O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-02T10:53:17-03:00
Camille Lima
PROMESSAS DE ELEIÇÃO

Sem privatizações por aqui: Lula quer recuperar a Petrobras (PETR4) e barrar a venda da Eletrobras (ELET3)

O ex-presidente prometeu que, caso seja eleito neste ano, também não permitirá a privatização de estatais como os Correios e o Banco do Brasil

2 de maio de 2022
10:53
Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República
Imagem: Shutterstock

O antagonismo dos presidenciáveis Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva é nítido, inclusive no âmbito das privatizações. Enquanto Bolsonaro promete privatizar tudo o que vê pela frente, Lula vem na contramão e jura que não permitirá que estatais como a Petrobras (PETR4) e a Eletrobras (ELET3) sejam vendidas.

Em um evento das centrais sindicais, o ex-presidente reforçou novamente sua oposição à venda da Eletrobras e disse que precisa “recuperar a Petrobras”.

"Se a Eletrobras for privatizada, nunca mais terá um programa como o Luz para Todos, que levou energia para os mais pobres", disse o petista.

O programa Luz Para Todos foi criado em 2003 para levar energia elétrica para regiões do país que ainda não tivessem acesso. A iniciativa coordenada pelo Ministério de Minas e Energia permitiu que mais de 16 milhões de pessoas passassem a ter acesso à energia.

Lula é o rival das privatizações?

Não é novidade que o ex-presidente não concorda com as ideias de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, de privatizar as estatais brasileiras.

Durante um evento organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) na última sexta-feira (29), Lula afirmou que, caso seja eleito, não permitirá a privatização da Petrobras, da Eletrobras, dos Correios e do Banco do Brasil.

"Precisamos retomar a Petrobras, precisamos não deixar privatizar a Eletrobras, os Correios, o Banco do Brasil".

Privatização da Eletrobras e dos Correios

Apesar de muito se falar sobre a privatização da Petrobras, Jair Bolsonaro manteve a venda de participações de petroleira em campos de exploração de óleo e gás e segue em busca de compradores para as refinarias.

No caso do Banco do Brasil, a instituição financeira segue sem qualquer proposta de privatização.

Enquanto isso, as desestatizações da Eletrobras e dos Correios já estão caminhando no governo, porém, a passos de tartaruga.

A empresa de energia elétrica está com o processo de autorização para privatização parado no Congresso para aprovação. Assim que obtiver o sinal verde do Congresso, a venda das ações poderá seguir adiante.

Já a proposta de privatização dos Correios foi aprovada pela Câmara em regime de urgência. Porém, o projeto está parado desde o ano passado e com poucas expectativas de andamento do assunto no Senado, uma vez que nem mesmo a data de votação foi definida.

As promessas do ex-presidente Lula para a economia do Brasil

O último discurso de Lula veio carregado de promessas para lidar com a situação econômica brasileira, para caso seja eleito.

O ex-presidente disse que o Brasil está um “país destruído” e enfatizou o problema da escalada da inflação, que vem corroendo a renda dos trabalhadores.

"Temos que fazer uma luta incomensurável para reduzir a inflação e transformar inflação em aumento de salário para que o povo possa comer e viver melhor neste país", prometeu o petista.

Regulamentação dos trabalhadores de aplicativo

O discurso de Lula ainda contemplou promessas para o futuro dos trabalhadores de aplicativo. O ex-presidente disse que, caso seja eleito, quer regulamentar o serviço dos entregadores.

O presidenciável destacou que os trabalhadores precisam ter acesso a seguro saúde e a um descanso semanal remunerado, uma das grandes problemáticas que giram em torno dos aplicativos de entrega. 

Além disso, o petista anunciou a intenção de reunir os entregadores para discutir sobre benefícios e mudanças na aposentadoria.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies