A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-06-24T14:08:11-03:00
Estadão Conteúdo
CORRIDA ELEITORAL

Bolsonaro promete Auxílio Brasil de R$ 600 após pesquisa eleitoral mostrar vitória de Lula no 1º turno

Um eventual reforço do benefício social depende de aprovação no Legislativo para a promessa do presidente se tornar realidade

24 de junho de 2022
13:53 - atualizado às 14:08
Lula Bolsonaro apostas Bet365
Imagem: Shutterstock; Edição: Lucas Molina

O presidente Jair Bolsonaro prometeu nesta sexta-feira, 24, que vai aumentar o valor do Auxílio Brasil até o fim do ano, que passará de R$ 400 para R$ 600 mensais. O anúncio, porém, deixou de fora alguns detalhes.

Em primeiro lugar, as informações de como o reajuste do benefício seria feito não foram divulgados. Outra questão que Bolsonaro não explicou é que um eventual reforço do benefício depende de aprovação no Legislativo para a promessa se tornar realidade.

"Vivemos momentos difíceis no mundo. Uma inflação que atinge o mundo todo. Como a imprensa está anunciando, o Auxílio Brasil vai passar de R$ 400 para R$ 600. É o governo entendendo os sofrimentos dos mais humildes e, dessa forma, buscando atender a todos", disse Bolsonaro durante evento realizado hoje em João Pessoa (PB).

O reajuste no Auxílio Brasil de Bolsonaro vai acontecer?

Existem algumas questões que podem barrar o reajuste no Auxílio Brasil prometido por Bolsonaro se tornar realidade. A primeira delas são restrições fiscais, uma vez que o valor do pacote fica fora do teto de gastos, âncora que limita o aumento das despesas públicas à inflação do ano anterior.

Outro obstáculo citado por analistas é que a proposta esbarra na legislação eleitoral, que proíbe que o governo faça distribuição gratuita de bens ou benefícios no ano em que são feitas as eleições.

Adeus, compensações do ICMS

A exatos cem dias das eleições presidenciais, o governo acertou com o Congresso incluir a ampliação de R$ 200 do Auxílio Brasil na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos combustíveis.

Além do Auxílio Brasil de R$ 600 mensais, o pacote ainda deve incluir dois benefícios sociais para este ano, uma bolsa-caminhoneiro de R$ 1 mil por mês e um aumento no vale-gás para famílias de baixa renda, que hoje é de R$ 53 a cada dois meses.

Para conseguir bancar os benefícios, o Planalto planeja usar os R$ 29,6 bilhões previstos na PEC que seriam destinados à compensação de Estados que zerassem o ICMS sobre diesel e gás até dezembro deste ano.

A disputa entre Bolsonaro e Lula

A promessa de benefícios de Bolsonaro veio logo em seguida de uma pesquisa leitoral revelar que, se as leições acontecessem hoje, o atual presidente perderia para o seu rival petista.

A pesquisa Datafolha divulgada ontem mostrou que a vantagem de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Jair Bolsonaro (PL) se manteve praticamente inalterada no primeiro turno das eleições de outubro e o ex-presidente venceria a disputa ainda no primeiro turno.

De acordo com a pesquisa, Lula possui 47% das intenções de voto no primeiro turno. Bolsonaro tem 28%, seguido à distância por Ciro Gomes (PDT), com 8%.

No levantamento anterior, o petista tinha 48% das intenções de voto, contra 27% do atual presidente.

Auxílio Brasil vs Bolsa Família

Durante o evento na Paraíba, Bolsonaro declarou que não quer que o Brasil caminhe para o lado da esquerda.

"Não queremos que o nosso Brasil caminhe para o lado da esquerda, onde a única certeza é a pobreza, é a miséria, é a desesperança."

O presidente ainda fez comparações do Auxílio Brasil, criado durante sua gestão, com o Bolsa Família, instaurado na gestão do ex-presidente Lula.

"Lá atrás, quem ia trabalhar perdia o Bolsa Família. Com Auxílio Brasil, [o cidadão] pode trabalhar que não vai perder o Auxílio Brasil", disse Bolsonaro.

Vale destacar que, mesmo no Auxílio Brasil, o benefício continua por apenas dois anos e depende do salário que o funcionário recebe, com a renda familiar mensal não podendo superar R$ 525 por pessoa.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

DESTAQUE DO DIA

De olho em uma possível ‘virada de chave’ varejistas e techs disparam mais de 10% na bolsa; Americanas (AMER3), Via (VIIA3) e Magazine Luiza (MGLU3) são destaques

15 de agosto de 2022 - 16:34

Com fechamento da curva de juros e projeções mais otimistas, investidores correm atrás do tempo perdido; Magazine Luiza, Americanas e Via são destaques.

Democratização?

Santander passa a oferecer serviços de alta renda para todos os clientes, mas não vai cobrar barato

15 de agosto de 2022 - 16:16

Serviços do Select, segmento de alta renda do banco, estarão disponíveis mesmo para quem não se enquadrar nos critérios de renda e patrimônio mínimos, mediante pagamento de taxa

INDO ÀS COMPRAS

XP (XPBR31) amplia presença no ramo de previdência e seguros e compra a BTR Benefícios

15 de agosto de 2022 - 16:11

As empresas tornaram-se parceiras em setembro do ano passado; o valor da operação não foi divulgado

CRYPTOSTORM

‘Nenhuma criptomoeda vai conseguir bater de frente depois dessa atualização’: analistas comentam como The Merge mudará o ethereum (ETH)

15 de agosto de 2022 - 15:35

Para Valter Rebelo, analista de cripto da Empiricus, a resposta é clara: “não vejo nenhum protocolo que consiga bater de frente com o ethereum”

BOMBOU NAS REDES

Banco do Brasil ‘vence’ Bradesco em rentabilidade e ações disparam 53% no ano — estatal ainda pagará R$ 2 bilhões em dividendos e analista alerta: BBAS3 supera Nubank (NUBR33)

15 de agosto de 2022 - 13:49

Após resultados fortíssimos no segundo trimestre, as ações do Banco Brasil estão em disparada. Descubra se vale a pena comprar os papéis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies