Menu
2020-08-31T07:34:08-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
bilionário às compras

Warren Buffett compra fatia em cinco empresas do Japão por US$ 6,2 bilhões

Berkshire Hathaway comprou uma fatia de 5% de cada uma das seguintes copanhias: Itochu, Marubeni, Mitsubishi, Mitsui e Sumitomo

31 de agosto de 2020
7:27 - atualizado às 7:34
Warren Buffett
O megainvestidor e bilionário Warren Buffett - Imagem: Wikimedia Commons

O bilionário Warren Buffett anunciou nesta domingo (30) - dia em que completou 90 anos - que a Berkshire Hathaway comprou uma fatia de 5% em cinco grandes empresas do Japão, em um investimento estimado em cerca de US$ 6,25 bilhões.

A participação foi adquirida nas gigantes Itochu, Marubeni, Mitsubishi, Mitsui e Sumitomo. O movimento foi feito ao longo dos últimos 12 meses na bolsa de Tóquio, segundo o executivo.

"Estou muito feliz por ter a Berkshire participando do futuro do Japão e das cinco empresas que escolhemos para investimento", disse o bilionário. "As cinco principais empresas comerciais têm muitas joint ventures ao redor do mundo e provavelmente terão mais dessas parcerias".

Conhecidas como "Sogo shosha", os conglomerados são chamados de empresas comerciais e têm participação em uma grande variedade de negócios - passando por energia, alimentação e mineração.

As empresas de "trading" tem uma longa história no país e ajudaram a economia do Japão a se globalizar, mas encarando posteriormente extensa competição.

A Berkshire Hathaway disse que tem intenção de manter o investimento a longo prazo e que pode aumentar a participação nas companhias até 9,9%, dependendo do preço.

O conglomerado comandado por Warren Buffett também se comprometeu a não fazer compras além de uma participação de 9,9% em qualquer uma das empresas, a menos que seja aprovada pelos conselhos de administração das companhias.

Warren Buffett e a pandemia

Desde o início da crise da covid-19, o bilionário Warren Buffett anunciou poucos negócios - no ápice da pandemia, o executivo chegou a anunciar que o conglomerado havia vendido a participação em todas as grandes aéreas americanas.

Aos poucos, a Berkshire Hathaway comunicou movimentos importantes. Em julho, a empresa comprou a Dominion Energy, companhia de energia americana, por US$ 10 bilhões.

Posteriormente, o conglomerado aumento a participação no Bank of America e comprou uma fatia da mineradora de ouro e cobre Barrick Gold.

No segundo trimestre, a holding de Warren Buffett apresentou um lucro líquido atribuído aos acionistas de US$ 26,3 bilhões, uma alta de 86,8% ante o mesmo período do ano passado.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Judiciário

Celso de Mello antecipa saída e acelera sucessão no STF

Com saída, abre-se a primeira vaga para indicação do presidente Jair Bolsonaro.

Mais lidas

MAIS LIDAS: De bolso cheio para brigar contra todos

Na semana em que o Seu Dinheiro completou dois anos no ar, refleti sobre quanta água rolou em tão pouco tempo. Foram muitos acontecimentos relevantes para os mercados, como eleição presidencial, guerra comercial de China e Estados Unidos, aprovação da Reforma da Previdência e a chegada do coronavírus. A Julia Wiltgen levantou o ranking de […]

Aviação regional

Governo quer licitar cinco blocos de aeroportos na Amazônia Legal

Pontapé inicial será no Amazonas, onde o governo espera transferir para uma empresa a operação de oito aeroportos regionais em 2022

Reforma Tributária

Cresce resistência a “nova CPMF”

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, avisou a interlocutores que a criação do imposto dificilmente passará no Congresso

Reforma Tributária

Dúvida é adotar desoneração da folha horizontal ou vertical

Há consenso sobre desonerar as empresas de tributos sobre os salários de quem ganha até um salário mínimo, mas forma ainda está em discussão no Executivo.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements