🔴 É HOJE! COMO BUSCAR ATÉ R$ 2 MIL DE RENDA EXTRA TODO OS DIAS – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
SEM COMEMORAÇÕES

O Japão finalmente está vivendo com um pouco de inflação ‒ mas talvez ela tenha vindo na hora errada

O aumento do índice dos preços ao consumidor se dá pela alta nos alimentos e na energia; a expectativa do BoJ é gerar um “ciclo virtuoso”

japão inflação
Tóquio, Japão - Imagem: Shutterstock

A inflação está correndo à solta pelo mundo e nem o Japão conseguiu escapar. Não que ele estivesse tentando.

Em abril, o custo de vida em Tóquio cresceu em ritmo acelerado e, pela primeira vez em sete anos, o índice de preços ao consumidor aproximou-se de 2%, que é a meta do Banco Central do país, o BoJ.

O Japão finalmente está enfrentando inflação, o que foi buscado por décadas pela autoridade monetária do país. Entretanto, a alta dos preços decorre do aumento dos custos de importação - e não do aumento da demanda interna, que o BoJ há décadas tenta reanimar.

Na expectativa do BoJ, a meta de inflação em 2% causaria um “ciclo virtuoso” entre o aumento conjunto da demanda interna e os salários, o que não vem acontecendo. Ou seja, ainda não é hora de comemorar.

De onde vem a inflação do Japão?

O índice de preços ao consumidor avançou 1,9% em abril, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados na última sexta-feira (20). O crescimento da taxa foi impulsionado pela alta dos preços dos alimentos e do setor energético.

Sem eles, ou seja, excluindo os preços dos alimentos e da energia, o índice de preços ao consumidor em Tóquio subiu apenas 0,9% em comparação com maio de 2021.

Para especialistas ouvidos pela CNBC, o país está vivenciando uma inflação ruim, já que os preços estão subindo, mas os salários não acompanham o movimento.

Como o BoJ deve resolver?

O Japão não é o único país que está vivenciando um aumento no custo de vida. As principais economias do planeta, como EUA e Reino Unido, também enfrentam a alta dos preços resultantes da crise gerada pela pandemia de covid-19 e agravada pela guerra na Ucrânia.

Mas, na contramão do aperto monetário promovido por outros Bancos Centrais, o BoJ continua adotando uma política monetária ultra frouxa, mantendo os juros em território.

E isso tem uma explicação. Sem inflação, é difícil que uma economia cresça, já que o país vivencia décadas de deflação e baixo consumo.

No primeiro trimestre deste ano, o PIB do Japão caiu 0,2%, o que gerou preocupações sobre uma retração prolongada e o medo da estagflação ‒ baixo crescimento e alta da inflação.

Num prazo relativamente curto, a soma de todos os fatores econômicos à manutenção do alívio monetária pode contribuir para um acentuado enfraquecimento do iene em relação ao dólar ainda neste ano.

Leia também

*Com informações da CNBC e da Reuters

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Sem NY, Ibovespa rompe o ciclo de quedas e sobe com Petrobras (PETR4); dólar fecha a R$ 5,17

27 de maio de 2024 - 17:25

RESUMO DO DIA: A semana mais curta se iniciou com a liquidez reduzida nos mercados. As bolsas de Londres e dos Estados Unidos não operaram por feriados locais. A bolsa brasileira seguiu então a tendência das commodities e conseguiu romper o ciclo de quedas. Após seis baixas consecutivas, o Ibovespa terminou o dia com alta […]

DESTAQUES DA BOLSA

Magazine Luiza (MGLU3) conclui grupamento e ações caem na B3

27 de maio de 2024 - 12:01

A varejista anunciou o grupamento de ações na proporção de 10 para 1, em março; os papéis deixaram de ser negociados próximos a R$ 1

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: Inflação no Brasil e nos EUA são destaques dos próximos dias, mas feriado local drena liquidez da semana

26 de maio de 2024 - 17:03

Além disso, o mercado financeiro permanecerá de olho nas estatísticas fiscais brasileiras e na taxa de desemprego

XERIFE NA ÁREA

Na dúvida, Cade busca esclarecimentos sobre parceria entre Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4)

26 de maio de 2024 - 10:18

Necessidade ou dispensa de notificação ao Cade desperta dúvidas desde anúncio de acordo de compartilhamento de malhas da Azul e da Gol

ASSEMBLEIA CONJUNTA CONVOCADA

Trabalhadores da Eletrobras (ELET3) ameaçam iniciar greve por tempo indeterminado

25 de maio de 2024 - 17:04

Assembleia conjunta de sindicatos foi chamada para a segunda-feira; se paralisação for aprovada, greve na Eletrobras deve ter início em 3 de junho

UM PARA DEZ

Como vão ficar os BDRs da Nvidia (NVDC34) com o desdobramento das ações no Nasdaq

25 de maio de 2024 - 15:03

Com resultado melhor que o esperado e reajuste de dividendos, Nvidia promoveu um desdobramento de ações que também vai valer para seus BDRs

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai 3% na semana com peso da política monetária dos EUA e Petrobras (PETR4); dólar sobe a R$ 5,16

24 de maio de 2024 - 17:38

RESUMO DO DIA: A semana que parecia não ter fim acabou, mas sem alívio nos mercados: o Ibovespa completou seis pregões consecutivos de queda. O principal índice terminou o dia com baixa de 0,34%, aos 124.305 pontos. Na semana, o recuo acumulado foi de 3%. Já o dólar à vista avançou 0,27% ante o real […]

DESTAQUES DA BOLSA

Os números do PagBank (PAGS34) que ‘brilharam’ os olhos dos analistas e fazem as ações subirem na B3 e em NY 

24 de maio de 2024 - 14:53

A companhia teve um lucro líquido recorrente de R$ 522 milhões no primeiro trimestre, um crescimento de 33% na base anual

FUNDOS IMOBILIÁRIOS HOJE

Alianza Trust (ALZR11) fecha compra de imóveis do Oba Hortifruti; veja se há impacto nos dividendos do fundo imobiliário

24 de maio de 2024 - 11:47

A operação foi realizada na modalidade de “sale & leaseback”. Ou seja, os ativos serão locados pelo próprio vendedor

COMO SE ESPERAVA

Conselho de administração aprova e Magda Chambriard assume a presidência da Petrobras (PETR4)

24 de maio de 2024 - 9:41

Reunião do conselho de administração da Petrobras ocorreu na manhã desta sexta-feira; Magda Chambriard sucede Jean Paul Prates à frente da empresa

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar