IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2022-11-23T16:36:41-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
EMPREENDEDORISMO

Elas começam a trabalhar mais cedo que os homens, mas ainda são minoria. Afinal, qual é o perfil da empreendedora brasileira?

Em comum, os motivos que levam as mulheres a empreender são a conquista da independência financeira e a flexibilidade de tempo

23 de novembro de 2022
16:36
empreendedorismo feminino; mulheres empreendedoras
Imagem: iStockphoto

O empreendedorismo ganhou força, principalmente, durante a pandemia, como uma alternativa de renda para muitos brasileiros. E, apesar de ser majoritariamente masculino, o cenário tende a mudar nos próximos anos. 

Das 20,6 milhões de empresas ativas no país, cerca de 8,4 milhões têm uma mulher à frente dos negócios. Ou seja, 4 em cada 10 empresas no país têm mulheres como sócias majoritárias ou donas da própria empresa, aponta levantamento da Serasa Experian, divulgado nesta quarta-feira (23). 

Desse total, 84,7% delas tocam o negócio sozinhas, o que representa um total de 7,1 milhões de mulheres empreendedoras, aproximadamente. 

O estudo da consultoria de crédito foi elaborado a partir do número de 20.636.104 empresas ativas no país, segundo dados da Receita Federal, e análise de negócios que têm mulheres como sócias únicas ou majoritárias — quando há mais de um responsável pela empresa. 

Os indicadores analisados foram representatividade por gênero, idade, CPF, CNPJ, porcentagem de participação, localização por UF, porte, faturamento e tempo de abertura das empresas.

Qual é o perfil do empreendedorismo feminino?

As empreendedoras brasileiras abrem os seus próprios negócios mais cedo que os homens. Cerca de 36,3% delas possuem entre 20 e 39 anos de idade, contra 32,1% do público masculino. 

Empresas com até 2 anos de atuação são majoritariamente dirigidas por mulheres (17,2%) do que por homens (14,2%). A maior taxa de representação feminina ocorre na faixa de 3 a 5 anos de existência, com 28,8% para elas e 25,3% para eles.

Em comum, os motivos que levam as mulheres a empreender são: a conquista da independência financeira e a flexibilidade de tempo. 

Onde as mulheres empreendedoras atuam? 

O empreendedorismo feminino aparece com mais força no setor de serviços. Segundo o levantamento da Serasa Experian, os ramos com mais mulheres à frente dos negócios são: 

  • Comércio de confecções em geral: 10,7%; 
  • Serviços de higiene e embelezamento pessoal — estética e afins: 10,5%; 
  • Serviços de alimentação: 10%; 
  • Comércio varejista de gêneros alimentícios: 4,7%. 

Em menor proporção, o público feminino também atua em: 

  • Serviços de propaganda e publicidade: 2,9%; 
  • Comércio em geral: 2,7%; 
  • Curso preparatório e de especialização: 2,4%; 
  • Serviços de mão de obra especializada: 2,4%; 
  • Indústria de confecção em geral: 2,1%. 

E onde as mulheres estão localizadas? 

A partir do recorte regional de atuação, os negócios gerenciados por mulheres estão principalmente localizados nas regiões: 

  • Sudeste (51,1%); 
  • Nordeste (17,9%); 
  • Sul (17,4%); 
  • Centro-Oeste (9,1%); 
  • Norte (4,5%). 

Já em relação aos estados, São Paulo é o local de maior concentração do público feminino na condução de empresas, com 27,8%. Em seguida, Rio de Janeiro, com 10,6% e Minas Gerais (10,3%). 

Por fim, o estado com menor concentração de mulheres empreendedoras é Roraima, em que apenas 0,2% do público feminino está à frente de empresas. 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Governo eleito

Alckmin avisa que anúncio de novo ministro da Fazenda está próximo

26 de novembro de 2022 - 16:11

Em evento com empresários, vice-presidente eleito prometeu ajuste fiscal permanente e conjunto de reformas

Troca ou devolução

Comprou na Black Friday e se arrependeu? Veja quais são seus direitos

26 de novembro de 2022 - 11:59

O excesso de compras para aproveitar as oportunidades da Black Friday podem se transformar numa ‘ressaca’ no cartão de crédito

Recomendação de compra

Cielo (CIEL3) já dobrou de preço, mas ainda pode subir mais de 50% na bolsa, diz Santander. Confira detalhes

26 de novembro de 2022 - 9:48

Analistas do banco veem a Cielo (CIEL3) com vantagem competitiva em relação a adquirentes como Stone e PagSeguro

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: PIB do 3º trimestre no Brasil e payroll nos EUA são destaques de semana cheia

26 de novembro de 2022 - 8:11

A agenda econômica estará carregada nesta semana, com dados importantes de atividade e inflação a serem divulgados no mundo

Aperte o play!

Só acaba quando termina: Lula talvez não consiga gastar tanto assim; como isso mexe com seus investimentos?

26 de novembro de 2022 - 8:00

No podcast Touros e Ursos desta semana, PEC da Transição, Haddad na Fazenda, Petrobras e, é claro, futebol

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies