🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Quando a maré baixa é que você vê quem está nadando Nu. Que o diga o fundo do Nubank

Foi isso o que aconteceu com investidores do fundo Nu Reserva Imediata, o “caixinha” do Nubank

20 de janeiro de 2023
6:07 - atualizado às 12:49
Montagem com cartão do Nubank
Montagem com cartão do Nubank - Imagem: Montagem/Seu Dinheiro

Já pensou em deixar a sua reserva de emergência em um fundo que se diz totalmente seguro e quando você precisa do dinheiro descobre que uma parte dele sumiu? Pois saiba que foi isso o que aconteceu com investidores do fundo Nu Reserva Imediata.

Segundo o próprio site do Nubank, trata-se de um fundo DI com aplicações de baixo risco, rentabilidade melhor que a da poupança e possibilidade de resgate antecipado.

Até aqui, nenhuma novidade. Praticamente todos os bancos e corretoras têm fundos DI indexados ao CDI, sem risco algum e possibilidade de retiradas no mesmo dia.

No caso do Nubank, no entanto, a rentabilidade garantida virou garantia de prejuízo para quem "guardou" o dinheiro no fundo em 2023.

Quando a maré baixa, você vê quem está Nu

Antes de mais nada, é preciso entender o que aconteceu com o tal fundo.

Apesar de investir boa parte do dinheiro dos cotistas em ativos conservadores, como o Tesouro Selic, o fundo destinava uma pequena parcela do patrimônio para investimentos em títulos de dívidas de outras empresas.

Em outras palavras, o fundo pegava uma parte do dinheiro dos clientes e "emprestava" para outras empresas, em busca de mais rentabilidade, mas com riscos bem mais altos também.

Antes de continuar, é bom esclarecer que gestores fazem isso para obter um retorno um pouco mais atrativo do que os Fundos DI tradicionais e, assim, chamar mais cotistas para os seus fundos — o que também significa mais lucro para eles.

Quando a bonança predomina, essa maior agressividade costuma dar certo. Veja como o fundo "turbinado" do Nu rendeu um pouco mais do que o Tesouro Selic em 2022.

Fonte: Bloomberg

Mas e quando as coisas dão errado?

Certa vez, Warren Buffett usou a seguinte frase para descrever gestores que tomam posições arriscadas demais no bull market e que acabam se dando muito mal quando o mercado vira: "quando a maré baixa é que você vê quem está nadando nu".

Aliás, como curiosidade, fui pesquisar qual era a origem do nome Nubank.

Segundo o próprio banco, "Nu vem de sem roupas, pelado mesmo. Traz a ideia de transparente".

Transparente não me parece a melhor definição para o tal fundo DI. Neste caso, acredito que a definição de Buffett para a palavra nu esteja mais próxima do que realmente aconteceu.

A maré baixou

Com todos os problemas que vieram à tona, a situação financeira da Americanas piorou drasticamente.

Antes, uma empresa com resultados razoáveis, endividamento controlado e boa relação com bancos. Agora, uma companhia com resultados ruins, dívidas gigantescas e muita desconfiança perante as instituições financeiras. De um dia para o outro, as chances de a Americanas não conseguir pagar as suas dívidas aumentou muito, o que provocou uma forte desvalorização das debêntures da companhia.

Desvalorização de debêntures com vencimento em 2033. Fonte: Bloomberg

Adivinhe qual fundo tinha essas debêntures na carteira? Como dica, vou citar o trecho de uma música para você: "pelado pelado, Nu com mão no bolso".

Como consequência, o fundo que deveria prezar por retornos acima da poupança, acabou mostrando prejuízo para os cotistas em 2023:

Fonte: Bloomberg

O problema não é a estratégia, mas a finalidade do fundo

O que o fundo Nu Reserva de Emergência fez não é incomum, e não há nenhum problema com a estratégia de se misturar investimento em títulos do governo com debêntures.

Como eu já disse, vários fundos DI destinam uma parcela do patrimônio em títulos de dívida de empresas para apimentar a rentabilidade. Mas eles devem fazer isso alertando para os riscos.

No caso do Nubank, o que é inaceitável é o banco sugerir um fundo com esses ativos para clientes que não querem ter risco algum. Para clientes que estão em busca de um lugar seguro para guardar sua reserva de emergência.

Lembrando que, além de debêntures da Americanas, o fundo ainda carregava (talvez ainda carregue, não temos como saber) títulos da Qualicorp, Ambipar, e por aí vai.

Não brinque com a sua reserva de emergência

Se existe uma coisa que eu quero que você aprenda na coluna de hoje é: não brinque com a sua reserva de emergência!

Já pensou, no momento que você mais precisa do dinheiro, descobre que ele sumiu, ou que, por causa de uma decisão ruim do gestor, só sobrou metade?

Por isso, essa parcela do seu patrimônio precisa estar investida em ativos que não carreguem riscos. Pode ser diretamente em Tesouro Selic, pode ser num fundo DI que invista todo o patrimônio em Tesouro Selic – procure as informações em sua corretora.

Empiricus Selic, BTG Selic e Trend Selic são alguns dos fundos DI para o propósito de reserva de emergência sugeridos na série Melhores Fundos de Investimento.

Lembre-se: essa parcela não está em jogo!

Qual a melhor aplicação para sua reserva de emergência?

Nesta aplicação, sua reserva de emergência fica alocada nos ativos mais seguros de todo o mercado brasileiro. Além disso, tem taxa ZERO de administração. Clique aqui para conhecer gratuitamente.

Powered by Empiricus Investimentos.

Um grande abraço e até a semana que vem!

Ruy

O Seu Dinheiro procurou o Nubank a respeito do fundo Nu Reserva Imediata e recebeu o seguinte posicionamento:

"A Nu Asset Management, gestora de fundos de investimentos do Nubank, esclarece que o fundo de renda fixa “Nu Reserva Imediata” possui estratégia desenhada para ser uma opção de baixo risco e altíssima liquidez, e busca performance acima do CDI ao longo do tempo. O Nu Reserva Imediata é um fundo de renda fixa com grau de investimento, possui rentabilidade nominal positiva de 2,72% nos últimos 90 dias, e segue trajetória de rentabilidade de longo prazo, apoiada pela diversificação de investimentos.

Assim como dezenas de fundos no mercado com o mesmo perfil, o Nu Reserva Imediata também investe em ativos de crédito privado, dentro de um limite regulatório. A pequena parcela de investimento em debêntures das Lojas Americanas, historicamente avaliada como Triple A por diferentes casas de rating, já foi revista pela Nu Asset Management."

Compartilhe

Especial IR

Me mudei para Portugal, mas não entreguei a Declaração de Saída Definitiva do País; como regularizar a situação?

18 de maio de 2024 - 8:00

Documento serve para encerrar as obrigações fiscais do contribuinte no Brasil, mas este leitor não a entregou e agora recebeu uma herança

SEXTOU COM O RUY

A Petrobras (PETR4) desabou mais uma vez: surge uma barganha na bolsa com dividendos bilionários?

17 de maio de 2024 - 6:04

Nas últimas várias trocas no comando da Petrobras, não tivemos grandes mudanças no dia a dia da companhia, o que inclusive permitiu ótimos pagamentos de dividendos nos últimos anos, mesmo com CEOs distintos — será que agora também vai ser assim?

CRYPTO INSIGHTS

Os sinais favoritos para entender o curto prazo do bitcoin (BTC)

14 de maio de 2024 - 19:17

A tendência macroeconômica é de expansão de liquidez, e os indicadores de curto prazo que mais gosto estão favorecendo a tese de que estamos próximos do fundo local para a mais recente correção do mercado

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Vai piorar antes de melhorar? Milei começa a arrumar uma Argentina economicamente destruída

14 de maio de 2024 - 6:01

Em poucos meses, Milei conseguiu diminuir inflação, cortar os juros e aumentar reservas do Banco Central da Argentina, mas custo social é alto

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: O real vai morrer aos 30?

13 de maio de 2024 - 20:01

A decisão do Copom na semana passada foi inequivocamente ruim. Quando você tem um colegiado dividido entre os “novos” e os “velhos”, alimentam-se os piores medos. O Copom deveria saber disso.

Especial IR

Dúvidas cruéis sobre declaração de ações no IR: isenção, retificação, mudança de ticker, prejuízos e investimento no exterior

11 de maio de 2024 - 8:00

A Dinheirista responde algumas das suas dúvidas mais cabeludas sobre como declarar ações no imposto de renda

SEXTOU COM O RUY

Bolsa barata não basta: enquanto os astros locais não se alinham, esses ativos são indispensáveis para a sua carteira

10 de maio de 2024 - 6:07

Eu sei que você não tem sangue de barata para deixar todo o patrimônio em ações brasileiras – eu também não me sinto confortável em ver os meus ativos caindo. Mas há opções para amenizar as turbulências internas.

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Selic — uma decisão com base em dados, não em datas

8 de maio de 2024 - 16:42

Hoje em dia, ao que parece, tudo tem que terminar cedo, e bebidas alcoólicas são proibidas. Por conseguinte, os debates deram lugar a decisões secas e comunicados pragmáticos

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Divididos entre o conservadorismo salutar e a cautela exagerada, Copom e Campos Neto enfrentam um dilema

7 de maio de 2024 - 6:18

Os próximos passos do Copom dependem, em grande medida, da reação da economia norte-americana à política monetária do Fed

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: Mantendo a esperança nas bolsas americanas

6 de maio de 2024 - 20:01

Começamos maio de forma bem mais positiva do que foi abril — sigo uma regra que, se não infalível, tem uma taxa de acerto bastante alta: se o payroll for positivo, o mês será positivo para as bolsas americanas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar