomenda 3 ações que estão em ‘raríssimo momento na bolsa’ e por que você deveria correr para comprar um imóvel logo

Mande sua pergunta!

Vi que posso perder minha casa para pagar dívidas de donos anteriores; e no caso de imóvel comprado em leilão, que já vem com dívidas?

24 de fevereiro de 2024 - 8:00

Quem compra imóvel em leilão também pode acabar tendo o bem penhorado para pagar dívidas não pagas atreladas a ele?

SEXTOU COM O RUY

Um Big Mac depois da academia: A ação da Petrobras (PETR4) continua subindo, mas é por causa do governo ou apesar dele?

23 de fevereiro de 2024 - 6:31

Petrobras estabeleceu recentemente um novo recorde de valor de mercado, mas a razão para isso é diferente daquela que a direção da empresa acredita ser

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Falácia da troca de narrativa

21 de fevereiro de 2024 - 20:01

Os movimentos de precificação de mercado estão cada vez mais sujeitos ao “arco narrativo”

Diário de Bordo

Bolha da internet: Nvidia rima com a história de Cisco?

21 de fevereiro de 2024 - 9:05

Qual será o próximo “choque de realidade” nas Bolsas americanas? Desde a pandemia, o mercado tenta prever o próximo. O mercado traz à tona inúmeros exemplos do passado tentando comparar o momento atual e justificar as razões pelas quais a história deveria se repetir. Porém, até agora todos eles caíram por terra. Próximo da divulgação […]

CRYPTO INSIGHTS

Saiba como identificar verdadeiras oportunidades em Inteligência Artificial (IA) e criptomoedas

20 de fevereiro de 2024 - 16:30

Na minha opinião, inteligência artificial é, sim, algo muito maior do que cripto e blockchain

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies