IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2022-12-05T21:44:45-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
DE OLHO NO FUTURO

Itaúsa (ITSA4) quer voltar a pagar dividendos históricos no médio prazo e usar dinheiro da venda da XP para quitar dívidas e investimentos

Prática de pagamento de dividendos, no momento, está atrelada aos valores repassados pelo Itaú Unibanco, mas empresa deve voltar a pagar proventos em patamares recordes nos próximos anos

1 de dezembro de 2022
12:20 - atualizado às 21:44
Itaúsa (ITSA4), holding dos controladores do Itaú
Imagem: Shutterstock

Apesar das diversas incertezas políticas e econômicas de ordem doméstica e global, a Itaúsa (ITSA4), holding e controladora do Itaú Unibanco, está confiante de que pode voltar a pagar os seus níveis históricos de dividendos nos próximos anos. 

Em evento para analistas e investidores nesta quinta-feira (01), o presidente e diretor de Relações com Investidores da Itaúsa, Alfredo Setubal, afirmou que a prática de pagamento de dividendos, no momento, está atrelada aos valores repassados pelo Itaú Unibanco. 

O executivo lembrou que, ao contrário do que aconteceu entre 2017 e 2019, quando o banco distribuiu cerca de 90% do seu resultado, os últimos anos foram mais magros, acompanhando o crescimento do crédito.

Com o Itaú pagando os dividendos mínimos de 25%, os repasses para os acionistas da holding foram reduzidos, mas há expectativa de que, com a maturação das outras empresas investidas — como Alpargatas (ALPA4) e CCR (CCRO3) —, a empresa pode retomar uma redistribuição de 37% a 40% do seu resultado, no patamar histórico. 

A grana da XP Investimentos

O processo de venda da fatia da companhia na XP Investimentos pode ser combustível para chegar mais rápido a esse objetivo. 

Ao longo de 2022, a Itaúsa já vendeu 41 milhões de ações em quatro operações distintas, levantando mais de R$ 2,5 bilhões. Em março a companhia vendeu 12 milhões de ações da XP por aproximadamente R$ 1,8 bilhão. Em julho, foram vendidas 7 milhões de ações da XP, por cerca de R$ 665 milhões. Em outubro foram vendidas cerca de 6,5 milhões de ações por R$ 600 milhões. 

No evento, Setubal lembrou que as ações foram herdadas da distribuição feita aos acionistas pelo Itaú e que não se trata de um investimento estratégico, já que a holding evita ampliar sua participação no mercado financeiro, uma vez que é a controladora do Itaú Unibanco e pode acabar se enquadrando como conflito de interesses. 

O objetivo é que nos próximos anos a holding zere a sua participação na corretora, ainda que o CEO da Itaúsa enxergue a XP como uma boa empresa, e use os recursos com o mesmo direcionamento assumido até agora — pagamento de dívidas, recompra de ações, capitalização de empresas investidas, pagamento de dividendos e melhora do resultado líquido. 

A última operação de venda havia sido feita em novembro, com a alienação de 5,5 milhões de papéis para a própria XP por meio de uma operação de block trade. Atualmente, a Itaúsa segue tendo direito a indicar membros ao Conselho de Administração e Comitê de Auditoria da XP — e ainda detém 6,39% do capital total e 2,27% do capital votante. 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies