';

Veja onde investir em 2023 no guia exclusivo do Seu Dinheiro; baixe gratuitamente aqui

Cotações por TradingView
2022-12-02T11:14:07-03:00
Beatriz Azevedo Pinto
DE OLHO NAS REDES

Elon Musk quer curar a cegueira e fazer tetraplégicos andarem com um chip cerebral: testes em humanos já têm prazo — e o próprio bilionário deve ser a cobaia

O bilionário deu prazo de seis meses para os testes em humanos de seu chip cerebral começarem

2 de dezembro de 2022
11:14
elon-musk – (1)

Uma das mais recentes empreitadas de Elon Musk é no segmento de interface neural. Por meio do projeto de sua empresa, Neuralink, o bilionário quer curar a cegueira e outras deficiências com um chip cerebral. Os testes em humanos devem começar em seis meses e o próprio empresário se candidatou como cobaia.

Os experimentos para o chip já se envolveram em uma série de polêmicas — incluindo maus-tratos. Além disso, uma vários problemas já causaram consecutivos adiamentos nos testes do chip em humanos. Será que o bilionário vai conseguir tirar o projeto do papel? Em uma publicação na nossa página do Instagram, nós revelamos o que realmente está por trás dos testes e como funcionaria esse chip a ser implantado no cérebro.

Mas um spoiler: os mecanismos por trás podem causar uma certa desconfiança — para dizer o mínimo. O conteúdo está disponível logo abaixo, veja e nos siga por lá (basta clicar aqui). Assim, você recebe diariamente alertas com insights de investimentos que podem colocar uma boa grana no seu bolso, análises de mercado decisivas para o seu patrimônio e mais. Clique aqui e nos siga por lá. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Seu Dinheiro (@seudinheiro)

VEJA TAMBÉM - É o fim do Instagram? Enquanto Meta demite ‘sem dó’, o maior inimigo de Mark Zuckerberg não para de crescer

Recentemente, a Meta (dona do Facebook, Instagram e WhatsApp) tomou uma atitude que chocou o mundo inteiro: demitir mais de 11 mil funcionários de uma só vez. Foi uma das maiores demissões na história das grandes empresas de tecnologia.

Um corte de 13% da força de trabalho. A empresa usou a necessidade de aumento na eficiência como justificativa para os desligamentos. “Precisamos nos tornar mais eficientes em termos de capital”, disse o CEO da companhia de mídia social.

Mas, enquanto isso, o maior inimigo de Mark Zuckerberg está crescendo sem parar e assusta o bilionário, que está fazendo de tudo para derrubar o rival — mas, pelo menos por enquanto, não está tendo sucesso. 

Em uma publicação na nossa página do Instagram nós damos detalhes sobre o que está por vir para o bilionário: o Tiktok será capaz de acabar com o Instagram e Facebook? Descubra o que é possível esperar daqui para a frente na publicação abaixo e aproveite para nos seguir por lá. 

Assim, você fica por dentro de todas as notícias que abalam o seu patrimônio em menos de cinco minutos diários, além de receber em primeira mão nossos conteúdos exclusivos. Clique aqui e nos siga.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

REVERSÃO

BTG Pactual sofre derrota em batalha judicial contra Americanas (AMER3): bloqueio de R$ 1,2 bilhão do caixa da varejista é suspenso

24 de janeiro de 2023 - 19:55

O mesmo desembargador que havia concedido a liminar ao banco determinou hoje que o valor que estava retido deve ser revertido à ação de recuperação judicial

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Recuperação dos bancos e queda dos juros impulsionam Ibovespa; confira os destaques do dia

24 de janeiro de 2023 - 18:58

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

A GIGANTE ESTÁ DE PÉ?

Crescimento da receita da Microsoft é o menor desde 2016, mas ações sobem em Nova York — o que agradou os investidores?

24 de janeiro de 2023 - 18:33

Os papéis da gigante do software reagiram bem no after market em Nova York, chegando a subir mais de 4% depois de encerrarem o dia em queda na negociação regulamentar

Bancos x Americanas

Caso Americanas: Itaú rebate Lemann e diz que é ‘leviano’ atribuir aos bancos responsabilidade sobre rombo contábil

24 de janeiro de 2023 - 17:04

Para o Itaú, as demonstrações financeiras da Americanas são de responsabilidade única e exclusiva da varejista, incluindo diretoria e conselho

CRISE NA AMERICANAS

Cobrando do endividado: Americanas (AMER3) deve mais R$ 1,8 bilhão em tributos e dívida pode ir além dos R$ 43 bilhões; entenda

24 de janeiro de 2023 - 15:49

A conta pode ser ainda maior porque esse montante não inclui impostos municipais e de outros Estados e nem o “passivo oculto”, referente às “inconsistências contábeis”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies