Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2022-01-07T12:01:01-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Plataformas de investimento

XP anuncia acordo para compra do Banco Modal, dono da plataforma modalmais

A XP vai usar como moeda as próprias ações e vai emitir 19,5 milhões de papéis para ficar com o Modal, que foi avaliado em aproximadamente R$ 3 bilhões

7 de janeiro de 2022
8:41 - atualizado às 12:01
Tradicional vento com toque de campainha de abertura do pregão marcou a oferta pública do Banco Modal
Tradicional vento com toque de campainha de abertura do pregão marcou a oferta pública do Banco Modal - Imagem: Cauê Diniz/ B3

Em mais um lance na batalha das plataformas de investimento, a XP anunciou hoje acordo para incorporar 100% do Banco Modal, dono da modalmais.

A XP vai usar como moeda as próprias ações e vai emitir 19,5 milhões de papéis para ficar com o Modal, o que representa um prêmio de 35% sobre a cotação média dos papéis (MODL11) nos últimos 30 dias.

Com isso, a plataforma foi avaliada em aproximadamente R$ 3 bilhões, com base nas cotações atuais do dólar e das ações da XP (US$ 27,09), que é listada na bolsa americana Nasdaq.

As ações e units do Modal disparam até 50% para se ajustar à oferta da XP no pregão desta sexta-feira. Mas para os investidores que compraram ações do Modal na oferta pública inicial de ações (IPO) o acordo com a XP traz um gostinho amargo.

Isso porque os papéis da plataforma de investimentos acumulam queda de 55% desde a estreia na B3, em abril do ano passado, até o fechamento de ontem.

Após o negócio, os acionistas do Modal terão uma participação de 3,49% no capital da XP. Mas antes disso o Modal pretende converter as todas as ações preferenciais em ordinárias e migrar para o Novo Mercado da B3.

Juntos, XP e Modal formarão uma instituição com 3,8 milhões de clientes ativos e uma receita de R$ 11,8 milhões nos últimos 12 meses até setembro. As empresas esperam concluir a união, que também precisa passar pelos reguladores, em até 15 meses.

Com juros em alta e bolsa em queda, o ano de 2021 foi difícil para as plataformas de investimento e para a tese do "financial deepening" — ou seja, a migração dos investidores para produtos com foco em maior retorno e risco fora da prateleira dos grandes bancos.

Em um ambiente de competição mais difícil, o acordo entre XP e Modal pode ser um sinal de que uma consolidação mais rápida do mercado de plataformas de investimento vem por aí.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia morno com exterior negativo, mas termina semana com ganho de 1,88%; dólar fecha em alta, mas acumula queda de 1,05% no período

Bolsa terminou o dia em baixa, com dólar e juros em alta, com piora no exterior e preocupações fiscais

CASOS DE FAMÍLIA

Elon Musk pega pesa pesado com o Twitter após integração de NFTs; veja o que o bilionário falou

Rede social passou a permitir que usuários do iOS, sistema da Apple, utilizassem os chamados tokens não fungíveis como fotos de seus perfis

Renda fixa

Nubank lança fundo para reserva de emergência que busca retorno entre 100% e 105% do CDI – mas tem uma pimentinha

Nu Reserva Imediata é o primeiro fundo de renda fixa da família Nu Reserva; embora seja de baixo risco, ele tem opção de investir em títulos privados

FIQUE DE OLHO

Agenda de indicadores: Inflação domina semana recheada de balanços de empresas de tecnologia em Wall Street; saiba o que esperar

Depois de uma semana em que o Ibovespa caminhou na contramão do mundo, inflação volta ao centro da agenda local na semana em que os EUA divulgam prévia do PIB de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies