O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-02-06T20:39:35-03:00
Carolina Gama
MUDANÇAS À VISTA

Eletrobras (ELET6) deixa de ter participação direta na Norte Energia; entenda a operação

Alteração acontece via aumento de capital social da Eletronorte e ainda precisa de aprovação em assembleia de acionistas

3 de fevereiro de 2022
20:34 - atualizado às 20:39
Fachada da Eletrobras (ELET3), que deve ter sua privatização analisada pelo TCU
Fachada da Eletrobras (ELET3) - Imagem: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

O conselho de administração da Eletrobras (ELET6) aprovou o aumento de capital de sua subsidiária Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte) em R$ 1,9 bilhão. A operação se dará por meio da emissão de 13.951.250 de novas ações ordinárias nominativas, ao preço de R$ 138,35 por ação. 

As ações serão subscritas e integralizadas pela Eletrobras com as ações ordinárias que detém na Norte Energia (Nesa), equivalente a 15% do capital social. Caso não esteja ligando o nome à pessoa, a Nesa é operadora da Usina Hidrelétrica Belo Monte

Desta forma, o capital social da Eletronorte passará para R$ 13,5 bilhões, e o número de ações chegará a 168.044.751 papéis ordinários nominativos, sem valor nominal.

Eletrobras e a Norte Energia

Apesar da linguagem financeira complicada envolvendo o aumento de capital da Eletronorte, a operação significa que a Eletrobras deixará de controlar diretamente a Norte Energia. 

"Com a operação acima citada, a Eletrobras deixará de deter participação direta na Nesa e permanecerá com a participação indireta de 49,98%, por meio das controladas Eletronorte e Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf)", diz a Eletrobras em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

A conclusão da operação ainda depende da realização de assembleia de acionistas, realizada pela Eletronorte, além de trâmites societários necessários para a mudança de titularidade das ações da Norte Energia. 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

CSN (CSNA3) e CSN Mineração (CSNA3) vão recomprar até 164 milhões de ações; veja o que muda para os acionistas

As duas companhias aproveitam o momento descontado na B3 para encerrar os programas atuais e iniciar novas operações com duração de um ano

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Inflação derruba bolsas, Hapvida vai às compras e a varejista que ameaça o Magalu; confira os destaques do dia

Depois de um dia de animação, preocupações com o movimento dos preços e a atividade econômica pelo mundo estragaram o humor dos investidores

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana come margem de grandes empresas e derruba bolsas globais; Ibovespa cai mais de 2% e dólar cola em R$ 5

Com inflação pressionando e China voltando a fechar cidades, o Ibovespa caiu menos que as bolsas em Wall Street, mas ainda assim amargou fortes perdas

BR Properties (BRPR3) vende 80% do portfólio para fundo canadense, em transação de quase R$ 6 bilhões

Além de representar um movimento importante no atual cenário macroeconômico brasileiro, a transação marca a saída de boa parte do capital do fundo soberano de Abu Dhabi (ADIA) da empresa

CAMINHO ABERTO

TCU aprova privatização da Eletrobras (ELET3); fique por dentro da decisão do tribunal

Uma das prioridades do governo federal, privatização da Eletrobras ainda enfrenta outros obstáculos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies