A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-06-30T18:20:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
UÉ, NÃO VAI ROLAR?

Michael Saylor salvando o mercado? Com bitcoin abaixo de US$ 21 mil, MicroStrategy ignora ‘Regra da Morte’ e aumenta a aposta em BTC

Na tentativa de diminuir o preço do gatilho da Regra da Morte, a empresa comprou 480 bitcoins por cerca de US$ 10 milhões, a um preço médio de US$ 20.817 por BTC

29 de junho de 2022
14:05 - atualizado às 18:20
bitcoin com peças de xadrez e gráfico ao fundo
Bitcoin - Imagem: Shutterstock

Não é novidade para os investidores de criptomoedas que o mês de junho vem sendo extremamente volátil para o bitcoin (BTC). A moeda é negociada a US$ 20.014,23, com queda de 3,31% nas últimas 24 horas. Ou seja, abaixo do patamar de US$ 21 mil estabelecido pela MicroStrategy para acionar a Regra da Morte.

A tão temida regra estipula que, se a criptomoeda chegasse a US$ 21 mil, a empresa de Michael Saylor, que possui a maior carteira de criptomoedas do mundo, deveria vender todos os bitcoins que possui. Então vem aí a pergunta que não quer calar: a companhia não vai acionar o dispositivo? Ao que parece, não.

Muito pelo contrário, inclusive. O CEO da MicroStrategy foi ao Twitter anunciar que a companhia decidiu aumentar a exposição à criptomoeda e comprou 480 bitcoins por cerca de US$ 10 milhões, o que corresponde a um preço médio de aproximadamente US$ 20.817 por bitcoin.

O que é a Regra da Morte da MicroStrategy?

A Microstrategy comprou uma parcela considerável de bitcoin através de um financiamento de US$ 205 milhões junto ao Silvergate Bank. Mas o empréstimo tinha uma condição.

Os bitcoins da empresa de Michael Saylor precisam valer pelo menos US$ 410 milhões no total, o equivalente a duas vezes o montante tomado em dívida com o banco.

Em caso de perda desse patamar — isto é, na faixa de US$ 21 mil por BTC —, a empresa teria que vender as criptomoedas.

Por que a empresa de Michael Saylor não está vendendo bitcoin?

O próprio Saylor anunciou que existiam mecanismos para evitar o acionamento da Regra da Morte — e o executivo não está hesitando em utilizá-los.

Uma das estratégias citadas pelo CEO era a possibilidade de tomar um novo empréstimo para reduzir o preço-médio dos bitcoins no caixa da empresa.

“Antes de atingirmos perdas de 50%, nós podemos pegar outro empréstimo com colateral em bitcoin, então nós nunca chegaríamos nessa situação”, afirmou Saylor.

Isso faz com que a cotação que dispara o gatilho da Regra da Morte fique mais baixa, o que evita que a MicroStrategy tenha que vender as criptomoedas.

De acordo com Michael Saylor, com a nova aquisição dos bitcoins, na noite de ontem, a MicroStrategy detinha em torno de 129.699 bitcoins — o equivalente a incríveis US$ 3,98 bilhões —, o que fez o preço médio de aquisição cair para cerca de US$ 30.664 por BTC.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MICKEY RINDO À TOA

Não entrem em pânico! Resultado da Disney (DISB34) mostra que gigantes do streaming estão mais vivas do que nunca — ações avançam em Nova York

10 de agosto de 2022 - 17:24

Disney supera previsões e mostra que o mercado global de streaming não está se aproximando da saturação, mas anuncia reajuste de preços na América do Norte

MATCH POINT

Serena Williams, das quadras para o mundo dos investimentos, traz boas lições para quem quer planejar a transição de carreira

10 de agosto de 2022 - 17:10

A atleta se dividia entre as quadras de tênis e o mundo dos investimentos nos últimos seis anos; ela ainda deve disputar o torneio US Open antes de se dedicar integralmente à atividade de empresária e investidora

DE OLHO NA REDES

O Magazine Luiza vai decepcionar? A situação ainda está feia para a varejista e você deveria ficar longe de MGLU3, diz analista — descubra o que esperar dos resultados

10 de agosto de 2022 - 16:46

Resultados da varejista serão divulgados amanhã, mas analista alerta: os números não devem vir fortes e você deve ficar longe de MGLU3

APETITE POR RISCO

Destaques da bolsa: Inflação americana derruba juros futuros e Yduqs (YDUQ3), Totvs (TOTS3) e IRB (IRBR3) aproveitam; JHSF (JHSF3) pega carona com números da Cury (CURY3)

10 de agosto de 2022 - 15:34

O apetite por risco dos investidores acompanha as projeções de juros menores nos Estados Unidos

DESTAQUE DA CONSTRUÇÃO

Cury (CURY3) dispara mais de 9% após apresentar receita recorde e margens saudáveis no segundo trimestre; confira os destaques do balanço da companhia

10 de agosto de 2022 - 12:27

O apetite pelos papéis da empresa e de outras construtoras também é alimentado pelo arrefecimento da inflação em julho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies