O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-13T10:18:57-03:00
Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Balanço

Banco do Brasil (BBAS3) registra lucro líquido acima do esperado e anuncia pagamento de dividendos

Rentabilidade sobre o patrimônio líquido do Banco do Brasil foi de 15,1% para 17,6% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

11 de maio de 2022
18:44 - atualizado às 10:18
Logo do Banco do Brasil na tela de um celular
Imagem: Shutterstock

O Banco do Brasil (BBAS3) obteve lucro líquido ajustado de R$ 6,613 bilhões no primeiro trimestre de 2022, acima do estimado pelo mercado, que esperava lucro de R$ 5,278 bilhões.

O resultado representa uma alta de 34,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Comparando com o quarto trimestre, houve aumento de 11,5%.

O aumento no lucro se refletiu em alta da rentabilidade sobre o patrimônio líquido, que foi de 15,1% para 17,6%, também na comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

"A entrega de resultados robustos ao longo dos últimos trimestres permitiu que nos aproximássemos da rentabilidade dos pares privados", disse o presidente do BB, Fausto Ribeiro, em nota.

Ainda assim, a rentabilidade do BB ficou abaixo dos principais concorrentes.

A margem financeira bruta subiu para R$ 15,3 bilhões, uma alta de 5,6% na comparação anual e de 3,6% em relação ao quarto trimestre de 2021.

Receitas de prestação de serviços

As receitas provenientes da prestação de serviços somaram R$ 7,5 bilhões entre janeiro e março, uma alta de 9,4% em relação ao mesmo período de 2021.

Segundo o BB, o aumento foi influenciado pelo desempenho comercial nos segmentos de administração de fundos, seguridade, consórcios e operações de crédito, que mais do que compensaram a redução apresentada nas receitas com conta corrente.

Já na comparação com o quarto trimestre, houve queda de 3,8%. De acordo com o banco, o impacto veio de um efeito sazonal.

Inadimplência cresce

O índice de inadimplência mostrou alta em relação a dezembro, passando de 1,75% em dezembro do ano passado para 1,89% em março. Comparando com o mesmo período de 2021, no entanto, o BB registrou queda da inadimplência.

Segundo o banco, o aumento em relação ao quarto trimestre já era esperado, mas vale frisar que está abaixo do registrado pelo Sistema Financeiro Nacional, estimada de 2,50%.

Ao mesmo tempo, as despesas com provisões tiveram queda de 27,2% no 1T22 em relação ao período anterior.

Dividendos

O BB anunciou, ainda, que irá remunerar os acionistas em R$ 443.296.279,71 na forma de dividendos e mais R$ 1.477.370.475,92 de juros sob capital próprio (JCP). O valor por ação será de R$ 0,15534705486 para os dividendos e R$ 0,51772406601 para os JCP.

Os valores serão pagos no dia 31 de maio e apenas acionistas que estiverem na base da empresa até 23 de maio receberão os proventos.

Guidance mantido

O banco manteve suas estimativas (guidance) para o resultado deste ano.

MétricasProjeções 2022
Lucro líquido ajustado - em R$ bilhõesR$ 23,0 a R$ 26,0
Margem Financeira Bruta11% a 15%
Carteira de Crédito8% a 12%
Receitas de Prestação de Serviços4% a 8%
Despesas Administrativas4% a 8%
PCLD Ampliada - em R$ bilhões-R$ 16,0 a -R$ 13,0
Fonte: Banco do Brasil

Leia também:

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies