O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-31T20:24:04-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
INVESTIMENTO BILIONÁRIO

Petrobras (PETR4) desembolsará R$ 7,2 bilhões para utilizar estruturas da União no Porto de Santos pelos próximos 25 anos; entenda

A estatal também deverá realizar investimentos mínimo previstos no porto, com destaque para a construção de um novo píer

31 de março de 2022
20:23 - atualizado às 20:24
Foto da fachada do prédio da Petrobras (PETR3 e PETR4) na avenida Paulista, em São Paulo. A estatal decide o valor da gasolina vendida às distribuidoras e pode ser uma boa alternativa para quem investe de olho em dividendos e proventos
Imagem: Shutterstock

A Petrobras (PETR4) vai desembolsar cerca de R$ 7,2 bilhões para utilizar instalações portuárias e infraestruturas públicas da União no complexo no Porto de Santos pelos os próximos 25 anos. É o que diz um comunicado ao mercado enviado pela estatal nesta quinta-feira (31).

O valor do contrato de arrendamento firmado com o Ministério da Infraestrutura foi estabelecido com base no montante estimado de receitas a serem obtidas petroleira durante a vigência do acordo, que pode ser prorrogada até limite máximo de 70 anos.

A soma bilionária será divida em parcelas mensais fixas de R$ 4,3 milhões pelo direito de explorar as áreas e R$ 558,2 milhões para a outorga. Cerca de 25% do total da segunda despesa deverá ser pago antes da assinatura do contrato de arrendamento e o restante em cinco parcelas anuais.

Além disso, a Petrobras destinará à União R$ 9,28 por tonelada de qualquer carga movimentada nas instalações compreendidas no acordo. A estatal também deverá realizar investimentos mínimo previstos no Porto de Santos, com destaque para a construção de um novo píer com dois berços e um tanque de armazenamento.

Petrobras (PETR4) não será privatizada neste ano

Um dia antes da divulgação de mais um contrato firmado com a União, o ministro da Economia, Paulo Guedes, descartou uma eventual privatização da Petrobras (PETR4) na atual administração de Jair Bolsonaro.

A fala acontece em meio à mudança de comando da estatal — o economista Adriano Pires foi indicado para o cargo de CEO da companhia, em substituição ao general Joaquim Silva e Luna.

“O presidente [Jair Bolsonaro] disse expressamente que não privatizaria a Petrobras neste mandato, o primeiro mandato. Nunca disse nada sobre o segundo mandato”, declarou Guedes, em entrevista coletiva na embaixada brasileira em Paris, nesta terça-feira (29).

Segundo o portal UOL, Bolsonaro teria dito a Pires que a Petrobras “dá muita dor de cabeça” — a troca no comando da empresa ocorre num contexto de forte reajuste nos preços dos combustíveis, em resposta à disparada nas cotações internacionais do petróleo.

Em viagem à França para discutir a adesão do Brasil à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Guedes disse ser pessoalmente favorável à privatização da petroleira, mas que a decisão final cabe ao presidente da República.

“Quando penso em Petrobras, penso que a gente deveria privatizar, mas eu não tenho votos. Sou só um ministro da Economia. Eu não tenho nada a comentar sobre a Petrobras.”

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

pressão vendedora

Nubank derrete 21% na semana após fim do lock-up, que restringia venda das ações pelos “tubarões”

Desde o IPO, o Nubank já perdeu US$ 23,9 bilhões em valor de mercado, e a fintech que antes valia mais que o Itaú hoje vale quase um terço dele

INTERNET DO MUSK

O que faz a Starlink, empresa que trouxe Elon Musk ao Brasil e deve operar na Amazônia

A empresa do bilionário promete internet ultrarrápida e deve começar as suas operações ainda neste ano; Anatel já deu aval

FECHAMENTO DO DIA

Escapou do urso: S&P 500 consegue fechar no azul em recuperação dramática; saiba o que aconteceu com as bolsas nos EUA

Dois fatores são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas; entenda

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,87% e vale R$ 4,87. Euro também cai e vale R$ 5,13; confira o que movimentou o câmbio nesta sexta-feira

Apesar do predomínio de um certo humor pessimista pelo mundo, o real conseguiu ter mais um dia de ganhos em relação ao dólar

VISÃO MACRO

Por que o mercado exagera ao temer uma recessão nos Estados Unidos e na China

Os sinais de uma possível recessão nas grandes economias, como EUA e China, e o aumento de um pessimismo generalizado parecem ter tomado conta dos mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies